Alok é eleito o 4º melhor DJ do mundo pela revista DJ Mag

Publicados


source
Alok é eleito o 4º melhor DJ do mundo pela revista DJ Mag
Marcelo de Assis

Alok é eleito o 4º melhor DJ do mundo pela revista DJ Mag

O ranking realizado anualmente pela DJ Mag , onde concorrem os principais DJ’s do mundo, o brasileiro Alok ficou em quarto lugar – uma posição acima da anterior, em 2020. A votação é considerada uma das principais da cena eletrônica e acontece anualmente, destacando os melhores profissionais da área. Alok foi o primeiro brasileiro a conquistar a posição.

“Esse quarto lugar na DJ Mag tem uma importância muito grande na minha história e a cada ano de conquista eu fico ainda mais ciente de que sozinho não conseguiria caminhar até aqui. É uma conquista não só minha, mas dos meus fãs, da minha equipe e de todos os meus parceiros que me acompanham nesta jornada. Muito orgulhoso desse resultado, o que me deixa ainda mais empolgado com o retorno dos shows e da normalidade, nosso maior sonho coletivo atual” , disse Alok.

Recentemente, Alok foi a segunda atração do Global Citizen , onde levou vozes ancestrais dos povos indígenas Huni Kuin, Yawanawa e Guarani para o mundo, em apresentação que aconteceu direto da Amazônia. O evento global foi transmitido simultaneamente em 100 países, e tem como objetivo alertar os líderes mundiais, a sociedade e as corporações, na prioridade para questões relativas às mudanças climáticas, fome e inclusão.

Leia Também:  Passeador de cães de Lady Gaga tem alta do hospital após assalto

Alok é o brasileiro mais ouvido no mundo e conta com quase 19 milhões de ouvintes mensais somente no Spotify .

Fonte: IG GENTE

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ENTRETENIMENTO

Vera Viel se pronuncia sobre polêmica com comentário de 2015

Publicados

em


source
Vera Viel se pronuncia sobre polêmica com comentário de 2015
Instagram

Vera Viel se pronuncia sobre polêmica com comentário de 2015


A ex-modelo Vera Viel se pronunciou nesta segunda-feira (18) após ser duramente criticada por um comentário de 2015 no Instagram de uma jovem.


A história veio a tona após Duda, dona do perfil, fazer um vídeo no TikTok com os prints. Ela costumava compartilhar fotos de quando criança e marcar famosos para ajudarem no seu sonho de ser modelo. Em um dos posts feito pela Duda, Vera comentou: “Precisa ser magra para ser modelo, fofa”.

Após a história viralizar, a esposa do apresentador Rodrigo Faro se desculpou no Instagram. “Estou sendo duramente criticada por um comentário que fiz na foto de uma criança em seu perfil do Instagram no ano de 2015. Eu gostaria de publicamente me desculpar com todos que sesentiram ofendidos. Fui modelo por mais de 20 anos e em uma época onde seexigia um padrão de magreza cruel e nada saudável. Sofri muito com dietas e regimes para me enquadrar em talpadrão, senão não teria trabalho”, iniciou.

Leia Também:  Gui Araújo vence prova do fazendeiro e provoca: "Vai ser difícil me pegar"

Leia Também

“Esse texto não é para discutir os padrões estéticos da modade alguns anos atrás e tampouco para iustilicar aquilo que para muitos pode parecer ofensivo e até proposital. Minha resposta está lá e não fujo às minhas responsabilidades e atitudes.De fato endossei que precisava ser magra para se entrar na indústria da moda pois era assim que o mercado funcionava”, continuou.

Em seguida, Vera se dirigiu a jovem do atacada pelo comentário. “Duda, eu jamais quis dar a entender que fosse gorda ou fosse magra demais seus sonhos seriam tolhidos. Eu respondiao comentário dizendo sim, você está magra e para ser modelo precisa ser magra! O mundo era assim e fazíamos parte disso. Que pensamento idiota e irresponsável, eu uma mulher que viveu esse mundo cruel de ter que se encaixar em um padrão, mãe de três filhas concordando com isso? Sim, todos nós erramos, mas nem todos conseguem enxergar que reconhecer erros e atitudes e aprender sempre fazem a gente amadurecer e ser melhor a cada dia. Que bom que o mundo mudou ou está mudando e que sortea minha poder aprender com meus erros e sobretudo com a sabedoria de minhas Filhas. A falta de empatia e sororidade tem gerado sérios problemas de aceitação, inclusão, autoestima e distúrbios alimentares, às vezes com proporções irreversíveis. Um padrão só não nos representa como mulheres, mas sim a diversidade de biotipos, corpos, cabelos. .. é essa pluralidade que nos define e só aprenderemos partindo do principio do respeito e da desconstrução desses paradigmas”, afirmou.

Leia Também:  Ivete Sangalo irá se apresentar no palco principal do Rock in Rio Lisboa

“Independente do julgamento alheio o que me preocupa é a minha consciência. Saber que tal frase não foi escrita com a intenção com que foi divulgada. Entretanto, só de imaginar que, (mesmo sem intenção) possa ter sido a responsável porpodar o sonho de uma criança, fico triste e com o desejo de me reparar. Tantos anos se passaram e eu não consigo imaginar o tamanho da sua dor e decepção. Que o tempo tenha curado qualquer tipo de mágoa e que de verdade você seja uma mulher feliz e realizada, sendo quem você quiser ser, o que você quiser ser e como quiser ser. Com muito respeito e aprendizado, Vera Viel Faro”, finalizou.

Confira:


Fonte: IG GENTE

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA