Brasil em Pauta discute processamento de dados e responsabilidade

Publicados


O processamento de um grande volume de dados é considerado cada vez mais estratégico em empresas e governos. Por se tratarem de uma fonte inesgotável de informação, os dados representam grande poder, o que também exige ética e responsabilidade.

No Brasil em Pauta desta semana, o presidente da Dataprev, Gustavo Canuto, detalhou o trabalho desenvolvido pela empresa, que fornece soluções de tecnologia da informação e comunicação para o aprimoramento e a execução de políticas sociais do Estado.

“Temos acesso a 35 bilhões de informações de todos os cidadãos brasileiros no Cadastro Nacional de Informações Sociais. Graças a esse cadastro e à capacidade de fazer essa análise de dados que conseguimos fazer o auxílio emergencial, dentre outras políticas do governo federal.”

Canuto lembrou que a Dataprev atende, atualmente, mais de 36 milhões de aposentados e pensionistas todos os meses. Em agosto, segundo ele, foram R$ 50,8 bilhões pagos, além de outros benefícios que incluem salário-maternidade, seguro-desemprego e abono salarial.

“Ano passado, especificamente em virtude do auxílio, fizemos o comando de R$ 1 trilhão. Há muito tempo, a Dataprev já comanda pagamentos superiores a R$ 700 bilhões em virtude desses benefícios previdenciários, trabalhistas e assistenciais”, o que equivale a 10% da economia nacional.

Leia Também:  Crianças e adolescentes de Brumadinho abraçam música após desastre

O Brasil em Pauta vai ao ar às 19h30 de hoje na TV Brasil.

Clique aqui para saber como sintonizar a programação da TV Brasil.

Edição: Fábio Massalli

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

GERAL

Navio-veleiro Cisne-Branco da Marinha se choca contra ponte no Equador

Publicados

em


O navio-veleiro da Marinha do Brasil conhecido como Cisne-Branco colidiu com uma ponte de pedestres, que conecta a cidade Guayaquil à Ilha de Santay, no Equador. A ponte se estende sobre o Rio Guayas, que liga a maior cidade equatoriana ao mar e abriga o principal porto do país. O acidente ocorreu nesta segunda-feira (18), por volta das 12h30, horário local (14h30 pelo horário de Brasília). 

Após o choque à ponte, um rebocador local, que apoiava o navio na manobra, acabou adernando e emborcou no local. 

Segundo a Marinha do Brasil e a Marinha do Equador, houve danos materiais, mas nenhuma pessoa se feriu.  

“No momento, o Navio-Veleiro Cisne Branco encontra-se fundeado em segurança, aguardando disponibilidade de cais para atracação em Guayaquil, onde serão avaliadas as condições de material, mais detalhadamente. A Marinha do Equador, bem como autoridades locais, vêm prestando total apoio ao nosso Cisne Branco”, informou a Marinha, em nota.

Edição: Fábio Massalli

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Crianças e adolescentes de Brumadinho abraçam música após desastre
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA