Conheça 5 seminovos bons, mas que são ruins de manutenção

Publicados


source

O que você avalia na hora de comprar um carro seminovo ? Se o cliente, assim como nós, enxerga o automóvel como uma alternativa para a diversão no dia a dia, com certeza a dirigibilidade estará entre os principais tópicos.

Há quem se importe com o estilo , dando preferência por um carro “de presença” acima de tudo – perfeito para fazer belos ensaios fotográficos no Instagram ou até um perfil individual para a viatura.

Mas é bom tomar cuidado: por trás da dirigibilidade afiada e o estilo arrasador, o carro pode se tornar um verdadeiro ralo de dinheiro. Partindo disso, a reportagem do iG Carros elege 5 modelos seminovos estilosos e muito legais de dirigir, mas que o proprietário deve prestar atenção aos problemas crônicos .

Antes de começar, vale apontar o critério usado por nossa reportagem para determinar os modelos escolhidos. Veículos premium, evidentemente, são mais custosos para manter do que modelos convencionais. Para a elaboração da lista, consideramos problemas que, além de caros e complicados de resolver, costumam ser frequentes para os proprietários. Acompanhe a lista:

1 – Mini Cooper

Motor apertado e peças importadas desencorajam a aquisição do Mini Cooper
Divulgação

Motor apertado e peças importadas desencorajam a aquisição do Mini Cooper

O Mini Cooper tem todos os critérios que um viciado em carros procura em um veículo. É praticamente impossível encontrar um modelo tão carismático e que tenha a dirigibilidade próxima de um kart em outra fabricante. Mesmo seus principais rivais,  os “primos” Audi A1 e VW Fusca, não chegam perto de entregar o que o Mini Cooper pode oferecer.

Leia Também:  Saiba como será o e-tron GT, elétrico da Audi com 590 cv

A manutenção é um dos pontos críticos do Mini Cooper em todas as suas gerações. Apesar da mecânica que garante bom desempenho, os engenheiros da marca inglesa precisaram alocar um grande motor de origem BMW no apertado cofre do compacto.

A manutenção do Mini Cooper exige muito preparo por parte do mecânico, que em muitos casos terá que remover completamente a dianteira do veículo para executar reparos mais complexos . Com o procedimento mais trabalhoso, evidentemente, o preço do serviço fica salgado.

2 – Mitsubishi Lancer Evo

Conjunto de freios a disco do Mitsubishi Lancer Evo chegam a custar R$ 24 mil na concessionária
Divulgação

Conjunto de freios a disco do Mitsubishi Lancer Evo chegam a custar R$ 24 mil na concessionária

O Mitsubishi Lancer Evo ganhou status de popstar após aparecer com destaque em dois filmes da franquia “Velozes & Furiosos”. Em “Mais Velozes, Mais Furiosos” (2003), segundo filme da série, o personagem vivido por Paul Walker dirige um Evo VII verde. No filme seguinte, “Velozes & Furiosos: Desafio em Tóquio” (2006), foi a vez do personagem de Lucas Black acelerar o esportivo japonês. 

Você viu?

O grande problema para os proprietários do Lancer Evo será sempre a manutenção caríssima . Por ser um veículo importado, você terá que pagar pelas peças do esportivo considerando o preço do dólar . Com a moeda na faixa de R$ 5,60, os custos ficam ainda mais elevados.

3 – VW Jetta

Preço pode ser atrativo, mas falhas no sistema de alimentação tornam a vida do Jetta MK5 complicada
Divulgação

Preço pode ser atrativo, mas falhas no sistema de alimentação tornam a vida do Jetta MK5 complicada

Um modelo que começa a aparecer com preço atrativo no mercado de seminovos é o Volkswagen Jetta da quinta geração. O sedã médio pode ser adquirido por valores entre R$ 28 mil e R$ 35 mil, mantendo a imponência de quando ainda era zero quilômetro. Mas alguns problemas crônicos podem desencorajar a compra.

Leia Também:  Pusemos o pé na estrada com o scooter Honda ADV 150

Proprietários costumam relatar falhas no sistema de alimentação por conta de uma válvula sensível à qualidade do combustível. Este problema pode ser evitado abastecendo com gasolina podium , que é consideravelmente mais cara que a convencional. Fique atento ao histórico do carro.

4 – Citroën DS5

Apesar do status de carro premium, Citroën DS5 tem problemas crônicos envolvendo o motor THP
Divulgação

Apesar do status de carro premium, Citroën DS5 tem problemas crônicos envolvendo o motor THP

O Citroën DS5 chama atenção pela exclusividade, pois você dificilmente vai estacionar ao lado de outro modelo igual quando for às compras. O visual do modelo premium francês continua em dia, transparecendo a dose certa de elegância e esportividade. O motor 1.6 THP garante boa dirigibilidade para quem curte acelerar, mas alguns problemas crônicos podem desencorajar a compra.

Mecânicos reportam com frequência que modelos equipados com motores THP sofrem com perda de potência e falhas de funcionamento . O problema estaria na bomba de combustível de alta pressão , que acusa falha na alimentação.

Casos mais severos exigem a troca da ECU (“unidade eletrônica de controle”), que é um componente importado com valor indexado em euro. Dessa forma, o sonho de ter um DS5 pode se transformar em um pesadelo. 

5 – Peugeot 308

Câmbio defeituoso do Peugeot 308 contribuiu para a má fama do modelo no Brasil
Divulgação

Câmbio defeituoso do Peugeot 308 contribuiu para a má fama do modelo no Brasil

Finalizamos nossa lista com outro modelo que esconde uma verdadeira “bomba” por trás do estilo e do bom custo-benefício. O Peugeot 308  contribuiu para a má fama dos câmbios automáticos de quatro marchas da família AL4, que equipou outros produtos do grupo PSA.

O desgaste do conjunto causa o travamento frequente das marchas . Em outros casos, o câmbio pode desengatar ou engatar involuntariamente , com um defeito nas eletroválvulas . Clientes chegaram a fazer campanhas para que o problema fosse considerado crônico e enquadrado em um “recall”, mas a fabricante não tomou atitudes sobre o caso. 

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CARROS E MOTOS

Pandemia é fator decisivo na alta das compras on-line e encomendas delivery

Publicados

em


source
Advento dos aplicativos de pedido de comida impulsionou os negócios na Bocão de Minas, especialista em lanches
leo fontes

Advento dos aplicativos de pedido de comida impulsionou os negócios na Bocão de Minas, especialista em lanches

Conforme uma pesquisa feita pela plataforma de e-commerce Mercado Livre , as pessoas estão buscando novas alternativas na questão da locomoção e de fazer compras, e uma das explicações dessa tendência está relacionada à pandemia.

Acontece que quem tem condições, prefere abrir mão do transporte público e investir em um veículo que atenda as suas necessidades. Essa forma de pensamento reforça as medidas restritivas e de distanciamento social, o que reduziu a necessidade de deslocamentos diários e impactou a mobilidade urbana .

Da mesma maneira, com a falta de empregos e o isolamento social, muitos também têm buscado os serviços de entrega, seja para pedir delivery ou mesmo a busca por um plano B de trabalho.

Leia Também:  Elétrico Mini Cooper SE chega ao Brasil no primeiro semestre

Só para exemplificar, no segundo semestre do ano passado, houve um aumento de 35% na intenção de compra de motos , em relação aos níveis pré-pandêmicos, segundo levantamento do marketplace de Veículos, Imóveis e Serviços (VIS) do Mercado Livre.

“Sabemos que esse é um momento de transformação na sociedade e cada vez mais as pessoas buscam diferentes formas de mobilidade, e é nosso papel apontar tendências de mercado e viabilizar negócios”, explica Luis Paulo dos Santos, diretor de Marketplace de Veículos, Imóveis e Serviços do Mercado Livre.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA