Conheça a história do Ford Modelo A que está no Museu dos Correios

Publicados

source
Ford Modelo A  que foi restaurado e fica no Museu dos Correios, que fica no Distrito Federal, em Brasília
Divulgação

Ford Modelo A que foi restaurado e fica no Museu dos Correios, que fica no Distrito Federal, em Brasília

A capital brasileira é uma rota turística repleta de agendas culturais. Uma delas é o Museu Nacional dos Correios que vale visitar em Brasília para conhecer importante parte da história das telecomunicações no País.

O acervo conta com cerca de um milhão de peças e uma delas é o Ford Modelo A usado pelo marechal Cândido Rondon para implantar a rede de telégrafo na região oeste e Amazônia ocidental nos anos 30.

O carro foi restaurado pela Ford na década de 1980 e tive o prazer de participar da organização do evento. Ele foi encontrado deteriorado num depósito federal.

Inusitado também foi colocar o Modelo A no último piso do prédio de 5 andares do museu. Foi desmontada a fachada de vidro do edificio e o Modelo A foi içado para entrar completo e mereceu capa do jornal O Estado de S.Paulo com a chamada, “um carro voando em Brasilia”.

Leia Também:  RAM estuda lançar picape mais rápida do mundo no Brasil

O Modelo A 1929 usado pelo Randon é equipado com um motor de 4 cilindros , 3.3 litros, refrigerado a água, que produzia 40 HP. A velocidade máxima era de 105 Km/h e o consumo variava entre 8Km/l em ciclo urbano a 12 km/l em rodovias.

O sistema de transmissão era manual com três marchas não sincronizadas, e o sistema de freios era a tambor nas quatro rodas. O Modelo A foi produzido de 1928 a 1932 é atingiu quase 5 milhões de veículos vendidos no mundo .

Neste texto, vale um tributo a saga do Marechal Rondon. Ele é o “Pai das Telecomunicações Brasileiras” e a data de seu nascimento (5 de maio) marca o Dia das Comunicações.

Rondon foi um dos defensores da criação do Parque Nacional do Xingu . A demarcação de terras indígenas, conforme ele acreditava, era uma forma de proteger os índios da cobiça daqueles que invadiam suas terras, cometendo todo tipo de violência.

Sua doutrina em relação aos índios foi resumida por sua frase mais famosa: “morrer se preciso for, matar nunca”. Muito apropriado nos dias de hoje. Voltando à indústria automobilística,  no mês de junho, a Ford completa 119 anos no mundo.

Leia Também:  VW Taos Highline 2022:  SUV é melhor que Compass e Corolla Cross?

No Brasil, a Ford está desde 1919, mesmo agora com uma operação menor. Já montou aqui grandes clássicos, incluindo o Modelo A , que fazem parte da cultura do automóvel.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CARROS E MOTOS

SUV de luxo DS7 recebe novo visual e fica mais futurista

Publicados

em

DS 7 é híbrido plug-in tem versão capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 5,6 segundos
Divulgação

DS 7 é híbrido plug-in tem versão capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 5,6 segundos

A DS, marca de luxo da Citroën, apresenta a nova linha do 7, seu SUV que recebe atualizações visuais e perde a nomenclatura “crossback”.

A dianteira agora conta com novos faróis de LED , com tecnologia matrix, a grade recebeu novo padrão e desenho levemente modificado, para conversar melhor com o desenho dos faróis, que são mais finos.

Porém o que mais chama a atenção na dianteira do DS7 é a nova assinatura do DRL, composta por 33 LEDs, e coberta com policarbonato transparente.

Graças às alterações, a dianteira do DS7 atualizado , além de se tornar mais elegante, também passa a ficar mais de acordo com os outros modelos da linha DS . Na traseira, a tendência de l anternas mais finas se mantém, e dão a impressão que o DS7 é mais largo do que realmente é. Além disso, há um elemento pintado de preto que conecta as lanternas, que apresentam um visual que lembra escamas.

Leia Também:  Nissan Sentra: veja detalhes do modelo renovado que poderá enfrentar o Corolla

O interior também teve mudanças, mas são mais simples. A cabine agora tem uma tela de 12 polegadas, sensível ao toque, que conta com Android Auto e Apple CarPlay sem fio, além de um modo de visão noturna, mas ainda mantém uma alavanca física de câmbio, similar a vista no Peugeot 3008 , por exemplo.

Os motores consistem em opções a gasolina, diesel e versões híbridas plug-in . Dependendo do mercado, será oferecido um motor a diesel ou gasolina de 130 cv.

Com baterias de 14.2 kWh, e um motor elétrico para auxiliar na economia de combustível, o DS7 possui potência total de 228 cv nos modelos de tração dianteira e 304 cv nas versões de tração integral, o que é suficiente pra levar o modelo de 0 a 100 km/h em 5.6 segundos.

O DS7 renovado mede 4,60 m de comprimento, 1,62  de altura e 2,1 m de largura, sendo 2,7 m de entre-eixos.A novidade da marca francesa DS deve ser vendida a partir de setembro na Europa, e deve custar a partir dos € 54 mil (em torno de R$ 295.980 numa conversão simples).

Leia Também:  Calor? Veja 5 dicas para como evitar que o motor superaqueça

A DS já foi vendida no Brasil entre 2012 e 2017 e ofereceu os modelos DS3, DS4 e DS5, e apesar de registrar alguns modelos atuais no Brasil, não há sinais de um retorno ao nosso país.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA