Contran amplia prazo de processos de habilitação ativos para 2023

Publicados

Contran prorroga prazo para quem tem processos em andamento em SP e outros estados
Reprodução: ACidade ON

Contran prorroga prazo para quem tem processos em andamento em SP e outros estados

Quem está com processo para tirar carteira de habilitação em aberto, agora terá o fim de 2023 para concluir os trâmites necessários. A nova medida do Contran (Conselho Nacional de Trânsito) permite que o prazo de conclusão dos processos de habilitação ativos sejam prorrogados até 31 de dezembro de 2023 .

Entretanto, a medida só é valida para quem deu início ao processo a partir do dia 20 de março de 2019 .

Segundo o Detran .SP, somente no Estado de São Paulo há cerca de 220 mil cidadãos que estão aguardando o exame prático para poder adquirir a carteira de motorista .

A medida contempla além de primeira habilitação , casos de adição ou mudança de categoria , reabilitação de motoristas que tiveram a CNH cassada, nova habilitação, pedido de registro de CNH estrangeira e habilitação para PCD .

Leia Também:  Honda Civic é o carro mais buscado na internet até meados de 2021

“Com a prorrogação da validade, os candidatos à habilitação que não puderem concluir seus exames não perderão seu processo. Poderão finalizá-los com tranquilidade durante todo o ano de 2023”, afirma Ilídio Machado, diretor de Atendimento ao Cidadão e de Habilitação do Detran.SP. 

O processo de habilitação prevê realização de exame médico , avaliação psicológica , 45 horas de aula teórica e mais 20 horas de aulas práticas , além de prova teórica e prática, nos casos das categorias B (carro) e A (moto).

Segundo o Detran de São Paulo , quem deseja dar entrada no processo precisa pagar as seguintes taxas: Exame médico (pago diretamente ao médico): R$ 105,50, ou 77,37 no caso de PCD. Avaliação psicológica (pago diretamente ao psicólogo): R$ 123,08 Aulas teóricas e práticas : Valores são estipulados pela autoescola Taxa Detran-SP de exame teórico: R$ 43,96 Taxa Detran-SP de exame prático: R$ 43,96 Taxa Detran-SP de emissão da permissão para dirigir: R$116,50

Em caso de reprovação , o candidato deverá pagar novamente a taxa correspondente ao exame e refazê-lo.

Leia Também:  Vendas em janeiro caem 31,6%, com menor de renda e alta de juros

O candidato deve ficar atento às condição contratuais estabelecidas pelo centro de formação de condutores ( CFC ) já que alguns estabelecimentos cobram novamente uma taxa de exame prático, por ter que disponibilizar o veículo para a realização do teste.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CARROS E MOTOS

Diesel para que? Nova Toyota Hilux irá ganhar motorização híbrida

Publicados

em

Toyota Hilux passou por facelift em 2020, e nova geração deve chegar em meados de 2026 nos mercados  asiáticos.
Divulgação/Toyota

Toyota Hilux passou por facelift em 2020, e nova geração deve chegar em meados de 2026 nos mercados asiáticos.

A Toyota é mundialmente famosa por conta de seus veículos robustos , um time que inclui o Corolla , o  Prius , o primeiro híbrido comercializado em massa no mundo, e a  Hilux , uma das picapes de maior sucesso no mundo, e que irá ganhar uma versão eletrificada, mas só no fim da década.

Segundo o chefe do departamento de marketing e vendas da Toyota australiana, Sean Hanley, a Hilux terá alguma forma de eletrificação no futuro, e a marca estuda motores elétricos , híbridos e até mesmo o uso de hidrogênio , tecnologia que a Toyota também tem contato .

No fim do ano passado, na Tailândia, a Toyota mostrou um conceito de Hilux exclusivamente elétrica , junto com um utilitário menor ,  e no Reino Unido, foi a vez de um exemplar movido a hidrogênio dar as caras.

Hilux Revo BEV não teve detalhes de baterias e motorização revelados, sabe-se apenas que é elétrico.
Divulgação/Toyota

Hilux Revo BEV não teve detalhes de baterias e motorização revelados, sabe-se apenas que é elétrico.

Leia Também:  Piaggio apresenta linha 2021 do scooter Beverly

As informações da mídia australiana dizem que a fabricante estuda motorizações híbridas com gasolina ou até mesmo diesel, tanto para a Hilux quanto para o  Land Cruiser, jipão que é a versão moderna do nosso antigo Bandeirante

“Consideramos todas as tecnologias para a Hilux. Obviamente a híbrida é a solução mais fácil para nós , pois já trabalhamos com ela em outros carros, mas não descartamos outras opções que podem se encaixar melhor no projeto”, afirmou Hanley.

“Eu não posso confirmar nem negar nada para a atual Hilux, mas eu não posso desconsiderar nenhuma tecnologia para o futuro, já que a eletrificação vem acontecendo rapidamente. Estamos sempre buscando formas de melhorar a Hilux”, concluiu o executivo.

No Brasil, nenhuma picape de volume é oferecida com motorização híbrida , a Maverick deve ser a primeira a chegar com essa motorização, apesar de não concorrer com a Hilux.

A picape  GWM Poer deve chegar no Brasil em 2024, mas ainda não tem confirmação de qual motorização será oferecida. Por se tratar de um representante chinês, país onde a eletrificação é muito forte, essa motorização híbrida e até mesmo uma  100% elétrica não é descartada, o que poderia fazer a Toyota acelerar o desenvolvimento de uma Hilux desse tipo.

Leia Também:  Land Rover lança Defender 110 75th Limited Edition por R$ 819.9

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA