Fiat Cronos 2021 ganha novo logotipo e equipamentos de série

Publicados


source
Fiat Cronos HGT 2021
Divulgação

Versão de topo HGT do Cronos 2021 incorporou chave presencial e câmera de ré entre os itens de série


A Fiat anuncia o lançamento da linha 2021 do sedã Cronos. Importado da Argentina, estreia este mês nas concessionárias brasileiras trazendo o novo padrão de logotipos da marca italiana e novos equipamentos de série. Os preços partem de R$ 63.390.


Lançado na nova geração da Fiat Strada e já adotado nos modelos Argo e Mobi , o novo padrão de identidade da marca com a Fiat Flag e o Logo Script podem ser vistos nas rodas, grade frontal, volante e nas telas de inicialização do quadro de instrumentos e central multimídia do Cronos 2021 .

Sem mudanças mecânicas, o sedã compacto está equipado com o motor 1.3 de até 109 cv e câmbio manual de cinco marchas, e o 1.8 de 139 cv, apenas com câmbio automático de seis marchas. A versão de entrada, que é chamada apenas de 1.3, a a única da linha 2021 que não ganhou novo conteúdo. Sai de fábrica com ar-condicionado, direção com assistência elétrica, rádio bluetooth, monitor de pressão dos pneus, vidros dianteiros e travas elétricas, alarme e volante multifuncional.


A Drive 1.3 (R$ 66.990) ganhou como novidade os vidros elétricos nas portas traseiras. Atrelado à versão, o pacote S-Design custa R$ 4.390 a mais que o Drive 1.3 padrão e na linha 2021 passa a oferecer controles eletrônicos de tração e estabilidade, assistente de partida em rampas e chave presencial. Itens que se somam a faróis de neblina, ar-condicionado automático digital, além de um kit visual com rodas de liga leve de 15″ e spoiler traseiro.

Leia Também:  SUV Nissan Magnite estreia na Índia com motor e preço de Renault Kwid

A configuração Drive 1.8 (R$ 75.290) é a mais acessível do modelo com o motor 1.8. Na linha 2021, também incorporou vidros elétricos traseiros a uma lista de equipamentos que já trazia ar-condicionado, controles eletrônicos de tração e estabilidade e sistema multimídia com tela de 7″.

Já na configuração Precision 1.8 (R$ 81.290), o Cronos 2021 passa a trazer o ar-condicionado automático e sistema de chave presencial como novos itens de série. Topo de linha, a esportivada HGT 1.8 (R$ 84.190) estreia a câmera de ré e o sistema de chave presencial.

Confira abaixo a tabela de preços:

1.3: R$ 63.390
Drive 1.3: R$ 66.990
Drive 1.8: R$ 75.290
Precision 1.8: R$ 81.290
HGT 1.8: R$ 84.190

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CARROS E MOTOS

SUV Nissan Magnite estreia na Índia com motor e preço de Renault Kwid

Publicados

em


source
Nissan Magnite
Divulgação

Nissan Magnite: SUV para países emergentes promete agitar ainda mais o segmento que está em efervescência


A Nissan inicia o oficialmente no mercado indiano as vendas do Magnite . O novo SUV compacto, que é feito sobre uma variação da plataforma do Renault Kwid, está cotado para ganhar produção no Brasil, onde irá ocupar a mesma faixa de preços do finado compacto March.


Com 3,99 m de comprimento, 1,76 m de largura e 1,57 m de altura, o Nissan Magnite  tem porte de hatch compacto e é 30 cm mais curto do que o Kicks , mas com a mesma largura da carroceria. No país asiático, o Magnite está disponível em dez configurações diferentes. A mais acessível delas é a XE, que parte de 499 mil rúpias (cerca de R$ 35.200). Valor que no mercado indiano é equivalente ao das versões mais caras do Renault Kwid .

Leia Também:  Projeções mostram como deverá ficar o novo Honda HR-V

Nesta configuração, o SUV traz o motor 1.0 aspirado de código B4D e 72 cv (o mesmo do Kwid vendido por aqui), que é combinado a um câmbio manual de cinco marchas. Com visual básico, deixa de lado itens como rodas de liga leve (trocadas por rodas de aço sem calotas), os faróis e lanternas de LED e as características luzes diurnas no para-choque.


A simplicidade se repete no interior, onde o  Magnite XE traz um painel digital com tela monocromática e não conta com sistema de som. Só não fica tão pelado por trazer itens como direção com assistência elétrica e coluna regulável, ar-condicionado e vidros elétricos nas quatro portas.

Além do propulsor 1.0 aspirado, o Magnite está disponível também com um novo motor 1.0 turbo de três cilindros, capaz de desenvolver 100 cv e que pode ser combinado a um câmbio manual de cinco marchas ou automático CVT. A versão mais cara do SUV é a XV Premium com o motor 1.0 turbo e o câmbio automático, que parte de 935 mil rúpias (cerca de R$ 66 mil).

Leia Também:  Ferrari Portofino M evolui e promete entrar para a história da marca


Bem mais completa, traz faróis de LED, painel com tela TFT de 7″, rodas de 16″, controles eletrônicos de tração e estabilidade, assistente de partida em rampas, central multimídia de 8″ com Android Auto e Apple CarPlay sem fio, chave presencial e a até saídas de ar-condicionado para a traseira.

Como opcional, o comprador do Nissan Magnite  pode pedir ainda itens como carregador por indução, purificador de ar, iluminação ambiente configurável e som com alto-falantes JBL.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA