Ford Focus sai de linha em 2025 e não terá um sucessor

Publicados

source


Ford Focus será o último modelo produzido na fábrica da Ford na Alemanha, conforme a própria fabricante
Divulgação

Ford Focus será o último modelo produzido na fábrica da Ford na Alemanha, conforme a própria fabricante

A Ford da Europa comunica que não dará mais sobrevida ao Focus. Portanto, o fim da sua produção acontecerá em 2025, conforme uma entrevista à imprensa do chefe da marca americana, Stuart Rowley.

Dessa forma, a saída definitiva do modelo não terá direito a um sucessor direto e acontecerá após quase 30 anos do lançamento da primeira geração. A afirmação do executivo também deve significar o fim da produção da Ford na fábrica de Saarlouis, na Alemanha.

 “Estamos buscando outras oportunidades alternativas para a produção de veículos em Saarlouis, incluindo [venda para] outros fabricantes. Não temos em nosso ciclo de planejamento um modelo adicional que vá para Saarlouis”, disse Stuart Rowley, chefe da Ford Europa.

Leia Também:  Hyundai Creta 2022: veja as impressões do SUV compacto renovado

A explicação da decisão da fabricante se deve ao programa estratégico de eletrificação da marca e o anúncio veio em uma época turbulenta com vendas em baixa em todo o mercado europeu atrelada à produção reduzida em consequência da crise dos semicondutores que anda castigando o mercado global, incluindo o Brasil.

Aliás, por aqui, o hatch médio deixou de ser vendido em 2019 sem direito a um sucessor, devido à queda deste segmento nos últimos anos. Além dele, outros modelos concorrentes tiveram o mesmo fim como o Fiat Bravo, Volkswagen Golf e Peugeot 308 . O único remanescente hoje é o Chevrolet Cruze.

O executivo afirmou que com o fim da fábrica da Ford na Alemanha, haverá cortes de empregos ‘significativos’ na unidade, que atualmente emprega cerca de 4.600 pessoas , justificando que a produção de veículos elétricos exigirá menos trabalhadores.

Leia Também:  Hyundai dribla falta de microchips na indústria brasileira

Saarlouis perdeu para a unidade de produção da Ford em Valência, Espanha, para montar veículos na nova plataforma global de EV planejada da empresa, começando no final desta década.

A Ford não deu nenhuma pista se os futuros veículos elétricos a serem fabricados na planta espanhola  serão menores ou maiores do que o crossover compacto que entrará em produção em Colônia, Alemanha, em 2023 na plataforma MEB do Grupo Volkswagen.

A Ford emprega atualmente 6.000 funcionários em Valência. No geral, a marca emprega 41.000 pessoas na Europa, mas vem reduzindo seu número de funcionários enquanto tenta levar a região de volta a uma lucratividade consistente após anos de perdas.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CARROS E MOTOS

SUV de luxo DS7 recebe novo visual e fica mais futurista

Publicados

em

DS 7 é híbrido plug-in tem versão capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 5,6 segundos
Divulgação

DS 7 é híbrido plug-in tem versão capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 5,6 segundos

A DS, marca de luxo da Citroën, apresenta a nova linha do 7, seu SUV que recebe atualizações visuais e perde a nomenclatura “crossback”.

A dianteira agora conta com novos faróis de LED , com tecnologia matrix, a grade recebeu novo padrão e desenho levemente modificado, para conversar melhor com o desenho dos faróis, que são mais finos.

Porém o que mais chama a atenção na dianteira do DS7 é a nova assinatura do DRL, composta por 33 LEDs, e coberta com policarbonato transparente.

Graças às alterações, a dianteira do DS7 atualizado , além de se tornar mais elegante, também passa a ficar mais de acordo com os outros modelos da linha DS . Na traseira, a tendência de l anternas mais finas se mantém, e dão a impressão que o DS7 é mais largo do que realmente é. Além disso, há um elemento pintado de preto que conecta as lanternas, que apresentam um visual que lembra escamas.

Leia Também:  BMW doa elétrico i3 para o Papa Francisco

O interior também teve mudanças, mas são mais simples. A cabine agora tem uma tela de 12 polegadas, sensível ao toque, que conta com Android Auto e Apple CarPlay sem fio, além de um modo de visão noturna, mas ainda mantém uma alavanca física de câmbio, similar a vista no Peugeot 3008 , por exemplo.

Os motores consistem em opções a gasolina, diesel e versões híbridas plug-in . Dependendo do mercado, será oferecido um motor a diesel ou gasolina de 130 cv.

Com baterias de 14.2 kWh, e um motor elétrico para auxiliar na economia de combustível, o DS7 possui potência total de 228 cv nos modelos de tração dianteira e 304 cv nas versões de tração integral, o que é suficiente pra levar o modelo de 0 a 100 km/h em 5.6 segundos.

O DS7 renovado mede 4,60 m de comprimento, 1,62  de altura e 2,1 m de largura, sendo 2,7 m de entre-eixos.A novidade da marca francesa DS deve ser vendida a partir de setembro na Europa, e deve custar a partir dos € 54 mil (em torno de R$ 295.980 numa conversão simples).

Leia Também:  Hyundai Creta 2022: veja as impressões do SUV compacto renovado

A DS já foi vendida no Brasil entre 2012 e 2017 e ofereceu os modelos DS3, DS4 e DS5, e apesar de registrar alguns modelos atuais no Brasil, não há sinais de um retorno ao nosso país.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA