Infraestrutura

Governo de Goiás autoriza início de mais duas obras do Fundeinfra

Serão investidos R$ 132 milhões na duplicação da GO-210, no perímetro urbano de Rio Verde e na pavimentação da GO-309, entre Cristalina e a divisa com Minas Gerais

Publicados

Restauração da GO-080: primeira obra executada com recurso Fundeinfra foi entregue em outubro. Foto: Lucas Diener/Secom

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra), autorizou o início de mais duas obras rodoviárias com investimentos de R$ 132 milhões do Fundo Estadual de Infraestrutura (Fundeinfra). Foram assinadas ordens de serviços para a duplicação da GO-210, no perímetro urbano de Rio Verde sentido Montividiu, e para a pavimentação da GO-309, de Cristalina até a ponte da divisa, em Unaí (Minas Gerais).

As empresas contratadas devem começar a mobilização de maquinário e preparação do canteiro para execução das frentes de trabalho logo após o período chuvoso. A duplicação da GO-210 terá 7,4 quilômetros de extensão e atenderá a uma demanda antiga dos produtores da região, já que o trajeto dá acesso a Tecnoshow Comigo – Feira de Tecnologia em Agronegócio. Além disso, as obras vão proporcionar mais desenvolvimento estratégico e auxiliar no fomento ao turismo.

Já a pavimentação da GO-309, entre Cristalina e a ponte da divisa, em Unaí (Minas Gerais), vai beneficiar tanto o Entorno do Distrito Federal quanto o Leste goiano. Ao todo 33,52 quilômetros receberão intervenções que vão garantir mais agilidade no transporte da produção regional, com destaque para os grãos. Os recursos do Fundeinfra são geridos pela Seinfra e as obras são executadas pela Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra), sob a supervisão da Infraestrutura.

Governo de Goiás assina ordens de serviço para início de mais duas obras escolhidas pelo setor produtivo. Foto: Alano Mota/Seinfra

Com a entrada de mais essas duas obras no trecho, o Fundeinfra já contabiliza cinco em execução e uma concluída – a restauração de 41 quilômetros da GO-080, de Goianésia a Barro Alto, entregue em outubro – além das rodovias que estão em fase de licitação dos projetos executivos de engenharia. “Em comparação com a trajetória de estados que têm fundos semelhantes ao nosso, considero um saldo positivo, sobretudo levando em conta que tivemos, efetivamente, menos de seis meses para trabalhar as obras em 2023, após a constituição do Conselho Gestor do Fundeinfra e a definição final da carteira de obras pelo setor produtivo, o que ocorreu em agosto”, avalia o secretário de Estado da Infraestrutura, Pedro Sales.

Leia Também:  Governo de Goiás desonera franquias e confecções

Existe um processo administrativo desde a definição de quais rodovias vão receber intervenções até chegar o maquinário ao trecho. “Para executarmos uma obra de infraestrutura rodoviária passamos por três processos licitatórios; o primeiro do projeto executivo, depois da obra em si e ainda da supervisora da obra, que é uma terceira empresa, imparcial, que fará o controle tecnológico do que está sendo realizado pela contratada”, pontua o secretário.

Carteira de obras

O Conselho Gestor do Fundeinfra já definiu 44 obras para serem executadas, que somam mais de R$ 3 bilhões e significam intervenções em mais de 1,5 mil quilômetros de rodovias. As escolhas das obras são de competência do setor produtivo em um processo partilhado com o Estado. “As decisões são tomadas por todos que compõem a comissão, como prefeitos, deputados e membros de todas as entidades de classe que contribuem com essa taxa. É assim que se governa”, ressalta o chefe do Executivo estadual.

Entre as obras que vão receber recursos do Fundeinfra, destacam-se a pavimentação de 49 quilômetros da GO-050, entre Jataí e Montividiu, no valor de R$ 103 milhões; pavimentação de 86 quilômetros da GO-178, de Itarumã até o trevo com a BR-364, que receberá investimentos de R$ 173 milhões; pavimentação de 61 quilômetros da GO-206, do entroncamento da GO-178 até a GO-184, em Itumirim, com destinação de R$ 137 milhões do fundo; além da pavimentação de 71 quilômetros da GO-411, de Paraúna até o entroncamento com a GO-174.

Leia Também:  Homem é preso por manter família em cárcere privado e maus tratos

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CONCURSO

Abertas as inscrições para o concurso da Polícia Penal de Goiás

Certame oferece 1,6 mil vagas, com salário inicial de R$ 5,9 mil; seleção exige diploma de nível superior.

Publicados

em

DGPP vai receber 1,6 mil novos policiais penais: inscrições para o concurso seguem abertas até 14 de agosto. Foto: DGPP

Estão abertas, a partir desta terça-feira (16), as inscrições para o concurso público que vai preencher 1,6 mil vagas para o cargo de policial penal em Goiás. O cadastro deve ser feito pelo site do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC), com taxa de R$ 150. Para concorrer ao cargo, o candidato deve ter diploma de nível superior, em qualquer área, registrado em instituição reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).  O salário inicial para o cargo é de R$ 5.971,42, para uma carga horária de 40 horas semanais.

O certame será conduzido pelo IBFC, sob coordenação da Secretaria de Estado da Administração (Sead), e os aprovados serão lotados na Diretoria-Geral de Polícia Penal (DGPP), órgão ligado à Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP). O exercício do cargo exige a realização de viagens e a prestação de serviços fora do expediente e do local de trabalho.

A seleção será dividida em sete fases: prova objetiva, prova discursiva, avaliação médica, avaliação de aptidão física, avaliação psicológica, avaliação de vida pregressa e investigação social e avaliação de títulos. Candidatos com deficiência também passarão por avaliação de equipe multiprofissional. A data provável da aplicação das provas objetiva e discursiva é 15 de setembro, nas cidades de Aparecida de Goiânia, Caldas Novas, Formosa, Goiânia, Goianésia, Itaberaí, Luziânia, Rio Verde e São Luís de Montes Belos.

Leia Também:  Agências do Vapt Vupt de Catalão e Cristalina têm serviços suspensos a partir desta segunda-feira (8); Campos Belos mantém interrupção das atividades presenciais

O período de inscrições vai até o dia 14 de agosto de 2024. O edital completo está disponível no portal do IBCF (www.ibfc.org.br) e no site da Sead – em Acesso Rápido / Concursos e Seleções.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA