Homem é preso em Minas Gerais por extorquir vítimas de roubos de veículos em Goiás

Publicados


Um homem foi preso no dia 13, no município de Chapada Gaúcha (MG), a cerca de 700 quilômetros de distância de Goiânia, por extorquir vítimas de roubos de veículos em Goiás. Conforme a Polícia Civil, Rodrigo Batista Guedes, de 31 anos, tinha acesso ao banco de dados da Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária do Estado de Goiás (SSPAP-GO) onde ficam registradas as ocorrências.

O suspeito era investigado pela Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (DERFRVA) em parceria com a SSPAP. As investigações mostraram que Rodrigo entrava em contato com as vítimas por meio dos contatos presentes no banco de dados e afirmava estar com os veículos roubados ou furtados. Então o homem ameaçava as pessoas dizendo que, se não lhe repassassem determinados valores, os automóveis seriam queimados.

De acordo com o delegado responsável pelas investigações, Dr. Gustavo Rigo, nas ocorrências há detalhes como os tipos de objetos levados junto com os automóveis. “Assim, ele ligava e descrevia outros objetos deixados no interior do carro, o que fazia a vítima acreditar que se tratava mesmo do veículo levado”, contou.

Leia Também:  Homem agredi delegada da polícia civil e resisti a prisão por ameaças a ex mulher

Gustavo contou que o suspeito pratica a extorsão há seis meses, quando adquiriu a senha do banco de dados público do Estado de Goiás por meio da internet. Segundo o delegado, é difícil mensurar quantas pessoas foram vítimas, pois esse crime é subnotificado, mas a PC trabalha com o dígito de centenas, sendo que muitas delas desembolsaram grandes quantidades de dinheiro na esperança de ter o seu veículo recuperado.

O delegado pontua que o crime não foi consequência de fragilidades no sistema da SSPAP. “Uma auditoria feita por funcionários da secretaria no próprio sistema possibilitou a descoberta de que fraudes estariam sendo cometidas usando o banco de dados. Nós cruzamos essas informações com as queixas prestadas em delegacias de todo Estado de pessoas que foram vítimas de extorsão do suposto ladrão”, conclui Gustavo.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

PLANTÃO POLICIAL

PC realiza prisão de três suspeitos de integrar associação criminosa especializada em furto e roubo de caminhões; Assista

Publicados

em

A Polícia Civil (PC) através da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (DERFRVA), prendeu preventivamente Johnny Lucio de Melo, Jailson Bernardes da Silva e Ginei do Carmo Pereira Junior, pelos crimes de furto qualificado mediante concurso de pessoa, roubo majorado com emprego de arma de fogo e associação criminosa.

Conforme a PC, foram identificados os seguintes crimes praticados por essa associação criminosa, sendo um furto de uma Scania, de cor branca, no dia 21 de abril de 2019 em Porangatu; um roubo de um Volvo em Itumbiara, no dia 29 de abril de 2019; um furto de M. Benz, de cor branca, na cidade de Itumbiara e Ford/Cargo, furtada em Goiânia, no dia 18 de julho de 2020.

Posteriormente, todos esses veículos roubados e furtados eram levados para um galpão localizado em Anápolis para adulteração de seus sinais de identificação, inclusive, o adulterador foi autuado em flagrante com uma carga roubada e um caminhão furtado naquela cidade. Todos os suspeitos possuem extensa ficha criminal pela prática de diversas outras infrações penais, como furtos, roubos, receptação e adulteração de sinais de veículos automotores.

Leia Também:  Ceres: PC realiza prisão de receptadores, traficantes e criminosos

As imagens dos suspeitos e as qualificações foram divulgadas para identificação de outras possíveis infrações penais, seguindo os ditames da Lei 13.869/2019 e Portaria 02/2020 – PCGO.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA