Itaberaí: Suçuarana é capturada após devorar mais de 30 galinhas

Publicados


O mistério do sumiço de galinhas de uma propriedade no assentamento da antiga Fazenda Santa Rosa, em Itaberaí, foi finalmente solucionado. A culpada por mais de 30 sucessivos “furtos”, uma onça-parda, foi capturada pelo proprietário dos animais com uma armadilha na última quarta-feira (14).

A suçuarana era uma fêmea, que, segundo o corpo de bombeiros, possui entre dois e três anos de idade e pesa 25 quilos, vinha se alimentando dos animais desde o fim de janeiro.

De acordo com o capitão Eduardo de Melo, que participou da captura, ao chegarem na propriedade, o desafio dos bombeiros era remover o animal da armadilha sem que isso representasse um risco para as pessoas e para a onça.

“Usamos uma ferramenta chamada pau de lobo, com a qual laçamos o animal e conseguimos arrastá-lo até a nossa grade. Felizmente, ninguém se feriu, incluindo a suçuarana”.

O animal foi conduzido para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) de Goiânia, onde irá passar por uma avaliação veterinária antes de ser devolvido à natureza.

Leia Também:  Falece Valter Melo, ex-prefeito de Ceres e ex-deputado estadual

 

Mistério solucionado

Segundo o bombeiro, antes que a onça tivesse sido capturada, moradores da região relatavam o sumiço de animais e o encontro de sangue e carcaças. “Eles pensavam que poderia ser uma jaguatirica, um gato do mato e até um quati. As suspeitas da onça iniciaram quando foram encontradas marcas de garras em uma árvore da propriedade”, observa.

Vizinho de frente da propriedade, Sebastião de Paula Chagas, foi testemunha dos prejuízos causados pela onça. “Ninguém sabia o que era, só que as galinhas estavam sumindo. Um dia, a esposa do proprietário viu um vulto pegando uma galinha e afirmou que era uma onça. Mas o bicho continuou pegando as galinhas até que o vizinho fez uma armadilha para pegar o que quer que fosse, acabou sendo uma onça mesmo”, revelou.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CONCURSO

Abertas as inscrições para o concurso da Polícia Penal de Goiás

Certame oferece 1,6 mil vagas, com salário inicial de R$ 5,9 mil; seleção exige diploma de nível superior.

Publicados

em

DGPP vai receber 1,6 mil novos policiais penais: inscrições para o concurso seguem abertas até 14 de agosto. Foto: DGPP

Estão abertas, a partir desta terça-feira (16), as inscrições para o concurso público que vai preencher 1,6 mil vagas para o cargo de policial penal em Goiás. O cadastro deve ser feito pelo site do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC), com taxa de R$ 150. Para concorrer ao cargo, o candidato deve ter diploma de nível superior, em qualquer área, registrado em instituição reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).  O salário inicial para o cargo é de R$ 5.971,42, para uma carga horária de 40 horas semanais.

O certame será conduzido pelo IBFC, sob coordenação da Secretaria de Estado da Administração (Sead), e os aprovados serão lotados na Diretoria-Geral de Polícia Penal (DGPP), órgão ligado à Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP). O exercício do cargo exige a realização de viagens e a prestação de serviços fora do expediente e do local de trabalho.

A seleção será dividida em sete fases: prova objetiva, prova discursiva, avaliação médica, avaliação de aptidão física, avaliação psicológica, avaliação de vida pregressa e investigação social e avaliação de títulos. Candidatos com deficiência também passarão por avaliação de equipe multiprofissional. A data provável da aplicação das provas objetiva e discursiva é 15 de setembro, nas cidades de Aparecida de Goiânia, Caldas Novas, Formosa, Goiânia, Goianésia, Itaberaí, Luziânia, Rio Verde e São Luís de Montes Belos.

Leia Também:  Falece Valter Melo, ex-prefeito de Ceres e ex-deputado estadual

O período de inscrições vai até o dia 14 de agosto de 2024. O edital completo está disponível no portal do IBCF (www.ibfc.org.br) e no site da Sead – em Acesso Rápido / Concursos e Seleções.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA