McLaren Senna GTR vira kit Lego Technic com 830 peças

Publicados


source
McLaren Senna GTR
Divulgação

McLaren Senna GTR vira kit da linha Lego Technic com 830 peças de montar com detalhes iguais ao do modelo original


A Lego e a fabricante britânica McLaren anunciam o lançamento de um kit do supercarro Senna GTR. Com 830 peças, faz parte da linha Technic, a mais tecnológica da fabricante dinamarquesa de brinquedos, que se caracteriza pela presença de uma série de componentes funcionais.


Voltado para pessoas com mais de 10 anos de idade, o McLaren Senna GTR é o primeiro modelo da marca britânica a ganhar um kit da linha Technic. Com 32 cm de comprimento, traz portas que se abrem e um sistema de direção funcional, além de um motor V8 com pistões que se movimentam como no carro de verdade, mas sem combustão.

Leia Também:  Veículo autônomo de quatro rodas promete mudar mobilidade urbana

O lançamento global do kit acontece em 1º de janeiro de 2021. Este não é o primeiro kit desenvolvido em parceria pelas duas empresas, que já deu origem a miniaturas dos modelos P1 , 720S e Senna , da linha Speed Champions.

Senna GTR real


Revelado como conceito no Salão de Genebra (Suíça), em março de 2018, o McLaren Senna GTR é uma variação do Senna voltada apenas para uso em pista. Com produção limitada a apenas 75 unidades, foi criada sem as amarras das regras para a homologação para uso em vias públicas. De acordo com os números da fabricante o supercarro acelera de 0 a 100 km/h em 2,5 segundos e pode atingir 337 km/h.

Isso faz do McLaren Senna GTR um carro de competição puro, sem airbags e itens como uma central multimídia. Além de um pacote aerodinâmico exclusivo, que fornece 1.000 kg de pressão aerodinâmica, o GTR real traz um motor 4.0 V8, de 825 cv, que funciona em conjunto com o câmbio automatizado de dupla embreagem, projetado para uso em competições, além de um conjunto de suspensão revisto.

Leia Também:  Mitsubishi Eclipse Cross fica menos polêmico na linha 2022
Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CARROS E MOTOS

Veja quanto custa rodar 500 km com os 5 carros mais vendidos no Brasil

Publicados

em


source

Um levantamento de preços feito pela empresa Ticket Log apontou que o litro de etanol no Brasil fechou novembro com preço médio de R$ 3,629. Aumento de 3% em relação ao mês anterior e 1,5% a mais do que em novembro de 2019.


Na divisão por estados, o maior preço registrado para o combustível vegetal foi o do Rio Grande do Sul, onde o valor médio na bomba é de R$ 4,323. Já o melhor preço foi o registrado em São Paulo, onde o etanol apresentou o preço de R$ 2,993 para o litro. Além de São Paulo, o álcool combustível foi o combustível mais vantajoso para o bolso apenas em mais quatro unidades federativas: Paraíba, Goiás, Mato Grosso e Minas Gerais.

Para ajudar o consumidor a fazer os cálculos, a reportagem do iG Carros fez a conta de quanto custa para rodar 500 km com um litro de etanol com os cinco carros de passeio mais vendidos atualmente no mercado brasileiro.

Foi considerado o preço do combustível em São Paulo e os dados de consumo das versões mais econômicas de cada modelo, segundo o Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular, do Inmetro .

Esses dados de consumo oficiais foram obtidos em testes de laboratório . No mundo real, os resultados podem variar de acordo com fatores como trânsito, carga do veículo e estilo de direção do motorista. Confira abaixo.

Leia Também:  Honda CRF 250L ganha novo motor  e vira CRF 300L na Europa

1 – Chevrolet Onix 1.0 – R$ 128 (estrada) e R$ 151 (cidade)

Chevrolet Onix LT
Divulgação

Novo Chevrolet Onix é o modelo mais vendido do Brasil e um dos mais econômicos disponíveis hoje em dia no País


A versão mais econômica do hatch compacto Chevrolet Onix está equipada com o motor 1.0 aspirado de três cilindros e até 82 cv, que sempre é combinado a um câmbio manual de seis marchas.

Capaz de rodar até 11,7 km/l (estrada) e 9,9 km/l (cidade) com etanol, está equipado com um tanque de 44 litros. O Onix 1.0 tem autonomia de 514,8 km no uso rodoviário e 435,6 km no uso urbano. O custo aproximado para rodar 500 km é de R$ 128 (estrada) e R$ 151 (cidade).

2 – Hyundai HB20 1.0 Sense MT – R$ 134,50 (estrada) e R$ 164,50 (cidade)

Hyundai HB20 1.0 Turbo
Divulgação

Hyundai HB20 1.0 Turbo também figura entre os mais procurados nas lojas depois que suas vendas deslancharam


As versões equipadas com o motor 1.0 aspirado de 80 cv e o câmbio manual de cinco marchas são as mais econômicas do compacto do Hyundai HB20 .

Capaz de rodar até 10,1 km/l (estrada) e 9,1 km/l (cidade) com etanol, está equipado com um tanque de 50 litros. O HB20 1.0 aspirado tem autonomia de 505 km no uso rodoviário e 455 km no uso urbano. O custo aproximado para rodar 500 km é de R$ 134,50 (estrada) e R$ 164,50 (cidade).

3 – Chevrolet Onix Plus LT – R$ 119,50 (estrada) e R$ 148 (cidade)

Chevrolet Onix Plus
Divulgação

Chevrolet Onix Plus: vetsão sedã do Onix é o modelo mais vendido do segmento hoje em dia, pelos dados da Fenabrave


A versão de entrada do Onix Plus , a 1.0 LT, usa o mesmo conjunto mecânico do Onix básico, composto pelo motor 1.0 aspirado de três cilindros e até 82 cv, combinado a um câmbio manual de seis marchas.

Leia Também:  Fã cria réplica funcional do Lancia Delta HF Integrale com 2,5 mil peças de Lego

Mas favorecido pela carroceria mais aerodinâmica, é capaz de rodar até 12,5 km/l (estrada) e 10,1 km/l (cidade) com etanol. Equipado com um tanque de 44 litros, o Onix Plus 1.0 tem autonomia de 550 km no uso rodoviário e 444,4 km no uso urbano. O custo aproximado para rodar 500 km é de R$ 119,50 (estrada) e R$ 148 (cidade).

4 – Volkswagen Gol 1.0 – R$ 148 (estrada) e R$ 164,50 (cidade)

Volkswagen Gol
Divulgação

VW Gol 2020: veterano da VW se mantém entre os mais vendidos até hoje no Brasil, mesmo depois de 40 anos do lançamento


O Volkswagen Gol 1.0 usa um motor 1.0 aspirado de três cilindros e até 84 cv, combinado a um câmbio manual de cinco marchas.

O hatch compacto é capaz de rodar até 10,1 km/l (estrada) e 9,1 km/l (cidade) com etanol. Está equipado com um tanque de 55 litros, que permite uma autonomia de 556 km no uso rodoviário e 501 km no uso urbano. O custo aproximado para rodar 500 km é de R$ 148 (estrada) e R$ 164,50 (cidade).

5 – Ford Ka 1.0 S:  R$ 138,50 (estrada) e R$ 161 (cidade)

Ford Ka
Roberto Assunção

Ford Ka tem um dos conjuntos mais bem acertados entre os hatches compactos mais em conta hoje em dia no Brasil


O Ka 1.0 usa em todas as versões um motor de três cilindros e até 85 cv, combinado a um câmbio manual de cinco marchas.

Ford Ka 1.0 é capaz de rodar até 10,8 km/l (estrada) e 9,3 km/l (cidade) com etanol . Está equipado com um tanque de 51 litros, que permite uma autonomia de 550,8 km no uso rodoviário e 474,3 km no uso urbano. O custo aproximado para rodar 500 km é de R$ 138,50 (estrada) e R$ 161 (cidade).

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA