Narjara Turetta posta foto com uísque e é julgada por seguidores no Instagram

Publicados


source
Narjara Turetta
Reprodução/Instagram

Narjara Turetta

Narjara Turetta, que virou podcaster e está confirmada no elenco da série “Maldivas”, da Netflix, protagonizada por Bruna Marquezine e Manu Gavassi, e no longa-metragem “Barão Hirsch — O Judeu de Quatro Irmãos”, do diretor Osnei de Lima, está sendo duramente criticada por postar uma foto na rede social em que aparece segurando uma garrafa de uísque raro. “Minha incrível experiência hoje foi com Johnnie Walker Blue Label, uau! Que delícia! Jamais esquecerei!”, destacou a veterana.

No entanto, muitos seguidores não viram a publicação com bons olhos. “Falar que tomar uísque, seja lá de que marca for, foi uma ‘incrível experiência’ e que você jamais vai esquecer não tem nada de positivo. Estímulo ao consumo de álcool é o tipo de informação desnecessária para o mundo”, reclamou uma. Já outra saiu em defesa da artista: “Algumas pessoas perderam o senso de ponderação. A mulher é madura e fez o post porque tomou algo com amigos e gostou e, ainda sim, ter que ler esse monte de julgamentos, pelo amor”.

Após a repercussão, Narjara, que daqui a quatro meses vai completar cinco décadas de carreira, fez questão de usar o Instagram Stories para mandar um “vamos parar com a hipocrisia e o falso moralismo?” aos que se colocaram contrários. Antes, porém, apresentou nomes de atrizes e celebridades que fazem publicidade de marcas de bebidas alcoólicas. “Você sabia que a Mariana Ximenes é a embaixadora desse uísque aqui no Brasil e que a Manu Gavassi é a de uma marca de gin, sabia?”, questionou. Ai, ai. 

Fonte: IG GENTE

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ENTRETENIMENTO

Imprensa repercute morte do jornalista Aloy Jupiara, vítima da Covid-19

Publicados

em


source
Aloy Jupiara
Reprodução

Aloy Jupiara


Desde a madrugada e ao longo de toda terça-feira (13), veículos de TV, rádio e mídia online repercutiram a morte do jornalista Aloy Jupiara. Aos 56 anos de idade, o editor-chefe do jornal O Dia foi uma das vítimaa da Covid-19.

Aloy estava internado desde o dia 29 de março na unidade de terapia intensiva do Hospital São Francisco, na Tijuca, Zona Norte do Rio.

Além do cargo no jornal O Dia, Aloy Jupiara era conhecido por ser autor dos livros “Os Porões da Contravenção” e “Deus Tenha Misericórdia Dessa Nação”, ambos em parceria com o jornalista Chico Otavio.

No jornal O Globo, Aloy participou do júri do prêmio Estandarte de Ouro e era membro do Conselho Deliberativo do Museu do Samba. Ele participou também da elaboração do dossiê ‘Matrizes do samba no Rio de Janeiro’, para registro do samba como patrimônio cultural do Brasil.

O jornalista foi lembrado em vários programas de várias emissoras, entre elas Globo, GloboNews, TV Brasil e rádio CBN. Veja um pequeno compilado da repercussão:


Fonte: IG GENTE

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA