Novo sistema extingue uso de papel no licenciamento ambiental

Publicados


Um novo sistema de licenciamento torna todo o processo online. Trata-se de mais um item desenvolvido pela equipe de tecnologia da informação da Secima, dentro da Plataforma Weblicenças. Agora, todas as etapas, de todos os processos, serão feitas exclusivamente via internet, desde o requerimento, a retirada do boleto para pagamento de taxas e inserção de documentos, até a análise e a concessão da licença.

A medida visa atender aos conceitos ambientais e de probidade administrativa, uma vez que, a partir do momento em que todas as etapas só ocorrerão online. Com o novo sistema, o andamento dos processos ganhará rapidez, evitará fraudes em documentos e a inserção de processos incompletos; trará uniformidade à análise e tornará toda ação impessoal, evitando o contato entre o consultor e o analista.

A medida também evita que o empreendedor tenha que ir até a secretaria, garantindo economia no uso combustível, papel e tinta.

Para a superintendente de Licenciamento e Qualidade Ambiental da Secima, Gabriela de Val Borges, o novo sistema se assemelha ao utilizado pelo Judiciário. A superintendente informa ainda que um novo manual de licenciamento ambiental, descrevendo os direitos e deveres que cabem aos analistas, consultores e empreendedores. Os testes já começaram e o sistema deverá estar disponível ao público no final de janeiro.

Leia Também:  Concurso da Polícia Civil tem prova para papiloscopista neste domingo (08)

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CONCURSO

Abertas as inscrições para o concurso da Polícia Penal de Goiás

Certame oferece 1,6 mil vagas, com salário inicial de R$ 5,9 mil; seleção exige diploma de nível superior.

Publicados

em

DGPP vai receber 1,6 mil novos policiais penais: inscrições para o concurso seguem abertas até 14 de agosto. Foto: DGPP

Estão abertas, a partir desta terça-feira (16), as inscrições para o concurso público que vai preencher 1,6 mil vagas para o cargo de policial penal em Goiás. O cadastro deve ser feito pelo site do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC), com taxa de R$ 150. Para concorrer ao cargo, o candidato deve ter diploma de nível superior, em qualquer área, registrado em instituição reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).  O salário inicial para o cargo é de R$ 5.971,42, para uma carga horária de 40 horas semanais.

O certame será conduzido pelo IBFC, sob coordenação da Secretaria de Estado da Administração (Sead), e os aprovados serão lotados na Diretoria-Geral de Polícia Penal (DGPP), órgão ligado à Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP). O exercício do cargo exige a realização de viagens e a prestação de serviços fora do expediente e do local de trabalho.

A seleção será dividida em sete fases: prova objetiva, prova discursiva, avaliação médica, avaliação de aptidão física, avaliação psicológica, avaliação de vida pregressa e investigação social e avaliação de títulos. Candidatos com deficiência também passarão por avaliação de equipe multiprofissional. A data provável da aplicação das provas objetiva e discursiva é 15 de setembro, nas cidades de Aparecida de Goiânia, Caldas Novas, Formosa, Goiânia, Goianésia, Itaberaí, Luziânia, Rio Verde e São Luís de Montes Belos.

Leia Também:  Concurso da Polícia Civil tem prova para papiloscopista neste domingo (08)

O período de inscrições vai até o dia 14 de agosto de 2024. O edital completo está disponível no portal do IBCF (www.ibfc.org.br) e no site da Sead – em Acesso Rápido / Concursos e Seleções.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA