Prefeitura aplica multas em bares do Leblon, no Rio, por aglomeração

Publicados


A Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) do Rio de Janeiro, aplicou, neste fim de semana, 11 multas em bares e restaurantes da Rua Dias Ferreira, no Leblon, na zonal sul da cidade, por aglomeração e funcionamento em desacordo com as normas de prevenção da covid-19.

As autuações foram feitas durante ações conjuntas integradas pela pasta para fiscalizar os estabelecimentos e entornos entre a noite de sexta-feira (16), e a madrugada de sábado (17), e a noite de sábado e a madrugada deste domingo (18).

A força-tarefa, que reuniu agentes da Subsecretaria de Operações e da coordenadoria de reboques da Seop, guardas municipais e fiscais da Secretaria Municipal de Fazenda, também vistoriou o comércio ambulante, apreendendo 140 itens, incluindo bebidas alcoólicas. Foram aplicadas ainda 34 infrações de trânsito, com dois veículos removidos por estacionamento irregular.

Desde o início das ações de combate à pandemia, em 18 de março, a prefeitura informou que a Seop integrou mais de 698 operações conjuntas, que resultaram em 38.838 estabelecimentos fiscalizados em toda a cidade. Desde 31 de março, a pasta também atendeu, por meio do Disk Aglomeração, 11.463 ocorrências.

Leia Também:  Bolsonaro sanciona lei que amplia uso de assinatura digital

Edição: Graça Adjuto

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

GERAL

Senador Arolde de Oliveira morre em decorrência da covid-19

Publicados

em


O senador Arolde de Oliveira (PSD-RJ) morreu nesta quarta-feira (21) em decorrência de complicações decorrentes da covid-19. A informação foi divulgada pela família no Twitter do senador.

Segundo a postagem, Arolde de Olivera morreu “vítima de covid e como consequência a falência dos órgãos”. O senador pegou a covid-19 em setembro e precisou ser internado no início de outubro.

O senador tinha 83 anos e era engenheiro e economista. Antes de se eleger senador pelo Rio de Janeiro, foi deputado federal por nove mandatos. Ele também foi secretário de Transportes do Rio de Janeiro durante entre 2002 e 2008, durante a gestão do prefeito César Maia.

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, soltou uma nota de pesar pela morte de Arolde de Oliveira. Segundo a nota, Arolde de Oliveira trouxe ao Senado “a experiência legislativa, o supreendente porder de comunicação e o exemplo de sua conduta afetuosa e cordata.”

Leia Também:  Virada Sustentável promove intervenções sobre descarte de resíduos

“Um dia triste para esta Casa. Um dia triste para os seus eleitores, admiradores, amigos e, especialmente, os seus familiares”, diz Alcolumbre na nota.

Alcolumbre decretou luto oficial no Senado em homenagem à memória do senado Arolde de Oliveira.

Edição: Fábio Massalli

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA