Que tal um Lamborgini feito com 400 mil peças de Lego?

Publicados


source
Lamborghini Sián FKP 37: luzes de LED para seguir o significado do nome do supercarro da marca italiana
Divulgação

Lamborghini Sián FKP 37: luzes de LED para seguir o significado do nome do supercarro da marca italiana

A Lamborghini e a Lego mostram o resultado de um belo trabalho. Trata-se da réplica do supercarro Sián FKP 37 feita com 400 mil peças de brinquedo que levaram nada menos que 8.660 horas para serem montadas com perfeição com ajuda de profissionais altamente capacitados e até computação gráfica.

O modelo tem 4,9 metros de comprimento por 2,1 m de largura e 1,13 m de altura, ou seja, as mesmas dimensões do raro Lamborghini Sián FKP 37 . Para atingir a perfeição, a Lego projetou as peças, assim como chegou a fazer com outros supercarros que chamam atenção.

O superesportivo original, da marca italiana de Sant´Ágata Bolognese vem com sistema de propulsão híbrido, o primeiro da história da fabricante. Conta com um V12 6.5 aspirado que funciona com outro motor elétrico. Obviamente, o conjunto não foi incluído na réplica , mas há uma serie de outros itens, como volante, painel, bancos e todos os detalhes possíveis, inclusive os logos.

Foto: Divulgação

Leia Também:  Volkswagen Gol fecha 2020 como o carro mais emplacado pelas locadoras

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

O Lamborgini feito de Lego tem 154 tipos de peças diferentes e apenas 20 delas foram fabricadas especialmente para este projeto, cujo estilo foi baseado na miniatura de 1: 18 que foi lançada pela marca de brinquedos em junho de 2020. E teve pintura com tinta com proteção contra raios UV que contou com a colaboração da linha de montagem marca italiana para ser aplicada.


Como o próprio nome do Lamborghini diz, Sián significa luz, flash. Portanto, não poderia faltar um efeito iluminado seguindo o mesmo desenho do Sián FKP 37 original, que vem com luzes diurnas de LED no para-choque dianteiro. Além disso, também fizeram as lanternas traseiras se acenderem, o que torna o projeto ainda mais especial.

Leia Também:  Conheça 12 carros da Nissan que mostram a evolução dos elétricos
Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CARROS E MOTOS

Lamborghini prepara eletrificação de seus supercarros

Publicados

em


source
O carro-conceito Terzo Millennio será a base do primeiro modelo totalmente elétrico da Lamborghini
Divulgação

O carro-conceito Terzo Millennio será a base do primeiro modelo totalmente elétrico da Lamborghini

Enquanto no Brasil os carros elétricos não decolam, na Europa até os supercarros tornam-se eletrificados. A Lamborghini, montadora do grupo VW, acaba de anunciar as versões híbridas (gás-elétricas) dos modelos Aventador, Huracán, Urus e Siián que chegarão até 2025. Em seguida, ela terá seu primeiro modelo totalmente elétrico, baseado no conceito Terzo Millennio.



“Com certeza, vamos oferecer torque, aceleração e uma nova experiência de dirigir. É isso que os nossos clientes mais valorizam em nossos modelos, resume o CEO da Lamborghini, Stephan Winkelmann.

Modelos como o Urus , o mais vendido na história da Lamborghini, começam como 50% da linha como uma versão híbrida movida por gás e bateria elétrica. Também terá uma versão totalmente elétrica até o fim desta década.

O Urus é o modelo mais vendido da Lamborghini e será o primeiro a ter uma versão híbrida gás-elétrica
Divulgação

O Urus é o modelo mais vendido da Lamborghini e será o primeiro a ter uma versão híbrida gás-elétrica

Sobre o elétrico, o Terzo Millennio foi projetado em colaboração com o Instituto de Tecnologia de Massachusetts, dos Estados Unidos. “O carro-conceito é um baú de ideias futuristas”. Ele usará supercapacitores para substituirem as baterias de íons de lítio padrão e terá um processo de auto-reparo para ajudar a prevenir rachaduras no corpo do veículo”.

Leia Também:  Novo Honda Civic 2022 começa a ser vendido nos EUA

Você viu?

Segundo a montadora, entre as vantagens de seu sistema de propulsão elétrica está a possibilidade de alimentar os componentes por meio do uso de cabos. Essa tecnologia possibilitará gerar torque diretamente nas rodas, aumentando o nível de força exigido por um supercarro esportivo com tração nas quatro rodas.

A adoção do sistema de transmissão elétrico também exigirá a criação de uma nova assinatura de som para substituir a famosa do motor V12 atual. O Terzo Millennio terá um “design visionário como expressão de uma tecnologia completamente nova, incorporando aerodinâmica e arquitetura avançadas”.

O Siàn tem uma produção limitada e será uma opção de híbrido mais cara da linha de supercarros
Divulgação

O Siàn tem uma produção limitada e será uma opção de híbrido mais cara da linha de supercarros


A Lamborghini planeja investir US$ 1,8 bilhão na transformação dos híbridos e elétricos. Não é para menos: a competição dos supercarros estará acirrada com os novos modelos elétricos da Ferrari , da Aston Martin , entre outros, chegando nos próximos anos.

“É muito importante manter um crescimento que seja sustentável e que leve em consideração as necessidades do planeta. Mas também devemos mantermos em linha com o sonho dos nossos clientes de ter um carro superesportivo que seja eficiente”, diz o executivo da Lamborghini . A empresa tem como meta uma redução de 50% em suas emissões de CO2 até o início de 2025.

Leia Também:  Halo encomenda 200 táxis voadores do Brasil para EUA e Reino Unido
Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA