Queen: o dia em que Adam Lambert quase foi reprovado com “Bohemian Rhapsody”

Publicados


source

The Music Journal Brazil

undefined
Redação

Queen: o dia em que Adam Lambert quase foi reprovado com “Bohemian Rhapsody”

Hoje seria praticamente impossível imaginar um artista como Adam Lambert ser reprovado em um reality show . Mas isso quase aconteceu em 2009.

Na primeira audição de Adam Lambert para o Idols , os jurados do programa de TV tiveram dúvida se deveriam mandá-lo para a próxima rodada.

Adam, que no futuro estaria na frente de grandes plateias como vocalista de uma das maiores bandas de todos os tempos, o Queen, esperou o veredito final de quatro jurados do Idols na esperança que seu sonho se realizasse.

Aos 27 anos , ela estava na frente de Simon Cowell, Randy Jackson, Paula Abdul e Kara DioGuardi.

Simon , o mais contundente de todos, já teria avaliado que a performance de Adam era “teatral demais”.

Era natural: Lambert carregava em sua bagagem, uma grande experiência em teatro musical.

Mas o destino decidiu no Adam Lambert que ele é hoje.

Leia Também:  Record gera climão entre apresentadores por motivo financeiro

Confira:

Fonte: IG GENTE

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ENTRETENIMENTO

“Alok é um cara que sempre confiou em mim”, diz diretor Gabriel Twardowski

Publicados

em


source
Gabriel Twardowski e Alok
Divulgação

Gabriel Twardowski e Alok


Com a repercussão de seus trabalhos para Amazon Prime Video, Volkswagen e outros, o diretor Gabriel Twardowski , de 24 anos, ganhou notoriedade, principalmente, pela autenticidade e pela maneira descontraída de divulgá-los nas redes sociais. Mais do que isso: acabou se colocando como um profissional que transita entre diferentes linguagens, chamando atenção de ninguém mais, ninguém menos do que o goiano Alok , um dos DJs mais respeitados e um dos maiores produtores da atualidade.

Procurado pelo iG Gente , ele falou um pouco mais sobre a parceria. “O Alok é um cara que sempre confiou em mim e no que acreditei para aplicar nos vídeos. Até já cheguei a assumir o Instagram Stories dele para dar um olhar mais descontraído por lá durante as turnês e conseguir humanizá-lo para os fãs que só podem vê-lo nos shows”, comentou Gabriel, pouco antes de ressaltar que “a ideia para as publicações sempre parte de um dos lados, e, em seguida, vamos lapidando-a juntos”.

Gabriel Twardowski e Alok
Divulgação

Gabriel Twardowski e Alok


Por fim, detalhou como costuma agir na hora de tocar um projeto. “Quando chega um filme para mim, busco ir atrás de referências que não tenham a ver com o formato do material, por exemplo, quando preciso fazer um clipe para o Alok, não busco menções em outros vídeos de música eletrônica. A ideia boa pode estar em um livro abandonado da nossa estante”, pontuou, fazendo jus ao conceito de que criatividade e inovação são competências cada vez mais buscadas e estimuladas no ambiente corporativo.

Leia Também:  Anitta rebate jornalista sobre o caso Mari Ferrer: "Coitada da sua filha"
Fonte: IG GENTE

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA