Série de TV vai mostrar atrativos turísticos da Via Liberdade

Publicados

A maior rota turística do Brasil vai ser o tema de uma série de televisão que está sendo produzida pela Rede Minas, em parceria com a TV Brasil. O programa Rotas da Liberdade terá 13 episódios e vai mostrar alguns dos principais atrativos da Via Liberdade, uma rota turística recém-inaugurada que percorre a BR-040, rodovia que liga o Rio de Janeiro a Brasília.

A maior parte da Via Liberdade está no estado de Minas Gerais, e, por isso, o programa está sendo produzido pela Empresa Mineira de Comunicação. A EBC e a TV Brasil também vão produzir episódios com os atrativos turísticos localizados no Rio de Janeiro, em Goiás e no Distrito Federal.

Série de TV destaca atrativos de rota turística que liga RJ a DF Série de TV destaca atrativos de rota turística que liga RJ a DF

Série de TV destaca atrativos de rota turística que liga RJ a DF – Divulgação Via Liberdade

O diretor de Conteúdo e Programação da Empresa Mineira de Comunicação, Ike Yagelovic, destacou que o programa Rotas da Liberdade vai ser inspirado no bicentenário da Independência do Brasil.

“Como primeiro episódio, nós já estamos gravando o piloto, vai ser na cidade de Ouro Preto, um dos berços da luta pela liberdade no país. A gente vai trabalhar também alguns distritos de Ouro Preto, uma vila histórica como São Bartolomeu que tem fabricação de doces caseiros e a própria cidade que tem as suas minas.”

Leia Também:  PF investiga compra de ventiladores pulmonares pelo Consórcio Nordeste

A Via Liberdade, que é a grande estrela do programa, oferece aos turistas a oportunidade de conhecer desde municípios históricos, como Ouro Preto e Congonhas; até cidades marcadas pela arquitetura moderna, como Pampulha e Brasília. A paisagem natural oferece os mais diversos passeios e aventuras em cenários como o Rio São Francisco e a Serra do Espinhaço.

Série de TV destaca atrativos de rota turística que liga RJ a DF Série de TV destaca atrativos de rota turística que liga RJ a DF

Série de TV destaca atrativos de rota turística que liga RJ a DF – Divulgação Via Liberdade

O decreto da Rota Via Liberdade foi assinado no fim de abril, em Belo Horizonte. Na ocasião, o secretário de Cultura e Turismo de Minas Gerais, Leônidas de Oliveira, ressaltou que essa iniciativa vai dar um destaque ainda maior às atividades turísticas no interior do Brasil.

“A concentração de cidades no litoral permanece também no turismo. O Brasil se mostra para fora como um país de praia e sol. Quando nós lançamos uma via de aventura, natureza e turismo cultural, nós queremos dizer para o Brasil e para o mundo: nós temos história, cultura, gastronomia, nós temos um interior pulsante que é a própria vida e significado do país na sua forma mais ampla.”

Leia Também:  Prédio de instituto cultural em SP recebe obra de artista suíço

O programa Rotas da Liberdade, com os atrativos do roteiro turístico, tem previsão de estreia na Rede Minas e na TV Brasil em agosto deste ano.

Ouça na Radioagência Nacional:

Edição: Lílian Beraldo

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

GERAL

Ibama aplicou 3.800 autos de infração contra desmatamento este ano

Publicados

em

Nos primeiros quatro meses deste ano, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) realizou 3.800 autos de infração, arrecadando mais de R$ 280 milhões em multas contra o desmatamento na Amazônia. Os dados foram repassados pelo diretor de Proteção Ambiental do Ibama, Samuel Vieira de Souza, ao programa A Voz do Brasil nesta segunda-feira (23).

Segundo Souza, no ano passado, o órgão realizou mais de 11.500 ações de fiscalização. Desse total, 3.800 ações foram contra o desmatamento dentro do bioma amazônico. Foram 9.162 autos de infração e mais de R$ 163 bilhões em multas.

Hoje, o Ibama atua com prioridade nos estados do Pará, sul do Amazonas, Rondônia e norte do Mato Grosso. “São essas áreas hoje, esse arco do desmatamento que nós procuramos efetivar nossas ações para combater mais efetivamente o desmatamento”.

O Ibama também atua em outras frentes de trabalho como tráfico de flora e fauna, biopirataria e a pesca ilegal.

Para aumentar a fiscalização, no segundo semestre, o órgão deve receber mais 500 servidores aprovados em concurso. Além disso, o Ibama também adquiriu novos sistemas de monitoramento. “Não adianta nós chegarmos na área que foi desmatada. Nós temos de chegar na área que o desmatamento está começando e cancelar a sua projeção. Chegar numa área que já está desmatada apenas para autuar, embargar, não é o objetivo da fiscalização ambiental”, disse.

Leia Também:  Registros de óbitos crescem 40% no 1º trimestre de 2021 no Brasil

Para este ano, o Ibama terá um aporte de R$ 198 milhões para ações de combate ao desmatamento e prevenção de incêndios florestais.

Souza falou também sobre o PrevFogo, que atua no combate aos incêndios florestais em áreas federais. Para este ano há a contratação de quase 1.800 brigadistas, a maioria indígenas ou assentados.  “Que são contratados no local, treinados no local estão ali prontos para efetuar o primeiro combate aos incêndios florestais dentro daquela área, ou seja, é a primeira linha de frente”, disse Souza.

Veja o programa aqui:

Edição: Fábio Massalli

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA