SP: plano amplia número de leitos exclusivos para covid-19

Publicados


Começou a vigorar na capital paulista, nessa quinta-feira (13), o Plano de Contingência Hospitalar, com reserva de leitos exclusivos para tratamento de pacientes com covid-19, que passam para 1.110. As acomodações são nos hospitais municipais Tide Setúbal, Waldomiro de Paula, Brasilândia, Guarapiranga, Parelheiros, Cachoeirinha, Menino Jesus e Professora Lydia Storópoli.

O plano inclui ampliação do horário de funcionamento, das 19h para 22h, a partir de segunda-feira (17), de 33 assistências médicas ambulatoriais (AMAs), unidades básicas de Saúde (UBSs), e AMAs/UBSs Integradas. Mais seis unidades, que atendem hoje durante 12 horas, passam a funcionar 24 horas. Também serão montadas 23 tendas para acolher a população nas unidades do município.

De acordo com informações da prefeitura, todos os parceiros já receberam autorização para contratação de médicos e equipes de enfermagem a fim de atender ao aumento de demanda nas unidades de Atenção Básica, a critério das coordenadorias regionais de Saúde (CRSs). Os profissionais ligados às organizações sociais de Saúde (OSSs), iniciarão o cronograma de pagamento de horas extras de 2021 em duas etapas – metade no primeiro trimestre e a outra metade no segundo.

Leia Também:  Covid-19: Brasil tem 611,4 mil mortes e 21,96 milhões de casos

“Os profissionais da administração direta, que iniciam o atendimento aos sábados, terão horas extras pagas juntamente com os salários. As OSSs estão autorizadas a comprar medicamentos e insumos de forma emergencial’, diz a prefeitura.

Está previsto para segunda-feira (17) o início da vacinação de crianças de 5 a 11 anos com comorbidades ou deficiência física. Os pais terão de apresentar atestado médico, receita ou exames que comprovem a condição. A vacinação também estará disponível para crianças indígenas da mesma faixa etária.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido, a cidade deverá receber hoje 60 mil doses de vacinas, que serão prontamente distribuídas às UBSs, responsáveis pela vacinação. “Iniciamos um novo passo na campanha de vacinação, com o atendimento às crianças. À medida que recebermos novas doses, abriremos a vacinação por faixa etária para que todas possam ser atendidas”, afirmou.

Edição: Graça Adjuto

Fonte: EBC Saúde

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

SAÚDE

Covid-19: Brasil registra 23 milhões de casos e 621 mil mortes

Publicados

em

 

O número de mortes por covid-19 no Brasil subiu para 621.045. Em 24 horas, foram registradas 74 mortes.

Já o total de pessoas infectadas pelo novo coronavírus desde o início da pandemia chegou a 23.000.657. Em 24 horas, foram confirmados pelas autoridades sanitárias 24.934 novos casos.

Os dados estão na atualização diária do Ministério da Saúde, divulgada na noite deste domingo (16). O balanço é produzido a partir de informações fornecidas pelas secretarias estaduais de saúde.

Há, ao todo, 710.670 pessoas com casos ativos da doença em acompanhamento por profissionais de saúde e 21.668.942 pacientes já se recuperaram.

Estados

Na lista de estados com mais mortes estão São Paulo (155.729), Rio de Janeiro (69.585), Minas Gerais (56.810) e Paraná (40.933). As unidades da Federação com menos óbitos são Acre (1.854), Amapá (2.030), Roraima (2.078) e Tocantins (3.967).

Em número de casos, São Paulo também lidera (4.500.516), seguido por Minas Gerais (2.349.381), Paraná (1.699.378) e Rio Grande do Sul (1.581.887).

Leia Também:  Reajustes de planos de saúde voltam a ser pagos em janeiro

covid_16.01covid_16.01

covid_16.01 – 16/01/2022/Divulgação/ Ministério da Saúde

Edição: Paula Laboissière

Fonte: EBC Saúde

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA