Talles Barreto instala CPI para investigar faculdades irregulares em Goiás

Publicados


O deputado estadual Talles Barreto (PSDB)  instalou na tarde desta quarta-feira (21), na Assembleia Legislativa de Goiás, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Universidades para investigar possíveis irregularidades no funcionamento de faculdades particulares do Estado de Goiás. A iniciativa se deu por meio de denúncias que chegaram até o parlamentar através do Conselho Estadual de Educação (CEE) e do Sindicato das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos de Educação Superior do Estado de Goiás (Semesg) sobre a expedição de diplomas universitários de cursos irregulares.

Na reunião da CPI foi definido Talles Barreto na presidência dos trabalhos, Humberto Aidar (PT) como vice-presidente e Simeyzon Silveira (PSC) na relatoria, atendendo pedido do parlamentar diante a relevância do tema para a sociedade. A próxima reunião da sessão foi marcada para o começo do mês de abril e um canal de comunicação para denúncias também será criado para que as pessoas atingidas enviem suas reclamações. 

Leia Também:  Aylton Flávio Vechi é nomeado como procurador-geral do MPGO

 Segundo o presidente, o intuito é investigar os cursos irregulares que atuam sem certificação, levantar o quantitativo além de esclarecer à sociedade. “A prática (destas instituições) vai muito além de enganar os alunos como forma de atraí-los gerando expectativa de possuir um curso de ensino superior, além do prejuízo de ordem financeira, que também é causado”, afirmou Talles Barreto.

As instituições operam sem autorização do Ministério da Educação (MEC) e desse modo cometem crimes de propaganda enganosa, estelionato, fraude, falsificação de documento público e associação criminosa.

Lívio Luciano (MDB), Jean Carlo (PHS), Lincoln Tejota (PSD), Luís César Bueno (PT) e Wagner Siqueira (MDB) também integram os trabalhos da comissão. Estiveram presentes, representando o Semesg, a secretária executiva Regina Ster e o assessor jurídico José do Carmo e o vice-presidente do CEE, Flávio Roberto de Castro.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CONCURSO

Abertas as inscrições para o concurso da Polícia Penal de Goiás

Certame oferece 1,6 mil vagas, com salário inicial de R$ 5,9 mil; seleção exige diploma de nível superior.

Publicados

em

DGPP vai receber 1,6 mil novos policiais penais: inscrições para o concurso seguem abertas até 14 de agosto. Foto: DGPP

Estão abertas, a partir desta terça-feira (16), as inscrições para o concurso público que vai preencher 1,6 mil vagas para o cargo de policial penal em Goiás. O cadastro deve ser feito pelo site do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC), com taxa de R$ 150. Para concorrer ao cargo, o candidato deve ter diploma de nível superior, em qualquer área, registrado em instituição reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).  O salário inicial para o cargo é de R$ 5.971,42, para uma carga horária de 40 horas semanais.

O certame será conduzido pelo IBFC, sob coordenação da Secretaria de Estado da Administração (Sead), e os aprovados serão lotados na Diretoria-Geral de Polícia Penal (DGPP), órgão ligado à Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP). O exercício do cargo exige a realização de viagens e a prestação de serviços fora do expediente e do local de trabalho.

A seleção será dividida em sete fases: prova objetiva, prova discursiva, avaliação médica, avaliação de aptidão física, avaliação psicológica, avaliação de vida pregressa e investigação social e avaliação de títulos. Candidatos com deficiência também passarão por avaliação de equipe multiprofissional. A data provável da aplicação das provas objetiva e discursiva é 15 de setembro, nas cidades de Aparecida de Goiânia, Caldas Novas, Formosa, Goiânia, Goianésia, Itaberaí, Luziânia, Rio Verde e São Luís de Montes Belos.

Leia Também:  Governo de Goiás entrega 717 casas a custo zero em 2023

O período de inscrições vai até o dia 14 de agosto de 2024. O edital completo está disponível no portal do IBCF (www.ibfc.org.br) e no site da Sead – em Acesso Rápido / Concursos e Seleções.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA