Torcedor do Atlético é preso por injúria racial contra zagueiro do Paraná

Publicados


A Polícia Militar (PM) prendeu, durante o jogo entre Atlético e Paraná nesta sexta-feira (15), um torcedor do Atlético suspeito de cometer injúria racial contra o zagueiro Eduardo Bauermann, do time paranaense.

Segundo a Polícia Civil (PC), o suspeito xingou o atleta e fez gestos imitando um macaco direcionados a ele após o atacante Pedro Raul perder um pênalti no segundo tempo.

Bauermann, como relata o boletim de ocorrência, procurou a PM e deu queixa. Com a ajuda de testemunhas, os policiais encontraram o homem e prenderam-no.

O suspeito, o jogador e algumas testemunhas foram à Central de Flagrantes da capital. O homem acusado de injúria racial ficou em silêncio durante o depoimento.

O torcedor foi autuado pelo crime de injúria racial, previsto no artigo 140 do Código Penal. Em caso de condenação, pode pegar até três anos de prisão. A polícia estipulou fiança no valor de R$ 3 mil, mas como ele não teve como pagar, permanece preso.

O Dragão divulgou nota repreendendo o caso.

“O Atlético Clube Goianiense repudia casos de racismo em qualquer esfera, principalmente no futebol, que é o campo onde o clube está diretamente envolvido. O atleta Eduardo Bauermman foi jogador do Atlético em 2017 e honrou a camisa do clube. Esperamos que o caso seja investigado e o criminoso responsabilizado pelo acontecimento. Durante a semana o clube irá estudar formas de punir qualquer pessoa que pratique atos de racismo e/ou homofobia dentro das dependências do Estádio Antônio Accioly. O Atlético se reconhece como clube de TODAS as famílias”.

Jornal do Vale, desde 1975 – www.jvonline.com.br

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Em Goianésia, homem é preso após descumprir medidas protetivas
Propaganda

PLANTÃO POLICIAL

PRF apreende carga irregular de combustível avaliada em cerca de R$ 400 mil

Cada veículo transportava 60 mil litros de combustível, e apresentaram documentação fiscal inidônea, indicando suspeita de fraude no recolhimento de impostos ao Estado

Publicados

em

A Policia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 120 mil litros de etanol, na noite desta segunda-feira (12), na BR 153, em Jaraguá. A carga estava em dois caminhões bitrem e está avaliada em cerda de R$ 400 mil.

Os caminhões trafegavam juntos pela rodovia quando foram parados pela PRF na unidade de Jaraguá. Cada veículo transportava 60 mil litros de combustível, e apresentaram documentação fiscal inidônea, indicando suspeita de fraude no recolhimento de impostos ao Estado.

Os motoristas alegaram a PRF que carregaram em Paulínia, no interior paulista, e o combustível seria descarregado em Piripiri, no Piauí.

As carretas foram escoltadas pela PRF na noite desta segunda-feira, até Goiânia, na sede da Secretaria de Economia (SECON-GO), que ficará responsável pela aplicação das penalidades tributárias cabíveis, que podem chegar a R$ 100 mil.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Ladrões de combustíveis são presos em operação da Polícia Civil
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA