Educação

UFG abre processo seletivo para preenchimento de 890 vagas remanescentes

Inscrições, que são gratuitas, podem ser feitas de 9 de novembro a 7 de dezembro no Portal do(a) Candidato(a) da instituição.

Publicados

A Universidade Federal de Goiás (UFG) lançou o edital do processo seletivo para preenchimento de vagas remanescentes nos cursos de graduação presenciais dos Câmpus da Região Metropolitana de Goiânia (Aparecida de Goiânia, Colemar Natal e Silva e Samambaia) e Câmpus Goiás. São 890 vagas em 101 cursos diferentes, com ingresso no primeiro e segundo semestres letivos de 2023. As inscrições, que são gratuitas, podem ser feitas de 9 de novembro a 7 de dezembro no Portal do(a) Candidato(a) da instituição

O processo seletivo utilizará as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) dos anos de 2009 a 2021. Para os candidatos do curso de Música será realizada a Verificação de Habilidades e Conhecimentos Específicos (VHCE) – somente para Regional Goiânia – de 23 de janeiro até o dia 26 de 2023. No ato da inscrição, o candidato deve optar por realizar a VHCE de forma presencial ou remota. Candidatos com deficiência têm direito a tempo adicional para realização da Verificação.

Categorias

De acordo com o edital, os interessados podem se inscrever nas seguintes categorias:

  • Mudança de curso (transferência interna) – destina-se ao candidato que é estudante regular da UFG, que no semestre imediatamente anterior ao período de matrícula, definido no cronograma do processo seletivo, esteja matriculado, no mínimo em um componente curricular, ou com matrícula trancada ou participando de programa de intercâmbio ou de mobilidade estudantil, e que tenha concluído, pelo menos, um período letivo: ingressantes 2023/1 – vínculo em 2022/2 (outubro 2022 a fevereiro de 2023); ingressantes 2023/2 – vínculo em 2023/1 ( abril a agosto de 2023). A mudança de curso pode implicar em mudança de Regional (Goiânia e Goiás), de câmpus, de grau acadêmico (licenciatura e bacharelado) e de modalidade (a distância para presencial), mesmo que seja no curso do mesmo nome, e só é permitida uma única vez.
  • Reingresso: destina-se ao candidato que seja ex-estudante da UFG, que esteja excluído da Universidade e deseja retornar ao último curso/grau acadêmico/habilitação/regional do qual tenha sido desvinculado, desde que o curso não esteja em situação de extinção. O reingresso só é permitido uma única vez e desde que o ex-estudante não tenha sido excluído por esgotamento de prazo para integralização curricular, decisão administrativa, decisão judicial e não tenha realizado desistência do curso.
  • Transferência facultativa de outra Instituição de Ensino Superior (IES)/ transferência externa: destina-se ao candidato regularmente vinculado à outra IES que, no semestre (ou período equivalente) imediatamente anterior ao período de matrícula na UFG, definido no cronograma do processo seletivo, se encontre inscrito em disciplinas ou com matrícula trancada ou participante de programas de mobilidade acadêmica regulamentados pela IES de origem, que tenha concluído no mínimo um período letivo, e que deseja dar continuidade aos estudos na UFG no mesmo curso ou em curso afim, conforme disposto no edital: ingressante 2023/1 – vínculo com a instituição de origem de agosto a dezembro de 2022 e/ou janeiro a abril de 2023; ingressante 2023/2 – vínculo com a instituição de origem de janeiro a junho de 2023 e/ou julho a setembro de 2023. O curso de origem deve ser autorizado ou reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) ou cursado no exterior com a devida regulamentação. Nesse último caso, a documentação acadêmica a ser apresentada deve estar devidamente traduzida por tradutor público.
Leia Também:  Enem 2020: Alunos que descumprirem medidas sanitárias poderão ser desclassificados

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

EDUCAÇÃO

Governo de Goiás compra mochilas e estojos para todos os estudantes das escolas estaduais

Materiais complementam o kit entregue no início do ano letivo. Ao todo, R$ 24,2 milhões foram investidos na aquisição dos itens em 2024.

Publicados

em

Governo de Goiás adquire mochilas e estojos para estudantes das escolas públicas estaduais. Foto: Seduc

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), está investindo R$ 19,1 milhões na aquisição de novas mochilas para o ano letivo de 2024. Os itens complementam o kit de materiais escolares já entregue aos estudantes da rede pública estadual de ensino no início deste ano.

Além das mochilas, a Seduc adquiriu também novos estojos para distribuição aos alunos. A aquisição representa um investimento de R$ 5,1 milhões. A intenção é garantir a equidade entre os alunos das escolas estaduais, ampliando o acesso a uma educação pública, gratuita e de qualidade. Todos os cerca de 500 mil estudantes receberão os itens.

Em 2024, os kits de materiais escolares e dos uniformes começaram a ser entregues no dia 22 de janeiro, data que marcou o início do ano letivo. Na ocasião, os alunos dos Ensinos Fundamental e Médio receberam um conjunto composto por cadernos universitários, canetas esferográficas, cola, régua, esquadros, lápis de cor, lápis grafite, apontadores e borracha.

Leia Também:  Jovem se torna pessoa mais nova a passar no ITA

As novas mochilas, por sua vez, já foram distribuídas em 19 das 40 Coordenações Regionais de Educação (CREs). Os itens deverão ser entregues a todos os estudantes da rede estadual de Educação no decorrer do ano letivo.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA