Vasco conquista primeira vitória fora de casa no Brasileirão ao vencer o Internacional 

Publicados

O Vasco da Gama finalmente somou seus primeiros pontos como visitante no Campeonato Brasileiro. Em um jogo emocionante neste domingo (07.07), o Gigante da Colina venceu o Internacional por 2 a 1 no Beira-Rio, em Porto Alegre, pela 15ª rodada da competição. Este confronto marcou o retorno do Inter ao seu estádio após 70 dias, período em que o Beira-Rio também sofreu com as enchentes que atingiram o Rio Grande do Sul.

Quebra de Jejuns

Com esta vitória, o Vasco quebrou dois jejuns de uma só vez: venceu fora de casa no Brasileirão e encerrou uma sequência de quatro derrotas consecutivas para o Internacional. Este resultado dá um novo ânimo ao time para a sequência do torneio. Após perder seis jogos como visitante, o Vasco finalmente conseguiu uma resposta positiva e agora soma 17 pontos, ocupando a 13ª colocação. O Internacional, com 19 pontos em 13 partidas, está em décimo lugar.

O Internacional começou a partida com mais iniciativa. Aos cinco minutos, Bustos arriscou um chute da entrada da área, mas a bola saiu à esquerda do gol, levando perigo. Aos 18 minutos, Alan Patrick completou um cruzamento da direita, mas Léo Jardim fez uma boa defesa.

O Vasco teve dificuldades para criar oportunidades. Em um raro contra-ataque aos 38 minutos, Bustos desviou a bola para escanteio, impedindo que JP, lançado por Vegetti, finalizasse. No minuto seguinte, na cobrança de escanteio, Renê e Rojas se chocaram pelo alto em uma cena preocupante. Renê caiu desacordado e foi levado de ambulância ao hospital, enquanto Rojas, com um corte, continuou no jogo. O primeiro tempo terminou sem gols.

Leia Também:  Botafogo vence o Atlético-GO e consegue primeira vitória pelo Brasileirão

Segundo Tempo

No intervalo, o técnico Rafael Paiva substituiu Rojas por Lyncon. Aos quatro minutos, Adson obrigou o goleiro Fabrício a fazer uma defesa após um chute da entrada da área. Aos 10 minutos, Alan Patrick quase marcou para o Inter, mas a bola saiu à direita do gol de Léo Jardim. Dois minutos depois, Hyoran também teve uma boa chance, mas errou por pouco.

Rafael Paiva fez mais duas substituições aos 14 minutos, colocando Praxedes e Erick Marcus nos lugares de JP e Rossi. O Vasco abriu o placar aos 15 minutos, quando Robert Renan escorregou e perdeu a bola para Adson, que limpou a marcação e chutou no canto: 1 a 0 para o Vasco no Beira-Rio.

Aos 26 minutos, Fabrício fez uma grande defesa em um desvio de Vegetti após cobrança de escanteio, mas no rebote, Lyncon completou e fez 2 a 0 para o Vasco. O Internacional diminuiu aos 34 minutos, quando Bustos foi lançado pela direita, ganhou da zaga e marcou: 2 a 1. Três minutos depois, Gustavo Prado, que havia acabado de entrar, perdeu uma chance clara de empatar.

Nos minutos finais, o Vasco resistiu à pressão do Internacional. Aos 43 minutos, Rayan chutou cruzado da direita, mas a zaga do Inter afastou. Aos 48 minutos, Robert Renan acertou a trave após um cruzamento da esquerda. O Vasco conseguiu segurar a vantagem e garantiu a vitória no Beira-Rio.

Leia Também:  Quatro jogos do Campeonato Goiano são modificados; confira

A vitória por 2 a 1 sobre o Internacional marca um ponto de virada para o Vasco no Campeonato Brasileiro. O time conseguiu seus primeiros pontos fora de casa e quebrou uma sequência negativa contra o Inter. Agora, o Gigante da Colina busca manter o embalo na próxima rodada contra o Corinthians, enquanto o Internacional volta suas atenções para a Copa do Brasil.

Próximos Desafios

Na próxima rodada, o Vasco recebe o Corinthians em São Januário, na quarta-feira, às 19h (horário de Brasília). O Internacional, por sua vez, tem um compromisso pela Copa do Brasil contra o Juventude, também na quarta-feira, às 19h, pelo jogo de ida da terceira fase. Ambas as partidas foram remarcadas devido às enchentes no estado.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 1 X 2 VASCO

Local: Beira-Rio, Porto Alegre (RS)
Data: 07/07/2024
Horário: 18 horas (de Brasília)
Árbitro: Gustavo Ervino Bauermann (SC)
Assistentes: Thiaggo Americano Labes (SC) e Gizeli Casaril (SC)
Cartão amarelo: Paulo Henrique e Praxedes (Vasco) e Wesley e Alan Patrick (Internacional)

Gols: Adson, aos 15′ do 2ºT, e Lyncon, aos 26′ do 2ºT (Vasco), Bustos, aos 34′ do 2ºT ( Internacional).

INTERNACIONAL: Fabrício; Bustos, Igor Gomes, Fernando e Renê (Robert Renan); Rômulo, Bruno Henrique (Wesley), Bruno Gomes (Gustavo Prado), Hyoran (Alario) e Alan Patrick; Lucca Drummond (Wanderson). Técnico: Eduardo Coudet.

VASCO: Léo Jardim; Paulo Henrique, Robert Rojas (Lyncon), Léo e Leandrinho; Mateus Carvalho (Zé Gabriel), Sforza e JP (Praxedes); Adson (Rayan), Rossi (Erick Marcus) e Vegetti (Victor Luís). Técnico: Rafael Paiva.

Fonte: Esportes

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ESPORTES

Botafogo vence clássico contra Palmeiras e amplia vantagem na liderança do Brasileirão

Publicados

em

Em noite de Tiquinho Soares, o Botafogo venceu o Palmeiras por 1 a 0 nesta quarta-feira (17.07), no Estádio Nilton Santos, em jogo válido pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado coloca o Fogão com 36 pontos, abrindo vantagem na liderança da competição.

A partida começou movimentada, com chances para os dois lados. O Botafogo assustou com Júnior Santos e Marlon Freitas, enquanto o Palmeiras respondeu com Raphael Veiga e Estêvão, parando em boas defesas de Weverton e John, respectivamente. O Verdão, com as estreias de Mauricio e Felipe Anderson no banco, buscava assumir a ponta da tabela, mas esbarrou na forte marcação alvinegra.

No segundo tempo, o Botafogo não demorou a abrir o placar. Aos 10 minutos, Luiz Henrique invadiu a área pela direita, deixou Murilo para trás e cruzou na medida para Tiquinho Soares, que, livre de marcação, só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes.

O Palmeiras, então, partiu para cima em busca do empate. Piquerez e Flaco López tentaram, mas pararam em John. Abel Ferreira lançou mão de suas opções no banco, mas nem as entradas de Endrick e Jhon Jhon surtiram efeito. Do outro lado, o Botafogo, com a estreia de Igor Jesus no ataque, administrou a vantagem e quase ampliou com Tiquinho e Kauê, garantindo a vitória e a liderança isolada do Brasileirão.

Leia Também:  Flamengo goleia o Bolívar por 4 a 0 no Maracanã

Com a derrota, o Palmeiras permanece com 33 pontos e pode perder a vice-liderança para o Flamengo, que joga nesta quinta-feira. Já o Botafogo, embalado pela torcida, volta a campo no sábado, contra o Internacional, no Nilton Santos, buscando manter o ritmo na ponta da tabela. O Palmeiras, por sua vez, recebe o Cruzeiro no Allianz Parque, no mesmo dia, buscando a recuperação no campeonato.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 1 X 0 PALMEIRAS

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro
Data: 17/07/2024
Hora: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (Fifa/RS)
Assistentes: Lucio Beiersdorf Flor (RS) e Michael Stanislau (RS)
Cartões amarelos: Alexander Barboza e Damián Suárez (Botafogo)
GOLS: Tiquinho Soares, aos dez minutos do 2°T (BOTAFOGO)

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha (Mayke), Gustavo Gómez, Murilo e Piquerez; Aníbal Moreno, Gabriel Menino (Felipe Anderson) e Raphael Veiga (Caio Paulista); Estêvão (Mauricio), Rony (Dudu) e Flaco López. Técnico: Abel Ferreira

BOTAFOGO: John; Damián Suárez, Alexandre Barboza, Bastos e Marçal; Gregore, Marlon Freitas (Danilo Barbosa), Luiz Henrique (Kauê) e Savarino; Júnior Santos (Igor Jesus) e Tiquinho Soares (Tchê Tchê). Técnico Artur Jorge

Fonte: Esportes

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA