Plantão Policial

Em Itapuranga, idosa diz estar traumatizada após quebrar o nariz ao ser atacada por cachorro

A senhora Neuza Maria bateu com a cabeça no chão depois que cão avançou nela. Filha conta que também já sofreu ataque de outro animal solto pelo bairro: “Estamos assustadas”.

Publicados

Na cidade de Itapuranga, uma idosa de 73 anos quebrou o nariz após ser atacada por um cachorro. A aposentada Neuza Maria Elias Pessoa bastante assustada com o fato, conta que estava caminhando pela via quando foi surpreendida pelo animal.

“Ele avançou em mim e pulou no meu corpo. Com o impacto, eu desequilibrei e caí, bati com a cabeça no chão e machuquei muito. Estou com muito medo”, disse.

Após ser atacada, a idosa recebeu ajuda de um homem que passava no momento e, em seguida, precisou ser levada para um hospital da cidade. Por conta da gravidade dos ferimentos, ela teve de ser transferida para o Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol).

“Eu quebrei o nariz e fiquei com o rosto bastante inchado. Não precisei passar por cirurgia ainda, mas estou fazendo acompanhamento médico e estou sentido um pouco de dor”, conta a idosa.

O ataque aconteceu por volta das 21h30 do último dia 14 de julho, quando a idosa voltava para casa depois de visitar um parente que mora na mesma rua que ela. Conforme a dona de casa Luceni Alexandre Pessoa, de 54 anos, filha da idosa, é comum que cachorros fiquem soltos pelo bairro.

Leia Também:  Consumidores rejeitam atendimento de robôs em SAC

“Como moramos perto, minha mãe sempre vem na minha casa durante a noite, fica um pouco e vai embora. Sempre vimos os cachorros soltos, mas não imaginávamos que isso ia acontecer”, enfatiza.

Luceni conta que também já passou por uma situação parecida com o ataque que a mãe sofreu. Com medo de que a situação se repita, a dona de casa decidiu procurar a prefeitura para que providências sejam tomadas.

“Eu estava passando de moto e um desses cachorros me atacou e chegou a rasgar a minha bolsa com a mordida. Estamos bastante assustadas. Por isso, fui atrás dos órgãos competentes”, contou.

Segundo a dona de casa, o município disse, por meio das redes sociais, que vai encaminhar a solicitação dela para a Secretaria do Meio Ambiente e para a Vigilância Sanitária.

Esse foi o cachorro que atacou a dona Neuza Maria em rua de Itapuranga

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CARROS E MOTOS

PRF alerta motoristas sobre perigos das queimadas às margens das rodovias

Fumaça causada pelo fogo prejudica visibilidade em estradas; PRF orienta reduzir velocidade em trechos próximos a chamas.

Publicados

em

A fumaça além de causar problemas à saúde, aumenta o risco de acidentes em rodovias pelo país. E para evitar acidentes provocados pela restrição à visibilidade, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) dá dicas a motoristas que vão enfrentar estradas em áreas de incêndios.

A principal dica é redobrar a atenção nesses trechos de fumaça e reduzir a velocidade. Ao se deparar com um incêndio, o motorista deve entrar em contato com o 191 e notificar a PRF que avaliará a situação, inclusive interditando a pista, se necessário

Um recorte feito pela PRF dos meses de seca em Goiás mostra que, de junho a outubro, nos últimos quatro anos foram registrados 60 acidentes causados por restrição de visibilidade, sendo que 19 deles deixaram pessoas com ferimentos. Nove pessoas morreram nesses acidentes e 62 ficaram feridas.

Confira as orientações da PRF:

– Diminua a velocidade do veículo, mas sem fracas bruscas;

– Mantenha sempre uma distância segura do veículo à frente;

– Sinaliza todos os movimentos que fizer utilizando as setas indicativas;

Leia Também:  Em Jaraguá, Corpo de Bombeiros controlam fogo em veículo

– Nunca pare na pista;

– Se precisar parar, o certo é parar fora da rodovia e manter o farol baixo ligado; e

– Acione o sistema de ventilação interna do veículo.

Para evitar os focos de incêndio às margens das rodovias, o bom comportamento dos usuários e de moradores de áreas lindeiras à rodovia é fundamental. Por isso, a orientação é não jogar bitucas de cigarro ou lixo na pista ou faixa de domínio, não queimar lixo e nem fazer fogueiras. Em caso de flagrar pessoa atando fogo na mata, denuncie imediatamente à polícia, pois configura crime passível de prisão e multa.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA