Vale do São Patrício

Em Santa Terezinha de Goiás, vereadora é suspeita de chamar professoras que pediram aumento de ‘prostitutas’ e ‘analfabetas’ em áudio

Os docentes pediram reajuste salarial de 33%, como foi concedido pelo governo federal no piso nacional do magistério.

Publicados

A vereadora Maria Aparecida da Silva (PDT) de Santa Terezinha de Goiás no Vale do São Patrício é suspeita de ofender professoras que pediram aumento de salário em um áudio enviado a uma pessoa. A declaração foi reencaminhada em redes sociais e viralizou entre a população da cidade.

“Se essas prostitutas, analfabetas da educação falarem de mim, você se lembra daquele projeto há 5 anos que o Marcos mandou dando só 2% e eu mesma peguei o projeto e levei, e você falou: ‘Tita, você tem muita coragem coragem!’. Levei e ele chegou a 13%. Hoje foi o inverso, elas dizem que eu estou contra elas, mas não, toda vida eu estive do lado, protegendo”, disse a vereadora.

A Câmara Municipal de Santa Terezinha disse, em nota, que não compactua com as palavras da parlamentar e que vai apurar o caso.

O projeto ao qual a parlamentar se refere é de aumento salarial de professores da rede municipal. Maria Aparecida teria gravado o áudio ao saber que professores reclamaram do índice de 10% aprovado pela Câmara de Vereadores e que foi proposto pela administração do município.

Leia Também:  Pirenópolis: Urbanismo turístico, turismo cultural e desenvolvimento sustentável

A categoria queria 33% de reajuste, como foi concedido pelo governo federal para o piso nacional do Magistério.

O sindicato dos servidores públicos municipais de Santa Terezinha de Goiás publicou nota de repúdio às declarações da vereadora.

“Os profissionais estão trabalhando, se profissionalizando, se reinventando, usando os próprios recursos tecnológicos para garantir a qualidade dos serviços prestados”, diz a nota.

A reportagem tentou falar com a vereadora e não obteve êxito. O espaço está aberto. Com G1

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA

Câmara de Vereadores de Ceres realiza a 5ª Sessão Ordinária do mês de junho

Publicados

em

Na última quarta-feira (29), sob a presidência do Vereador Valdson Roberto da Silva, foi realizada a 5ª Sessão Ordinária do mês de junho de 2022. Na oportunidade foram apreciadas e votadas as seguintes matérias:

Moção de Aplausos ao Pastor Adilson Soares Ferreira

Moção de Pesar a Sra. Divina Lucas Gomes

Moção de Pesar ao Sr. Manoel José Vieira

Moção de Pesar a Sra. Vanderleia Neves Rodrigues de Souza

Moção de Pesar a Sra. Anésia Saluste Cardoso

 

Aprovado em 2ª Votação o Projeto de Lei nº 012/2022, autoria do Poder Executivo que “Dispõe sobre a Lei de Diretrizes Orçamentárias para o exercício de 2023”. 

 

REQUERIMENTOS

Nº. 209/2022

De autoria dos vereadores Reiller Seabra de Brito e Glicério de Moraes Mendes Júnior, requerem ao Chefe do Poder Executivo e à Secretaria de Educação, Cultura e Esporte, o reparo na grelha de escoamento de água pluvial do estacionamento da Escola Municipal Pequeno Príncipe e o calçamento da entrada e saída da referida Escola.

Justificativa: Solicitação de pais e servidores.

Leia Também:  Encontrados artefatos explosivos da Aeronáutica, em Jaraguá

 

Nº. 210/2022

De autoria dos vereadores Reiller Seabra de Brito e Glicério de Moraes Mendes Júnior, requerem ao Chefe do Poder Executivo e à Secretaria de Obras, o reparo no meio fio na rua 09, setor Jardim Sorriso II.

Justificativa: Após a intervenção da empresa contratada para a reconstrução asfáltica, houve a retirada do meio fio existente e não fizeram a colocação ou reparo dos já existentes. Uma solicitação dos moradores que durante o período chuvoso poderá danificar calçadas e fossas sépticas.  

 

Nº. 211/2022

De autoria do Vereador Frederico de Oliveira Santos, requer ao Chefe do Poder Executivo e à Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esporte providências para que a Centro Municipal de Educação Infantil Mirma Maria de Moura – CMEI, localizada no Setor Vila Pedrosa, volte com seu funcionamento normal para atender as crianças do referido setor, como também, do setor Aldeia do Vale, Jardim Suíço I e II.

Justificativa: Os CMEIs do nosso município se encontram com superlotação gerando um grande transtorno, e também há uma grande dificuldade no transporte pois não há para todos e alguns pais não tem condições de pagar o transporte para seus filhos, deixando assim crianças sem atendimento.

Leia Também:  Em Goianésia, PC realiza prisão de suspeitos de envolvimento em roubo a idoso

 

Ver. VALDSON ROBERTO DA SILVA

Presidente

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA