Plantão Policial

Ex-funcionário é suspeito de invadir sistema de empresa e enviar 4 mil mensagens, em Goianésia

Na casa do investigado os policiais apreenderam computadores, aparelhos celulares, pen-drives, documentos e caderno com anotações que serão analisados.

Publicados

Um ex-funcionário de uma empresa sucroenergética de Goianésia no Vale do São Patrício foi alvo de busca e apreensão em sua residência, nesta quinta-feira (9).

O investigado de 27 anos, é suspeito de invadir o sistema de informática da empresa quando foi estagiário e enviar mais de quatro mil mensagens em massa. Conforme a Polícia Civil (PC), o envio das mensagens como sendo de um funcionário gerou prejuízo à imagem e a credibilidade da empresa.

A investigação teve início há 11 meses. Na casa do investigado, em Goianésia, os policiais apreenderam computadores, aparelhos celulares, pendrives, documentos e caderno com anotações que serão analisados.

A delegada Sabrina Leles, titular da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Cibernéticos (DERCC), explica que o crime de invasão de sistema informático prevê pena de 4 anos de reclusão e caso seja confirmado que houve prejuízo para a empresa sucroenergética a condenação pode ser aumentada em dois terços chegando a 6 seis anos e 8 meses.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Segurança Pública de Goiás diz que pode ter visto Lázaro Barbosa
Propaganda

PLANTÃO POLICIAL

Homem é preso por furtar carne e kit de talheres em supermercado, em Goianésia

O suspeito de furto foi levado para a Delegacia de Polícia Civil onde poderá responder pelo crime de furto.

Publicados

em

Um homem de 35 anos foi preso neste sábado, 25, após ser flagrado pelas câmeras de segurança de um supermercado em Goianésia no Vale do São Patrício, furtando um pacote de carne, kit de talheres, conjunto de facas e um pacote de bolachas.

A Polícia Militar (PM) de posse das imagens, identificaram o suspeito como um velho conhecido para polícia, principalmente pela prática deste tipo de crime. Ao ser encontrado e preso em sua residência na região central da cidade, o homem não esboçou nenhum tipo de reação.

Aos militares o suspeito informou que havia vendido parte dos produtos em uma distribuidora de bebidas por R$ 80,00 e em seguida deslocou-se até uma boca de fumo para fazer uso de entorpecentes e devolver uma blusa de frio que havia pegado emprestada para cometer o crime, enquanto que havia comido o pacote de biscoito.

Com a prisão do suspeito, os militares deslocaram até a distribuidora de bebidas, e durante diligências encontrou o homem que havia adquirido os produtos. Ele afirmou ter comprado um kit de talheres e o conjunto de facas por R$ 80,00 mas em sua defesa disse que não sabia ser objetos de crime, e de forma imediata devolveu os objetos.

Leia Também:  Administração de Ceres vai fazer doação de mudas nesta terça-feira (21)

O suspeito de furto foi levado para a Delegacia de Polícia Civil onde poderá responder pelo crime de furto.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA