Estado

Governador Ronaldo Caiado decreta luto oficial de três dias em Goiás por morte de Maguito

Caiado, em acordo com a família, cedeu o Palácio das Esmeraldas para que os familiares velem o corpo do prefeito de Goiânia

Publicados

O governador Ronaldo Caiado (DEM) decretou luto oficial de três dias pela morte do prefeito licenciado de Goiânia, Maguito Vilela (MDB). Caiado também cedeu o Palácio das Esmeraldas, em acordo com a família, para que o corpo do emedebista, que é ex-governador do Estado, seja velado.

“Goiás perde um de seus mais notáveis líderes, após 83 dias de uma batalha incessante pela vida”, diz a nota do governador.

Maguito, que foi internado por uma contaminação pelo vírus da Covid-19, estava internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, e morreu na madrugada desta quarta-feira (13), às 4h10, aos 71 anos.

“O sentimento do povo goiano neste momento de perda é o reconhecimento da trajetória de um homem que enfrentou com dignidade, altivez e espírito público todos os desafios, sempre a defender suas convicções e ideias com coerência, ponderação e sensatez”, acrescentou Caiado.

Em nota elogiosa, o governador lembrou a trajetória do emedebista e prestou solidariedade à família. Ele também destacou que, em Goiás, mais de 7 mil pessoas já morreram por conta da Covid-19.

“É difícil aceitar a interrupção de sua trajetória de vida. Mesmo diante de um cenário de grande adversidade, lutou e conquistou mais uma vitória ao ser eleito prefeito de Goiânia, nossa querida capital, com o reconhecimento da população ao seu estilo como gestor. Contaríamos com um prefeito pautado pelo espírito conciliador para ajudar a reconstruir e a superar as dificuldades impostas pelo momento político em que vivemos”.

Leia a nota do governador na íntegra:

É com grande consternação e imenso pesar que eu e minha esposa, Gracinha Caiado, recebemos a notícia, na manhã desta quarta-feira (13/01), do falecimento do prefeito de Goiânia, Maguito Vilela.

Goiás perde um de seus mais notáveis líderes, após 83 dias de uma batalha incessante pela vida. Infelizmente, apesar de toda corajosa luta que enfrentou ao longo da internação no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, Maguito faleceu na madrugada de hoje, às 4h10, em decorrência de complicações da Covid-19, aos 71 anos.

O sentimento do povo goiano neste momento de perda é o reconhecimento da trajetória de um homem que enfrentou com dignidade, altivez e espírito público todos os desafios, sempre a defender suas convicções e ideias com coerência, ponderação e sensatez.

Leia Também:  Em Goianésia, Pedro Gonçalves e delegado Marco Antônio registram candidatura a prefeito e vice pelo MDB/PSDB

Maguito Viela realçou a prática da boa política. Ganhou e perdeu sempre com dignidade e em respeito às regras democráticas. Superou os momentos de maior adversidade mantendo o equilíbrio ao ocupar os cargos com destaque e ao priorizar ações em benefício do povo que governou.

Enfrentou a doença com todas as forças e vontade de viver e continuar servindo a população de seu Estado. Foi abatido por esse terrível vírus que vem causando um vazio em famílias em todo o mundo. E, agora, essa doença que tirou a vida de mais de 7 mil goianos entristece mais uma.

Goiás perde um homem que só fez construir e representar com dignidade o seu povo. Manifestamos nosso sentimento de luto e de reverência frente a essa ausência que muito entristece a todos.

Como governador, decreto luto oficial por três dias em Goiás, ao mesmo tempo em que determino que sejam prestadas a Maguito Vilela todas as honras de Estado, em reconhecimento ao que construiu em benefício do povo goiano. Em
Acordo com a família, cedo ainda o Palácio das Esmeraldas, Salão Gercina Borges Teixeira, para que o corpo seja velado.

Maguito Vilela construiu sua trajetória em meio a constantes enfrentamentos com dificuldades. O espírito democrático, a constante abertura para o diálogo e a imensa capacidade como gestor projetaram sua liderança em nível estadual e nacional.

Vivia o seu melhor momento com trabalho e entusiasmo. É difícil aceitar a interrupção de sua trajetória de vida. Mesmo diante de um cenário de grande adversidade, lutou e conquistou mais uma vitória ao ser eleito prefeito de Goiânia, nossa querida capital, com o reconhecimento da população ao seu estilo como gestor. Contaríamos com um prefeito pautado pelo espírito conciliador para ajudar a reconstruir e a superar as dificuldades impostas pelo momento político em que vivemos.

Advogado por formação, Maguito encontrou na política uma vocação que norteou a trajetória profissional. Iniciou a vida pública em 1976, como vereador por Jataí, sua cidade natal. Depois, ocupou cargos de deputado estadual, deputado federal, vice-governador, governador e senador da República. Por último, administrou com muito êxito a Prefeitura de Aparecida de Goiânia por dois mandatos.

Leia Também:  Grupo que prometia cargos comissionados fictícios em troca de dinheiro é preso pela PC; Vídeo

Deixou relevantes contribuições em todos os cargos que ocupou. Como deputado constituinte, atuou na aprovação histórica da Constituição de 1988, marco na redemocratização da sociedade brasileira. À frente do governo de Goiás, foi pioneiro em ações solidárias ao lançar o Programa de Apoio às Famílias Carentes, que consistia, em essência, na distribuição de cestas de alimentos.

Antes do primeiro mandato como prefeito de Aparecida de Goiânia, Maguito atuou como vice-presidente do Banco do Brasil, em 2007. Também teve participação relevante em seu partido. Foi vice-Presidente nacional do PMDB em 2000 e assumiu a presidência em 2001, com a renúncia de Jader Barbalho.

Sua trajetória ainda inclui forte vínculo com o esporte, desde a juventude, antes mesmo da vida pública. Foi jogador em Jataí, quando adotou o nome Maguito, derivado dos gritos de ‘Magrito’ que ouvia da torcida. Assim, o nome completo passou a ser Luís Alberto Maguito Vilela. Chegou a ocupar o posto de vice-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Respeitado pelo seu perfil de estadista, a trajetória de Maguito Vilela certamente será lembrada por todos como parte importante da história política de Goiás e do Brasil.

Maguito deixa a esposa, Flávia Teles, os filhos Vanessa, Maria, Miguel, Anna Teles e o presidente estadual do MDB, Daniel Vilela, e quatro netos. A todos estendemos nossos mais sinceros votos de pesar. Elevamos nosso pensamento a Deus para que, em sua infinita bondade, possa confortar o coração de cada ente querido nesse momento de imensa tristeza e dor.

Manifestamos ainda nossa solidariedade e condolências à população de Goiânia e a todos os demais moradores de nosso Estado que, certamente, sofrem com a partida do prefeito legitimamente eleito.

Ronaldo Caiado
Governador de Goiás

JORNAL DO VALE, desde 1975 – Um jornal a serviço da nossa região – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ESTADO

Governo de Goiás entrega mais de 1 milhão de seringas e agulhas aos municípios; Regional de Saúde de Ceres já recebeu

Distribuição dos kits foi iniciada na sexta-feira (15) para as 18 Regionais de Saúde, que farão repasse do material para as cidades goianas. Estado está preparado para iniciar vacinação contra Covid-19 com qualquer uma das vacinas existentes

Publicados

em

Na corrida para a vacinação da Covid-19, o Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES-GO), entrega, até amanhã (18), mais de 1 milhão de kits de seringas e agulhas aos 246 municípios goianos. A ação faz parte do Plano Estadual de Vacinação para que as cidades estejam preparadas para dar início à imunização dos goianos assim que as doses forem enviadas pelo Ministério da Saúde (MS). “No momento em que o governo federal nos entregar a vacina, nós imediatamente faremos a redistribuição aos municípios”, afirma o governador Ronaldo Caiado.

Os kits de seringas e agulhas adquiridos pelo Estado começaram a ser distribuídos pela SES-GO na sexta-feira (15) para as Regionais de Saúde localizadas em Campos Belos, Catalão, Itumbiara, Porangatu, Uruaçu, Ceres, Goianésia, Rio Verde e Jataí. As Regionais Central e Centro-Sul também receberam os insumos. Ao longo deste fim de semana o material está sendo enviado para Anápolis, Luziânia, Formosa, Posse, Cidade de Goiás, São Luís de Montes Belos e Iporá. Já os municípios de Goiânia e Aparecida de Goiânia, os maiores do Estado, receberão diretamente os insumos na segunda-feira (18).

Leia Também:  Ceres: Motociclista sofre ferimentos em rosto após queda

O secretário de Estado da Saúde de Goiás, Ismael Alexandrino, explica que essa remessa de kits enviada aos municípios já será usada na primeira fase da imunização contra a Covid-19 e que outras distribuições serão realizadas no decorrer da campanha. “Goiás se antecipou e já tem seringas e agulhas suficientes para a vacinação. Não precisamos esperar chegar esses materiais, eles já chegaram e vão estar em todos os municípios antes que as doses da vacina, que serão encaminhadas pelo Ministério da Saúde, estejam no Estado”, pontua.

Alexandrino destaca ainda que a compra de 2,5 milhões seringas e agulhas, somada ao estoque de mais 1,3 milhão de kits, é o suficiente para vacinar cerca da metade da população goiana. “Há cerca de 7 milhões de habitantes em Goiás. O Estado tem 3,8 milhões de kits. Estima-se que há de 1,5 a 1,8 milhão de pessoas nos grupos de risco aqui. Temos insumos suficientes para proteger a população goiana”, detalha Ismael. Ele ainda esclarece que, de acordo com o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação Contra a Covid-19, Goiás receberá 7% do total de vacinas adquiridas nacionalmente pelo MS, mantendo a proporcionalidade em relação aos outros Estados.

Leia Também:  Brasil chega a 162 mil mortes por Covid-19

Inicialmente, a expectativa é a de que idosos e profissionais de saúde que atuam na linha de frente de combate à Covid-19 sejam priorizados. Entretanto, ainda é necessário aguardar ajustes do governo federal sobre a estratificação das faixas etárias, no caso da população idosa. O secretário observa ainda que, neste primeiro momento, a totalidade de 7 milhões de goianos não será imunizada, pois a vacinação de crianças e gestantes ainda não está prevista para 2021, visto que é necessário aguardar estudos sobre a aplicação das doses nesses grupos.

Quem compara lê o JORNAL DO VALE – Um jornal a serviço da nossa região, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA