Operação Atafego

PC realiza 15 prisões em ação de combate ao tráfico de drogas, em Minaçu; Vídeo

Foram cumpridos 19 mandados de busca e apreensão na cidade da região norte e também em Anápolis

Publicados

A Polícia Civil de Goiás prendeu 15 pessoas, nesta quarta-feira (9), durante a Operação Atafego, de combate ao tráfico de drogas e a crimes de estelionato no município de Minaçu. Além das detenções, foram cumpridos 19 mandados de busca e apreensão na cidade da região norte e também em Anápolis. O Poder Judiciário determinou ainda o sequestro de 10 veículos dos investigados, com valores que chegam a R$ 1 milhão.

A ação foi deflagrada de forma conjunta entre a Delegacia de Polícia (DP) de Minaçu e o Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (Genarc) de Porangatu. De acordo com o delegado Danilo Wendel Macedo, após monitoramento dos crimes praticados no município, foi constatada a existência de diversas associações criminosas. Os grupos atuavam há anos, comandando o tráfico de entorpecentes na região.

“Durante as investigações a gente constatou que havia inúmeras pessoas daquela cidade, inclusive pessoas com alto poder aquisitivo, que atuavam no meio político e foram candidatas a vereadores na eleição passada, empresárias, atuando como mentores do crime de tráfico de drogas. A gente percebeu que essas associações criminosas atuavam há alguns anos em Minaçu”, informou.

Leia Também:  Em Jaraguá, PRF apreende mais de 15 toneladas de queijo sem nota fiscal na BR-153

Durante as diligências, foram apreendidos diversos entorpecentes, três armas de fogo e aproximadamente 200 munições. “As investigações prosseguem, podendo vir a ser alvo novas pessoas”, concluiu o delegado. Ao todo, 80 policiais civis do Estado participaram da Operação Atafego.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

PLANTÃO POLICIAL

Moradora de Cocalzinho interrompe fala do secretário de Segurança Pública de Goiás; Assista

Publicados

em

Na noite desta sexta-feira (18), uma moradora de Cocalzinho de Goiás interrompeu a fala do secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, durante coletiva de imprensa sobre as buscas por Lázaro Barbosa de Sousa.

Nas imagens, a senhora, que não foi identificada, diz ter caminhado de longe para falar com o secretário e sugere que caçadores da região atuem nas buscas: “gente que é acostumada a ficar que nem ele, na mata”, diz.

Após a interrupção, Rodney pede para falar com a mulher em particular após a entrevista, mas rebate a sugestão:

“Eu não vou colocar paisano, eu não vou colocar não profissional na atividade. Eu tenho policial pra isso”.

Lázaro é suspeito de ter cometido uma chacina em Ceilândia (DF) no dia 9 de junho e desde então está escondido na mata na região de Cocalzinho de Goiás.

Neste sábado (19), já o 11º dia de buscas, há forte movimentação das forças de segurança entre Cocalzinho e Águas Lindas e moradores chegaram a relatar um avistamento de Lázaro em uma gruta.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Animal é retirado de cisterna por Bombeiros em Goianésia
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA