Plantão Policial

Polícia realiza prisão de idoso por matar cachorros e vender carne em feira; Assista

Os 17 cachorros encontrados na casa do homem estavam todos extremamente debilitados e a protetora de animais pediu ajuda para conseguir salvar os animais.

Publicados

Um homem foi preso em Ibura, na Zona Sul do Recife, em Pernambuco, na última semana, após ser acusado de maltratar animais, especialmente cachorros, os matando e vendendo a carne em uma feira da região. O caso foi divulgado nas redes sociais por Maria do Carmo Figueiredo, ativista protetora dos animais que descobriu a situação dos cães.

Conforme informações divulgadas pela ativista, conhecida como Carmo Proteção, o homem que matava os cachorros e vendia na feira da cidade como se fossem carne de bode ou boi. Ela foi à casa do acusado, na noite do sábado (8), e encontrou a carcaça de cães mortos e outros 17 em estado severo de maus-tratos.

Após a intervenção da ativista, a polícia foi acionada para tomar as providências cabíveis. “Na hora da apreensão, a polícia chegou e disse que o homem estava preso. O senhor respondeu que já sabia o que era e falou ‘pode me prender’”, contou Maria que completou dizendo se tratar de um idoso e que afirmo que confessou o crime por precisar fazer aquilo para ter dinheiro.

Leia Também:  Veja o desabafo de um médico sobre um áudio do prefeito de Palmeiras de Goiás; Vídeos

Conforme a Polícia Civil de Pernambuco, o homem foi autuado por maus-tratos e conduzido à Delegacia de Boa Viagem. Entretanto, em audiência de custódia realizada no domingo (9), pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), porém o juiz do caso determinou a soltura do idoso.

 

Ajuda

Os 17 cachorros encontrados na casa do homem estavam todos extremamente debilitados e a protetora de animais pediu ajuda para conseguir salvar os animais. Em imagens divulgadas por Maria no Instagram é possível ver os animais vivendo em meio à fezes e restos mortais de outros cães. Mesmo sem condições de cuidar dos bichos, a ativista resgatou os animais e os levou para casa junto com os gatos e aves que foram encontrados no local.

“Eu não tenho condições de cuidar. Não tenho ração suficiente nem tenho recursos para cuidar. Tem muitos com tumores, feridas. Ele vivia com um ferro batendo neles”, afirmou Carmo Proteção. Por isso, a ativista pediu ajuda para conseguir cuidar dos bichos. Um pix foi disponibilizado para quem puder doar qualquer quantia: 04148200455.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

PLANTÃO POLICIAL

Em Caldas Novas, dupla é suspeita de assaltar homens após marcar programa pela internet

A vítima contratou um dos rapazes após ver o anúncio na internet. Ela foi ameaçada com um canivete no pescoço pelo comparsa, após iniciar o programa e deu dinheiro e fez transferência via PIX.

Publicados

em

As pessoas de Mateus Eduardo de Souza Barbosa de 20 anos e Rafael Cordeiro Nery de 27 anos, suspeitos de assaltar homens com quem marcaram programas em Caldas Novas, roubaram R$ 2,1 mil de um cliente turista que passeava na cidade, conforme informou o delegado da Polícia Civil (PC), Tiago Fraga.

Fraga explicou que o cliente, que veio de Minas Gerais, pagou R$ 150 pelo programa, R$ 500 em dinheiro e R$ 1.450 via PIX. O dinheiro pago além do combinado pelo programa, foi roubado durante o encontro.

O turista contratou um dos rapazes após ver o anúncio na internet. Ele marcou o encontro com o garoto de programa e se dirigiu até ao local combinado.

Na casa, eles iniciaram o programa. Pouco tempo depois, o comparsa dele entrou no quarto e anunciou o roubo, conforme o delegado. O suspeito exigiu dinheiro para deixar o homem ir embora e o ameaçou com um canivete no pescoço.

Objetos apreendidos em Operação Don Ruan.

 

Os roubos

O delegado ainda contou que, durante o interrogatório, os rapazes contaram versões distintas, um acusando o outro de ser o idealizador dos crimes. Mateus, que confessou os roubos, contou que começou a praticá-los em janeiro deste ano e que, ao todo, roubou entre 10 e 20 pessoas.

Leia Também:  Em Jaraguá, CPE realiza prisão de traficante, arma, munições, maconha e dois quilos de cocaína

A PC informou que ele também apontou Rafael como o idealizador das práticas e o responsável pelas agressões e ameaças às mulheres. Já Rafael afirmou que Mateus quem o induzia aos crimes e quem atraía e ameaçava os clientes.

O caso ainda está sendo investigado pela PC e o inquérito deve ser concluído em breve. Os jovens foram encaminhados ao presídio de Caldas Novas e estão à disposição do Poder Judiciário. A dupla deve responder pelo crime de roubo com emprego de arma branca.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA