Plantão Policial

Em Anápolis, força-tarefa interdita clínica de reabilitação e resgata internos

Publicados

Uma força-tarefa interditou uma clínica de reabilitação de usuários de drogas e resgatou internos que eram mantidos em cárcere privado no local, que fica em Anápolis. A operação aconteceu na manhã desta quinta-feira (17) e culminou na prisão dos responsáveis pela clínica. Eles foram autuados por posse ilegal de armas de fogo e munições, cárcere privado e por maus-tratos contra animais, já que muitos cachorros viviam em condições precárias no lugar.

A Polícia Civil (PC) recebeu uma denúncia de que internos eram mantidos de maneira involuntária na clínica e que possivelmente sofriam maus-tratos. Quando os policiais foram até o local, eles descobriram que a denúncia era verídica. Lá, foram apreendidos simulacros de arma de fogo, espingarda de pressão e munições. Segundo relatos, os instrumentos eram utilizados pelos monitores para ameaçarem os internos. Os civis encontraram, também, uma  cadela que foi mutilada e teve parte das orelhas cortada.

Além das prisões, o estabelecimento foi interditado pela Vigilância Sanitária, tendo suas portas fechadas ao final da ação. Os internos foram acolhidos pela assistência social do município e encaminhados para suas famílias. “A Polícia Civil destaca que a internação compulsória involuntária em clínicas de reabilitação constitui-se crime de cárcere privado. Ações como essa continuarão acontecendo no município para apuração das denúncias que chegam ao órgão”, informou os investigadores.

Leia Também:  Comerciante é assaltado e bandidos levam R$ 6.000,00 durante ação criminosa em Goianésia

A força-tarefa contou com o Ministério Público, Polícia Civil, Polícia Militar, Vigilância Sanitária e Assistência Social de Anápolis.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

PLANTÃO POLICIAL

Em Jataí, grávida é presa pela PRF com 4 kg de drogas na BR-364; Assista

Ela está grávida de sete meses e se manteve calada quanto à origem e destino dos entorpecentes.

Publicados

em

Uma grávida de 24 anos foi presa na manhã desta sexta-feira (30) com 4 kg de drogas na rodovia BR-364, em Jataí, região sudoeste de Goiás.

A gestante viajava em um ônibus interestadual que saiu de Cuiabá (MT) e tinha como destino o Rio Janeiro (RJ).

Ao fiscalizar o veículo e entrevistar os passageiros, a detida evidenciou bastante nervosismo e prestou informações contraditórias. Ao vistoriar a bagagem da jovem senhora, a PRF encontrou dois quilos de pasta base de cocaína e dois quilos de skunk.

Em outro coletivo que saiu de Cuiabá com destino a Brasília, um adolescente de 17 anos foi apreendido com meio quilo de pasta base de cocaína.

O jovem informou à PRF que deixaria a droga em Goiânia (GO) e que receberia R$ 1 mil pelo transporte. A jovem e os entorpecentes foram encaminhadas para à Central de Flagrantes local para os procedimentos de praxe.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Goianésia: Jovem é morto e uma pessoa fica ferida por bala perdida
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA