Plantão Policial

Em Goianésia, mulher é assassinada com golpe de faca

Publicados

Na noite desta terça-feira (12), uma mulher foi morta na Rua 16-B com a Rua 41 no Bairro Santa Luzia em Goianésia. A vítima identificada como Patrícia Daiane Lopes Morais, de 34 anos, morreu após receber um golpe de faca na região da clavícula.

A Polícia Militar (PM) informou que a guarnição foi acionada pela avó da vítima, uma vez que ela residia em um barraco nos fundos. A senhora relatou que ouviu a neta pedir por socorro e acionou a PM. Foi relatado ainda à polícia que a vítima era usuária de drogas e tinha um relacionamento afetivo com um indivíduo que esteve no local, porém, não afirmou se havia alguém com a vítima no momento em que a ouviu pedir ajuda.

Após ouvir os relatos da avó, os militares foram averiguar a situação, no entanto, o barraco se encontrava trancado. Os policiais chamaram a vítima pelo nome, por várias vezes, mas não houve resposta. Assim, usando a cópia de uma chave que estava com a avô de Patrícia, os militares realizaram o adentramento tático, encontrando a mesma caída em decúbito ventral, agarrada parcialmente em um lençol e um travesseiro, entre a cama e o guarda roupas, aparentemente sem vida.

Leia Também:  Dona do app "99" cria o D1, carro projetado para motoristas de aplicativo

Imediatamente o Corpo de Bombeiro e o Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (SAMU) foi acionado, sendo que o óbito foi constado pelo médico desse último. Desta forma, o local foi isolado até a realização de perícia por parte da Polícia Técnico-Científica. Em seguida o corpo foi liberado ao Instituo Médico Legal (IML) para realização de exames cadavéricos.

Em seguida, o serviço de inteligência da PM, juntamente com um agente de Polícia Civil (PC), conseguiu localizar e realizar e deter o principal suspeito de ter cometido o primeiro feminicídio de Goianésia de 2021. Na ocasião de sua prisão, o homem apresentava alguns hematomas e vestígios de sangue no rosto e orelha, mas nega que tenha matado a companheira.

O suspeito foi levado para a Delegacia de Polícia Civil, para melhor apuração dos fatos.

JORNAL DO VALE, desde 1975 – Um jornal a serviço da nossa região – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

PLANTÃO POLICIAL

Em Anápolis, mulher é presa suspeita de vender medicamentos falsificados

A mulher foi detida pela PM e encaminhada para à Central de Flagrantes

Publicados

em

Uma mulher foi presa, nesta segunda-feira (25), por suspeita de comercializar medicamentos sem origem comprovada no residencial Veneza, em Anápolis. Conforme a equipe da Força Tática da Polícia Militar (PM), os medicamentos eram provavelmente falsificados. Ela foi levada à Central de Flagrantes e autuada por falsificação e comercialização e o seu nome não foi divulgado pela polícia.

JORNAL DO VALE – Um jornal a serviço da nossa região, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Em Goiás, mãe morre após ser esfaqueada pelo marido e filho fica ferido ao tentar defendê-la
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA