Meio Ambiente

Em Uruaçu, chuvas intensas faz lago transbordar e gerar risco de inundação

O alerta foi emitido pela 11ª CIBM – Companhia Independente Bombeiro Militar, Regional Estadual de Defesa Civil e da Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil de Uruaçu, para moradores das Ruas 604, 205, 202 e 400 no Setor Sul I.

Publicados

O Corpo de Bombeiros de Uruaçu emitiu um alerta no início da noite deste sábado (20), informando sobre riscos de inundações em quatros ruas da cidade, todas do Setor Sul I. Durante a madrugada de sábado, um lago chegou a transbordar e causar danos em vias públicas.

O alerta foi emitido pela 11ª CIBM – Companhia Independente Bombeiro Militar, Regional Estadual de Defesa Civil e da Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil de Uruaçu, para moradores das Ruas 604, 205, 202 e 400 no Setor Sul I.

“Conforme leitura do pluviômetro do Museu Dom Prada, nas últimas 24 horas houve um acumulado de chuvas de 33,8 mm em Uruaçu, sendo que, somente no intervalo entre 4h e 6h da manhã choveram 32 mm. Houve transbordamento do Lago dos Buritis sobre a Rua 604 causando danos em vias públicas, vindo a atingir a Rua 401, a Av. Santana e a Rua 301”, dizia o alerta.

Segundo o comunicado, “há possibilidade de novas chuvas de até 50 mm para as próximas horas o que gera o presente aviso de risco de alagamento das moradias localizadas nas Ruas 205, 202 e 400 no Setor Sul I e demais regiões à jusante do Lago dos Buritis”.

Leia Também:  Governo de Goiás lança plataforma virtual com 70 serviços da gestão pública

O alerta é encerrado com uma orientação para que os moradores possam procurar um lugar seguro. “Tenha um lugar seguro, onde você e sua família possam se alojar no caso de uma inundação. Evite situações de risco. Emergência 193!”.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceresClique aqui

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CIDADES

Em Porangatu, prefeitura começa a retirar os jacarés da Lagoa Grande após ataque em um bebê

Após o bebê que foi atacado e teve o antebraço amputado, a Prefeitura de Porangatu começou a retirada dos jacarés.

Publicados

em

Em junho de 2021, um bebê foi atacado por um dos jacarés que vivem na Lagoa Grande em Porangatu. Na época o caso trouxe muitos questionamentos e movimentações para que à Prefeitura retirasse esses animais da lagoa.

Após o bebê que foi atacado e teve o antebraço amputado, a Prefeitura de Porangatu começou a retirada dos animais. Conforme o município, cerca de 150 animais vivem no local e a reprodução cresce cada dia mais.

A retirada desses animais foi anunciada no mês de junho após o ataque, mas só começou a ser feita na última sexta-feira (19). Segundo a Prefeitura, técnicos ambientais estão trabalhando junto com equipes do Corpo de Bombeiros para poder retirar os animais.

O biólogo e especialista em jacarés, Thiago Resende, que acompanha os animais, disse que, eles irão ser retirados e transportados para outro lago da região, onde o espaço para reprodução é maior.

“A gente identifica onde ele [jacaré] está pelo brilho nos olhos, nos aproximamos devagar e tentamos passar o laço nele. Imobilizamos, tiramos algumas medidas, fazemos marcação e realizamos a soltura”, explicou o biólogo.

Leia Também:  Governador propõe que preso pague por custo de tornozeleira em Goiás

Logo após o ataque o biólogo Edson Abrão conta como é o modo de vida dos animais, e que eles não têm costume de atacar pessoas.

“Geralmente o jacaré-tinga é menor do que outros jacarés. A espécie pode chegar a cerca de dois metros de comprimento. Eles não têm o costume de atacar pessoas, deve ter atacado porque se alimenta de mamíferos de pequeno porte. Eles comem peixes ou aves. Se ele pegar, ele pode matar, mas não é comum”, explicou.

A Prefeitura instalou telas de proteção e placas de sinalização para evitar a aproximação de pessoas. De acordo com o município, o processo de remoção dos jacarés e capivaras faz parte do projeto de revitalização da Lagoa Grande e deve acontecer de forma contínua.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceresClique aqui

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA