plantão policial

Itapaci: Suspeito de matar homem e colocar fogo no corpo é indiciado pela PC por homicídio qualificado

A PC afirma que um adolescente também responderá por um ato infracional análogo ao crime de homicídio qualificado.

Publicados

A Polícia Civil (PC) indicou um jovem de 19 anos pela morte de Edson Souza Oliveira, de 27 anos, em Itapaci no Vale do São Patrício. Um adolescente que não teve a identidade divulgada, também responderá por um ato infracional análogo ao crime de homicídio qualificado. O corpo da vítima foi encontrado no dia 11 de setembro, amarrado com fio de estender roupas e escondido em um colchão, que havia sido queimado próximo a um córrego na zona rural do município.

De acordo com o delegado Fábio Mendanha, um adolescente e um jovem de 19 anos são suspeitos do crime. “As investigações já foram concluídas, o maior vai responder por homicídio qualificado e o menor pelo ato infracional correspondente”, afirma Mendanha. Além disso, informou que o menor só será internado caso haja manifestação do Ministério Público.

O delegado disse que a vítima desapareceu no dia 9 de setembro após ir até a casa do adolescente. “No dia 13, chegamos na casa do menor, que confessou o crime e disse que a vítima costumava frequentar o local para usar drogas e que tomava cigarros dele”, afirmou. Ele e um amigo teriam matado o homem com pauladas na cabeça.

Leia Também:  Falece o vereador Paulo Henrique Matias em Petrolina de Goiás

“Em seguida, eles levaram o corpo para os fundos da casa e amarram com fios de estender roupas. Eles pegaram um carrinho de mão, colocaram o corpo e cobriram com um colchão. Na mesma noite, andaram cerca de 800 metros até o córrego, onde atearam fogo com álcool”, relatou o investigador. Os suspeitos também jogaram terra sobre as marcas de sangue e limparam a terra.

Apesar disso, a perícia conseguiu identificar sangue no carrinho de mão e na residência onde ocorreu o crime. “Acreditamos que o crime foi motivado por dívida de drogas, pois os autores estão ligados a facções criminosas”, afirmou o delegado. A prisão preventiva do suspeito maior de idade foi realizada na última sexta-feira (17), uma semana após o crime.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE,

através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

PLANTÃO POLICIAL

Em Goiás, motorista de aplicativo é preso suspeito de assediar sexualmente passageiras

A programação prevista para os quatro dias inclui diversos painéis com palestras técnicas a serem proferidas por especialistas do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e de outras instituições públicas e privadas do Brasil e do exterior; e ainda realização de minicursos, além da apresentação dos trabalhos científicos.
Nas palestras técnicas serão abordados temas como Inovação Tecnológica Aplicada à Qualidade do Leite; Desafios e Perspectivas das Fazendas Leiteiras para Produção de Leite com Qualidade; Biosseguridade: Inovação Tecnológica e Novos Produtos Lácteos; Desafios da Produção com Qualidade em Pequenas Propriedades Rurais nas Diferentes Regiões do País; Resíduos de Produtos de Uso Veterinário; Mercado Externo do Leite e muitos outros.

Publicados

em

Um motorista de aplicativo foi preso em Aparecida de Goiânia na tarde desta segunda-feira (26) suspeito de agredir e importunar sexualmente passageiras. O suspeito começou a ser procurado pela Polícia Civil (PC) na quinta-feira (22), após denúncia de uma vítima, que alegou que o motorista, que tem 28 anos, passou as mãos nas pernas dela durante uma corrida.

Em seguida, após reclamar da atitude do rapaz, a vítima teria sido agredida com murros. A mulher ainda relatou aos policiais que, com muito custo, conseguiu fugir do motorista e foi acolhida por uma senhora que a colocou dentro do carro.

Já no dia seguinte, conforme investigação da PC, o homem teria repetido a ação criminosa após aceitar a corrida de outra mulher. Ele teria a elogiado de maneira invasiva e também teria seguindo, sem autorização da passageira, trajeto diferente do apontado pelo aplicativo. Ele teria levado a passageira até uma rua escura, parado o carro e pedido um beijo à vítima.

Ainda de acordo com relato da mulher à polícia, o homem, que também teria tocado a perna da segunda vítima, teria afirmado que a levaria para um motel. A passageira, no entanto, conseguiu descer do veículo e correr até um estabelecimento comercial, onde pediu socorro.

Leia Também:  Goiana é presa na Espanha suspeita de tráfico

A PC informou que achou por bem divulgar a imagem do suspeito, conforme os termos da Lei nº 13.869/2019 e da Portaria nº 547/2021 – PC, com o objetivo de identificar possíveis novas vítimas e testemunhas que façam o reconhecimento do homem, além de provas.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE,

através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA