COVID-19

Jaraguá registra mais de 4 mil casos de covid-19 desde o início da pandemia

Publicados

Nesta sexta-feira (7), o município de Jaraguá, ultrapassou mais de 4 mil casos confirmados de Covid-19, desde o início da pandemia. Entretanto, a cidade registra a marca de mais 3.800 mil pessoas curadas, nesse período foram registradas 138 vítimas fatais. De acordo com o boletim epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde, as últimas 24hs foram registrados 16 novos casos e com mais 07 curados, que receberam alta médica.

A Secretaria Municipal de Saúde, informou nesta sexta-feira (7), que continua a vacinação contra o coronavírus, porém a defasagem nos números do boletim, nos últimos dias teria sido em decorrência de falha no sistema do Ministério da Saúde na contabilização oficial. Por exemplo, nas últimas horas pelo boletim foram aplicadas apenas 38 doses.

JARAGUÁ

Desde o início da pandemia, Jaraguá contabiliza 4.004 casos de Covid-19. Desses, infelizmente 138 foram fatais. 3.806 pessoas estão recuperadas e outras 60 atualmente estão infectadas, enquanto outros 10 casos seguem suspeitos. 9.096 vacinas já foram aplicadas.

GOIÁS

Nas últimas 24h foram registrados 2.043 e infelizmente 77 goianos perderam a vida para a Covid-19. A vacinação no Estado, segundo o Governo já contabiliza mais de 1 milhão de aplicações da 1ª dose.

Leia Também:  Morre o radialista Jason de Souza da Rádio Alvorada de Rialma

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

 

 

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

VALE DO SÃO PATRÍCIO

Cooper-Rubi confirma certificação FSSC 22000

Reconhecimento internacional representa mais confiabilidade ao consumidor.

Publicados

em

A Cooper-Rubi, usina localizado em Rubiataba (GO), recebeu pela sexta vez a certificação internacional FSSC 22000. A primeira foi em 2016. A Food Safety System Certification (FSSC), que em português significa Certificação do Sistema de Segurança Alimentar, tem o objetivo monitorar e garantir a produção e distribuição de alimentos com segurança e qualidade em toda cadeia produtiva.

Entre os dias 31 de maio a 2 de junho a unidade sucroenergética goiana passou por uma minuciosa auditoria. Segundo a engenheira de alimentos da Cooper-Rubi, Anna Flavielle Gomes de Azevedo, o reconhecimento mundial da certificação estabelece os requisitos para a produção e disposição no mercado de produtos que são seguros para os consumidores.  “Com essa recertificação, a Cooper-Rubi garante satisfação e da confiança aos clientes e, a consequente, promove a melhoria na imagem da empresa, fidelizando os consumidores e consolidando o produto no mercado”, pontua.

A FSSC 22000 é baseada na ISO 22000.  A última e a especificação técnica são responsáveis por detalhar como e quais programas de pré-requisitos devem ser implementados para uma empresa conseguir a certificação FSSC 22000.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Ceres: Vice-prefeito Marcão testa positivo para a Covid-19
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA