injúria racial

PC cumpre mandados contra morador de condomínio investigado por injúria racial, em Goiânia

Crime foi praticado contra uma funcionária do prédio. Quatro armas de fogo foram apreendidas na casa do suspeito.

Publicados

A Polícia Civil de Goiás cumpriu mandado de busca e apreensão nesta quinta-feira (29), em investigação que apura os crimes de injúria racial e ameaça, contra a funcionária de um edifício residencial, em Goiânia. As diligências foram realizadas no apartamento de um morador do prédio, no Jardim Goiás, suspeito de proferir ofensas contra a mulher. No local, foram encontradas e apreendidas quatro armas de fogo.

O caso que repercussão nas redes sociais, aconteceu no dia 18 de abril deste ano, em um condomínio de luxo. Na ocasião, o indivíduo foi filmado chamando a vítima, que trabalha na portaria, de macaca e chimpanzé. Segundo a apuração, os xingamentos teriam sido motivados por um desentendimento, depois que a funcionária impediu a entrada do morador no prédio, sem que o mesmo se identificasse.

“Quando a gente teve acesso ao vídeo, ele próprio afirmava que possuía arma de fogo. Pelo comportamento dele, bastante explosivo, a gente achou por bem representar no Poder Judiciário pela busca e apreensão para checar se realmente existia arma lá e trazer mais tranquilidade aos moradores e funcionários do prédio”, informou o delegado Gil Bathaus, responsável pela investigação.

Leia Também:  Em Goiânia, médico é preso suspeito de agredir e atirar contra a namorada na garagem de hospital

As armas de fogo apreendidas na residência estavam armazenadas em um cofre. O homem não estava no local durante a ação policial. “Lá estava a filha dele e a sogra. Elas informaram que as armas pertencem ao investigado, tanto que elas nem tinham a senha do cofre, tiveram que entrar em contato com a mãe ou o pai para pegar a senha e abri-lo. Ele tinha as quatro armas, de calibre baixo”, explicou.

Além das diligências no condomínio do indivíduo, na capital, a Polícia Civil do Mato Grosso (PCMT), em apoio à operação, também cumpriu mandado de busca e apreensão na propriedade rural do homem, no município de Cocalinho (MT). “Ele é proprietário da fazenda lá e a gente recebeu, durante as investigações, uma foto onde ele estaria nessa fazenda, junto com outro rapaz e portando arma de fogo”.

O caso segue sendo apurado pela 8ª Delegacia Distrital de Polícia (DDP) de Goiânia. Ainda de acordo com o delegado, as armas e documentos apreendidos no local estão sendo analisados. Caso os equipamentos não sejam registrados, o suspeito também responderá pelo crime.

Leia Também:  Após receber novas ameaças de ataque UFG suspende aulas do curso de Educação Física no campus de Jataí

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

PLANTÃO POLICIAL

Homem mata o amigo a facadas após discussão por preço de feijão

Publicados

em

Um homem, é suspeito de matar o próprio amigo durante uma discussão por conta do preço do feijão, em Anápolis, no último domingo (08/05).  De acordo com a Polícia Militar, a vítima identificada como Adnilson Ferreira de Souza, de 48 anos, teria chamado o suspeito de ladrão após não concordar com o valor cobrado pelo alimento.

Segundo o relato da Polícia Militar, a esposa do suspeito contou aos policiais que os dois amigos haviam se encontrado em um supermercado da região minutos antes da confusão. Após conversarem no estabelecimento, eles decidiram ir até a casa do investigado para negociarem um pacote de feijão.

Ao chegarem na residência, o dono do produto cobrou um valor acima do que Adnilson gostaria de pagar. Insatisfeito com o preço cobrado, ele chamou o amigo de ladrão, momento que foi atingido por vários golpes de faca.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Adolescente que confessou matar amiga com 35 facadas é apreendida em Rio Verde
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA