Uruaçu: Três pessoas são presas durante Operação PC27

Publicados


Dando continuidade à “Operação PC27”, que visa o combate a crimes contra o patrimônio, policiais civis da Delegacia de Polícia de Uruaçu realizaram dezenas de abordagens em pessoas suspeitas, nos mais diversos lugares do município, como bares, praças e vias públicas.

Durante uma das abordagens, os agentes se dirigiram até o estabelecimento comercial denominado “Kabanas Drink” (situado no Setor Rosem Park, em Uruaçu), conhecido prostíbulo da cidade e apontado como local de tráfico de drogas. Após realizar busca pessoal no proprietário do estabelecimento, de nome Lucirlei Almeida Rodrigues (alcunha Pão), foram encontrados alguns pinos contendo cocaína.

Foram realizadas ainda buscas na residência de Lucirlei, localizada nas proximidades, onde se encontravam a companheira e a mãe dele, respectivamente chamadas Ayandra Costa Da Silva e Jorcelina De Almeida Lima Rodrigues ocasião em que os policiais descobriram um fundo falso no piso do quarto do casal, onde havia sido acoplado um cano, dentro do qual foram localizados uma porção de cocaína e 55 pinos próprios para sua colocação. 

Leia Também:  Rubiataba: Suspeito de cometer crimes em Itapaci é preso pela PM

Uma segunda porção de cocaína também foi encontrada dentro do guarda-roupas, totalizando 150g da substância, aproximadamente. 

Além disso, os agentes civis localizaram um revólver calibre 32, arma de fogo essa que Ayndra e Jorcelina tentaram se desfazer dela, atirando-a nos fundos do imóvel. Após ser encontrado, Lucirlei confessou que o revólver lhe pertencia.

Por fim, ainda foram apreendidos cadernos de anotações sobre a movimentação financeira do tráfico de drogas e a importância de R$ 2.065,00 (dois mil e sessenta e cinco reais).

Diante da situação, Lurcilei Almeida Rodrigues, Ayandra Costa Da Silva e Jorcelina De Almeida Lima Rodrigues, foram presos e autuados em flagrante delito na Delegacia Distrital de Polícia de Uruaçu.                

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

PLANTÃO POLICIAL

Homem é preso por se passar por policial federal em buscas por Lázaro

O homem teria tentando convencer uma equipe da PM a acompanhá-lo em uma suposta ocorrência

Publicados

em

Na noite deste sábado (19), um homem de 23 anos foi preso, ao tentar se passar por policial federal para participar das buscas pelo foragido Lázaro Barbosa, 32 anos. O caso ocorreu no km 30 da BR 070, em Cocalzinho de Goiás. A prisão foi realizada por uma equipe conjunta formada pela Polícia Militar de Goiás, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Federal.

Segundo as corporações, o indivíduo abordava as equipes na rodovia, dizendo ser policial federal. E que estava atrasado para incorporar sua equipe, que se encontrava mais à frente. Esse tipo de delito é tipificado no artigo 307 como falsidade ideológica.

Cerca de 40 minutos depois, o suspeito retornou abordando as equipes e disse que precisava de apoio para desarmar um sujeito bêbado em uma propriedade rural.

O homem consumou também o delito usurpação da função pública, ao convencer uma equipe da Polícia Militar de Goiás a acompanhá-lo em uma suposta ocorrência.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Jaraguá: Mulher é detida tentando entrar com drogas nas partes íntimas na Unidade Prisional
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA