Uruana: Quatro fogem da cadeia pública

Publicados


Quatro detentos fugiram da cadeira pública de Uruana, no início da tarde de ontem (10). De acordo com informações, a Polícia Militar (PM), foi informada por terceiros de que haviam visualizados alguns indivíduos correndo aparentando ser presos que estavam em fuga.

Conforme informações, a equipe juntamente com o plantão verificou e fez a contagem dos presos e constatou que Wiliam Santana dos Santos, Joelmir Rodrigues de Paula, Agenor José Dias Neto e Juliano César Pires das Chagas, fugiram.

Consta no boletim de ocorrência, os mesmos serraram as grades da cela e em seguida as grades do banho de sol e pularam o muro da cadeia. A PM solicitou apoio de Carmo do Rio Verde e Ceres e também requereu apoio de equipes da Polícia Técnico Científica.

 

Direção da cadeia

Como já publicado pelo JORNAL DO VALE em outras matérias de fuga na Cadeia de Pública de Uruana, a Polícia Militar (PM) que é a responsável pelo estabelecimento prisional, sendo deixados pelo Estado os presos sob sua responsabilidade. No entanto, deveria o Estado cumprir seu papel e administrar, seja como Ceres, Rialma, Jaraguá, Goianésia e outras cidades com a Agência Prisional, já que o número de militares é escasso em Uruana, e em nosso entender, não é obrigação da PM tal obrigação.

Leia Também:  Ceres: Vinte cães são envenenados e oito morrem

Essa matéria pode ser atualizada a qualquer momento!

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

PLANTÃO POLICIAL

PRF apreende carga irregular de combustível avaliada em cerca de R$ 400 mil

Cada veículo transportava 60 mil litros de combustível, e apresentaram documentação fiscal inidônea, indicando suspeita de fraude no recolhimento de impostos ao Estado

Publicados

em

A Policia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 120 mil litros de etanol, na noite desta segunda-feira (12), na BR 153, em Jaraguá. A carga estava em dois caminhões bitrem e está avaliada em cerda de R$ 400 mil.

Os caminhões trafegavam juntos pela rodovia quando foram parados pela PRF na unidade de Jaraguá. Cada veículo transportava 60 mil litros de combustível, e apresentaram documentação fiscal inidônea, indicando suspeita de fraude no recolhimento de impostos ao Estado.

Os motoristas alegaram a PRF que carregaram em Paulínia, no interior paulista, e o combustível seria descarregado em Piripiri, no Piauí.

As carretas foram escoltadas pela PRF na noite desta segunda-feira, até Goiânia, na sede da Secretaria de Economia (SECON-GO), que ficará responsável pela aplicação das penalidades tributárias cabíveis, que podem chegar a R$ 100 mil.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Campos Verdes: Câmara de Vereadores declara a perda de mandato de vereador, após cobrança do MP-GO
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA