Abril começa ainda impactado pelas projeções do USDA

Publicados

Abril começa ainda impactado pelas projeções do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) que surpreendeu o mercado com uma previsão de redução da área plantada de milho. A estimativa aponta para 36,42 milhões de hectares, uma redução de 5% em comparação ao ciclo anterior de 38,28 milhões de hectares. Esta projeção fica abaixo da expectativa de 37,24 milhões de hectares prevista anteriormente.

Analistas apontam que a disputa por área nos EUA é intensa, e com o plantio ainda não iniciado, as áreas efetivas só serão confirmadas em maio. Paralelamente, o USDA registrou um aumento nas reservas de milho, chegando a 212,1 milhões de toneladas, um crescimento de 13% em relação ao ano anterior e próximo às previsões de mercado de 214 milhões de toneladas.

O aumento nos preços do petróleo também influencia o mercado do milho, devido à produção de etanol nos EUA, que utiliza o cereal. Este cenário contribuiu para uma alta de 3,57% no preço do milho para maio, cotado a US$ 4,42 por bushel na bolsa de Chicago.

Leia Também:  Projeto Jaíba transforma produção de frutas no norte de Minas Gerais

Em contrapartida, a área plantada de trigo deve cair 4%, para 19,22 milhões de hectares. Esta redução contribuiu para uma alta de 2,33% no preço do trigo para maio, a US$ 5,6025 o bushel. O estoque de trigo até 1º de março aumentou 16% em relação ao ano anterior, para 29,6 milhões de toneladas.

Quanto à soja, o USDA estima um crescimento de 3% na área plantada para 35 milhões de hectares na safra 2024/25. Os estoques americanos de soja mostraram um aumento de 9% em relação ao ano anterior, alcançando 50,3 milhões de toneladas.

Essas projeções afetam diretamente os preços globais desses commodities agrícolas e têm implicações significativas para produtores, investidores e mercados internacionais, considerando a importância dos EUA no mercado global de grãos. A expectativa agora é acompanhar como essas estimativas iniciais se ajustarão nos próximos meses e qual será o impacto real na produção e nos preços mundiais dos alimentos.

Fonte: Pensar Agro

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Agronegócio

Agronegócio de Minas Gerais ultrapassa R$ 1 trilhão no PIB

Publicados

em

A agropecuária de Minas Gerais tem motivos para comemorar. Neste ano, o setor alcançou um marco impressionante, ultrapassando a marca de R$ 1 trilhão no Produto Interno Bruto (PIB) estadual. A notícia foi destacada durante o Seminário Mineiro de Gestores da Agropecuária, realizado nesta quinta-feira (11.04) na Cidade Administrativa em Belo Horizonte. O evento reuniu cerca de 600 gestores municipais para discutir as políticas públicas e inovações que estão moldando o futuro do setor no estado.

O vice-governador Professor Mateus enfatizou o compromisso do governo em apoiar e continuar transformando o setor agropecuário mineiro. As iniciativas do governo estadual, conduzidas através da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), incluem a regularização fundiária rural, incentivos à agricultura familiar e o fortalecimento de programas executados pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater-MG), pela Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) e pelo Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA).

Durante o seminário, houve a entrega simbólica de kits de irrigação e feira, bem como veículos destinados a melhorar a logística e o suporte técnico oferecido pela Emater-MG aos agricultores. O investimento de R$ 12,3 milhões na frota de veículos visa garantir uma assistência mais eficiente e econômica, destacando o papel vital da logística no suporte ao produtor rural.

Leia Também:  CNA lembra que o agronegócio ajudou a evitar uma alta maior da inflação em 12 meses

Os kits de irrigação entregues são parte de uma estratégia para fortalecer a agricultura familiar, permitindo a produção contínua durante o ano, inclusive nos períodos de seca. Os kits feira, que incluem barracas, jalecos e caixas plásticas, são projetados para melhorar a infraestrutura das feiras livres, valorizando a produção local e ampliando as oportunidades de negócios para os pequenos agricultores.

Este evento não apenas celebra os avanços já alcançados, mas também reforça o compromisso do governo estadual com o desenvolvimento contínuo do setor agropecuário em Minas Gerais, promovendo a geração de renda e empregos no estado.

Com informações da Assessoria do Governo de Minas

Fonte: Pensar Agro

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA