Política Nacional

Aumento na mistura de biodiesel no diesel é importante para promover a sustentabilidade

Decisão foi tomada em reunião do CNPE com a presença do presidente Lula.

Publicados

Nesta sexta-feira (17), o presidente Lula participou da 1ª Reunião Extraordinária do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), que tem a prerrogativa de auxiliá-lo nas medidas a respeito da política energética no Brasil. Durante o encontro, os conselheiros decidiram pelo aumento, de forma gradativa, no percentual de mistura obrigatória de biodiesel no diesel.

Conforme decisão, a adição de combustível renovável no combustível fóssil, que atualmente está em 10%, deverá subir até 15% em 2026, seguindo um cronograma que começa já no mês de abril, com evolução de 1% a cada ano. A determinação faz parte do compromisso de renovação energética para produção de matriz limpa e renovável.

O Ministro-Chefe da Secretaria de Comunicação Social (Secom), Paulo Pimenta, comemorou a medida elaborada pelo CNPE. “A decisão vem para promover a sustentabilidade com a produção de combustível renovável de forma efetiva no Brasil, além de ampliar a produção, vai gerar empregos e oportunidades”, destacou.

Leia Também:  PC apura posse de fuzis com homem preso em Trindade

As misturas de biodiesel no diesel e de etanol na gasolina tem o objetivo de diminuir a emissão de poluentes no meio ambiente. O Brasil é o terceiro maior produtor de biodiesel do mundo e o município de Passo Fundo, no Rio Grande do Sul, concentra a maior produção do país. As medidas adotadas pelo CNPE seguem as diretrizes da Política Nacional dos Biocombustíveis (RenovaBio), em vigor desde 2017.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

BRASIL

Referência em controle de cárcere, Goiás recebe evento nacional sobre sistema penitenciário

Secretários de Justiça e Administração Penitenciária participam do 6º Consej, nos dias 22 e 23 de fevereiro, em Goiânia.

Publicados

em

Complexo Prisional Daniella Cruvinel, em Aparecida de Goiânia, receberá visita dos participantes da 6ª Reunião Ordinária do Consej. Foto: DGPP

Encontro mais importante do país para discussão sobre o sistema prisional, a 6ª edição da Reunião Ordinária do Conselho Nacional dos Secretários de Justiça, Cidadania, Direitos Humanos e Administração Penitenciária (Consej) será realizada em Goiás, pela primeira vez na história. Secretários de Estado de Justiça e Administração Penitenciária de todo o Brasil se reunirão em Goiânia, nos dias 22 e 23 de fevereiro, para visitas técnicas e debates presenciais.

No primeiro dia, os participantes irão ao Complexo Prisional Policial Penal Daniella Cruvinel, em Aparecida de Goiânia, e à Seção Integrada de Monitoração Eletrônica (Sime), em Goiânia. O objetivo será conhecer os trabalhados realizados pela Polícia Penal de Goiás. No segundo dia, as reuniões acontecerão no Salão Nobre Maguito Vilela, na Assembleia Legislativa de Goiás.

Na esteira da primeira fuga ocorrida em uma penitenciária federal, em Mossoró, no dia 14 de fevereiro, um dos temas relevantes debatidos durante o 6º Consej será o gerenciamento de crises (rebeliões e motins) e a classificação das organizações criminosas no sistema penitenciário. A pauta foi proposta pelo diretor-geral de Polícia Penal de Goiás, Josimar Pires, que apresentará ao Conselho modelos implantados no Estado para o controle destas ocorrências.

Leia Também:  Confira 5 carros mais em conta que serão lançados em 2021

“Goiás é referência nacional no controle do cárcere. Isso se deu em virtude da implantação de modelos rígidos de controle, treinamento e melhorias nas estruturas, atrelado, sobretudo, a protocolos de atuação em cenários de crise, que facilitam a atuação rápida dos policiais penais em situações como fugas e rebeliões”, explica Josimar Pires. Para ele, é preciso criar, no contexto da Polícia Penal nacional, protocolos padronizados de atuação em cenários de crises, facilitando a integração entre os entes federativos, principalmente em condições de atuação conjunta, como acontece neste momento em Mossoró.

Serviço

6ª Reunião Ordinária do Conselho Nacional dos Secretários de Justiça, Cidadania, Direitos Humanos e Administração Penitenciária (Consej)

Quando: 22 e 23 de fevereiro (quinta e sexta)

Onde:

1º dia – Complexo Prisional Policial Penal Daniella Cruvinel, em Aparecida de Goiânia, e Seção Integrada de Monitoração Eletrônica (Sime), em Goiânia

2º dia – Salão Nobre Maguito Vilela na Assembleia Legislativa de Goiás (Av. Emival Bueno, Quadra G – Lote 01 – Park Lozandes, Goiânia – GO)

Leia Também:  Indulto a mulheres e transexuais presas é concedido por Temer

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA