Incêndio

Bombeiros resgatam duas pessoas de um incêndio, em Anápolis

As vitimas foram socorridas e encaminhas ao hospital

Publicados

Duas pessoas foram salvas pelos Bombeiros, na noite desta segunda-feira (7), no Setor Mansões Paraíso, em Aparecida de Goiânia. Ao chegar no local, uma casa estava em chamas, e foi informado aos bombeiros que havia duas vítimas no interior da residência, uma delas acamada.

Eles fizeram a busca e encontraram um homem e uma mulher identificada como Elaine Dias Oliveira, inconscientes no quarto. Rapidamente, as vítimas foram retiradas do local, receberam os primeiros socorros e foram encaminhadas, com apoio do Serviço Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), para atendimento na unidade hospitalar.

Viaturas de reforço conseguiram combater o incêndio que provocou danos em móveis como sofá, cama e televisor. A ação rápida evitou que as chamas se propagassem para imóveis vizinhos.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Em Goianésia, hóspede de hotel fica de cueca na parte externa e é socorrido pelos bombeiros após vias de fato
Propaganda

ESTADO

Primeiro caso da variante da Covid-19 indiana é confirmado em Goiânia

Publicados

em

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Goiânia confirmou nesta sexta-feira (18) o primeiro caso da variante Delta de Covid-19 em Goiânia. Conhecida como cepa indiana ou B.1.617.2, ela foi identificada em uma paciente de 18 anos, residente na capital, que relatou não ter feito nenhuma viagem nem ter tido contato com pessoas de outros Estados ou países.

A paciente apresentou sintomas leves e não precisou ser internada. Ela é uma das participantes da pesquisa de sequenciamento genético que está mapeando as variações do Coronavírus (SARS-COV-2) em Goiás, projeto de pesquisa financiado pela Fapeg (Fundo de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás) e INCT-EECBio da Universidade Federal de Goiás (UFG).

A amostra foi detectada em um dos 62 indivíduos que integraram esta etapa da pesquisa. Imediatamente após a identificação do caso, a SMS concluiu que trata de uma transmissão comunitária.

 

Xepa

A SMS também endereçou a questão das sobras de doses das vacinas, chamada popularmente de “xepa” das vacinas. “Cada local faz uma relação das pessoas, dentro dos grupos prioritários, interessadas em tomar a vacina e, quando sobra alguma dose, elas são avisadas por telefone”, esclarece a nota.

Leia Também:  Prefeitos têm autonomia para tomar decisões sobre o que abre e fecha durante pandemia, diz Caiado

O texto também informa que diariamente sobram “pouquíssimas doses, uma vez que a vacinação ocorre por agendamento e no caso da AstraZeneca, ela retorna para a Rede de Frio, pois o frasco pode ficar até 48 horas aberto”.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA