política

Caiado recebe apoio de lideranças de Bela Vista e Piracanjuba

Integrantes de partidos de oposição destacam as melhorias entregues pela atual gestão e reconhecem a vontade da população pela continuidade do projeto liderado pelo atual governador.

Publicados

Representantes do PL, PSDB e PSB de Bela Vista e Piracanjuba declararam nesta terça-feira (06) apoio à reeleição do governador Ronaldo Caiado (União Brasil), durante reunião realizada na sede do diretório do União Brasil, no setor Bueno, em Goiânia. A decisão foi tomada em conjunto e intermediada pela prefeita de Bela Vista, Nárcia Kelly (PP).

“A gente sente conversando com as pessoas, que o governador Ronaldo Caiado, com muito trabalho, conquistou a confiança do povo goiano”, afirmou Nárcia Kelly. A prefeita, que já havia respaldado apoio à reeleição de Caiado, foi responsável por articular os demais apoios com lideranças da oposição na região. “Os líderes precisam estar sensíveis e entender o anseio da população”, explicou.

Presidente do PL em Bela Vista, David do Las Vegas afirmou que a decisão foi tomada em conjunto, por reconhecer os avanços obtidos com a atual gestão. “Nosso governador tem feito um grande trabalho no Estado, principalmente na segurança pública, saúde, educação, tem sido um diferencial. Além disso, é um governo honesto, que se Deus quiser ele vai ser reeleito no 1° turno”, afirmou.

Leia Também:  Veja as matérias discutidas e aprovadas na 5ª Sessão Ordinária do mês de abril da Câmara Municipal de Ceres

O ex-prefeito de Bela Vista e atual presidente do PSDB local Vanderlei Siqueira disse que a reeleição de Caiado é essencial para que Goiás possa continuar crescendo. “Como ex-prefeito, membro do Sindicato Rural, vejo o tanto que Caiado já fez pelo produtor rural, para o homem do campo e para o homem da cidade também. Um mandato foi pouco, ele precisa ter a chance de fazer mais”, defendeu Vanderlei. “Temos de ter sensibilidade e escolher o que é melhor para o nosso Estado”, completou.

Gabriela Machado, filiada ao PSD de Piracanjuba, também reafirmou que a reeleição do candidato do União Brasil é um pedido do povo. “Nós sabemos que é um desejo da população a sua reeleição”.

Também participaram da reunião o presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego), Lissauer Vieira (PSD), que coordena a campanha do governador Ronaldo Caido; a vice-prefeita de Piracanjuba, Professora Lenízia (PSDB); o presidente da Cooperativa Agropecuária Mista de Piracanjuba (Coapil), Astrogildo Gonçalves, e o secretário de Educação de Piracanjuba e vice-presidente do PSB municipal, Wilson Rodrigues.

Leia Também:  Covid-19: Brasil registra 29,57 milhões de casos e 656,8 mil mortes

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA

Aumenta o uso de nome social entre eleitores trans no Brasil

A quantidade de pessoas trans que solicitaram a inclusão dessa identificação no título pulou de 9.900 para 37,6 mil em apenas dois anos.

Publicados

em

Um levantamento da Folha de São Paulo, baseado em dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), revelou que o uso do nome social por eleitores transexuais e travestis disparou neste ano no Brasil.

Conforme a pesquisa, a quantidade de pessoas trans que solicitaram a inclusão dessa identificação no título pulou de 9.900 para 37,6 mil em apenas dois anos, aumento de 277% na comparação com o último pleito municipal.

A lista de localidades com eleitores registrados também aumentou. Ao menos um brasileiro está apto a votar com o nome social em 3.245 cidades de todos os estados. Há dois anos, eram 1.973 municípios.

Através de resolução do TSE, o direito foi conquistado em 2018. Pessoas não identificadas com o sexo biológico podem incluir no título de eleitor o nome com o qual são reconhecidas socialmente e serem assim tratadas nos locais de votação.

Esse grupo, que em sua maioria se identifica com o gênero feminino e tem menos de 30 anos de idade, corresponde a 0,02% do eleitorado, ou 1 a cada 4.156 pessoas habilitadas para o pleito deste ano.

Leia Também:  “Tradição cada vez mais viva”, diz Caiado durante Romaria dos Carros de Boi em Trindade

Em decorrência das limitações nos dados das inscrições entregues ao TSE, é difícil, no entanto, traçar um perfil dessas candidaturas. Em 2022, 35 postulantes informaram um nome social, ante 29 nas últimas eleições nacionais, em 2018. Isso não significa, no entanto, que todos eles sejam transexuais nem que todos os candidatos trans aparecem nesses registros.

As candidaturas

Uma pesquisa realizada pela Associação Nacional de Travestis e Transexuais (Antra) identificou 65 pessoas trans disputando o pleito deste ano, sem contar aquelas que integram candidaturas coletivas, mas não como titulares. Esse número representa 0,2% do total de registros, ou um a cada 435 postulantes inscritos.

O levantamento indica que há a possibilidade de que alguns candidatos ainda desconhecem o direito válido desde 2018, porque não preencheram o campo reservado ao nome social, enquanto se registraram com nome civil e nome de urna associados a gêneros diferentes.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE,

através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA