Plantão Policial

Caso de bebé recém nascida abandona debaixo de uma árvore é investigado pela Policia

A criança foi encontrada sem roupa e com sinais de hipotermia

Publicados

A Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) de Goiânia investiga o caso de uma recém-nascida que foi abandonada no Residencial Jardins do Cerrado 1, em Goiânia. A bebê foi encontrada ainda com o cordão umbilical, debaixo de uma árvore, durante a madrugada desta terça-feira (20).

Segundo os agentes, já estão sendo feitas apurações no local, porém a delegada titular Marcella Orçai não concederá entrevistas por enquanto, com o intuito de preservar as investigações.

O tenente da Polícia Militar (PM) Pablo Azedias disse que quando encontrada, a criança estava sem roupa e com sinais de hipotermia, devido ao frio severo registrado na Capital. Ele acredita que a criança tinha acabado de nascer quando foi encontrada, já que havia placenta no local. De acordo com o policial, se a bebê ficasse lá por muito tempo poderia não sobreviver ao frio.

O Hospital Estadual Materno-Infantil (HMI) revelou que a neném segue internada, recebe os cuidados necessários e passa bem. A menina mede 44 cm e pesa 2,240 kg.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Acidente envolvendo dois veículos na BR 153 não deixa feridos
Propaganda

JUSTIÇA

Operação em desfavor de servidores da antiga Agetop cumpre mandados em Goiânia, Aparecida e Senador Canedo

Serão cumpridos 21 mandados de busca e apreensão

Publicados

em

Nesta sexta-feira (30), foi deflagrada a operação Old School, pelo Ministério Público do Estado de Goiás (MPGO), por intermédio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO). Serão cumpridos 21 mandados de busca e apreensão em Goiânia, Aparecida e Senador Canedo.

A operação tem por finalidade apuração de crimes de corrupção ativa e passiva, falsidade ideológica, organização criminosa e lavagem de dinheiro, praticados por servidores públicos da antiga Agetop e empresários do ramo da construção civil.

O procedimento investigatório guarda ligação com 10 obras públicas executadas por diversas construtoras contratadas pela agência com pagamento da quantia total de R$ 399.070.280,05, em números não atualizados.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Em Goianésia, mulher se esconde em igreja tentativa de encerrar agressões de namorado
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA