Plantão Policial

Cocalzinho de Goiás: Túmulo de Lázaro Barbosa é violado em cemitério

A Polícia Científica afirmou que a cabeça de Lazáro Barbosa não fui furtada, durante uma violação de túmulo.

Publicados

Cocalzinho de Goiás: Túmulo de Lázaro Barbosa é violado em cemitério. Fotos: Divulgação/PM.

O túmulo do criminoso Lázaro Barbosa foi violado nesta quarta-feira (15), em Cocalzinho de Goiás. A Polícia Militar (PM) foi acionada chamada para atender a ocorrência e a suspeita seria de que a cabeça do homem tenha sido levada do cemitério. Conforme o delegado Rafhael Barbosa, foi realizada uma perícia no local.

A violação da sepultura foi constatada pelo coveiro do lugar, que acionou a polícia e adiantou que partes do cadáver podem ter sido subtraídas.
Por enquanto, os investigadores não sabem quantas pessoas teriam escavado o túmulo de Lázaro, que ficou conhecido como “serial killer” e maníaco do Centro-Oeste, após cometer diversos crimes. Como desdobramento do último, houve uma intensa busca de 20 dias, quando foram mobilizados cerca de 300 policiais de todas as forças de segurança do Estado.

Resultado da perícia

A Polícia Científica afirmou que a cabeça de Lazáro Barbosa não fui furtada, durante uma violação de túmulo. Conforme o delegado Rafhael Neris, nenhuma parte do corpo ou objetos foram levados, diferente da suspeita inicial repassada pela Polícia Civil (PC).

Leia Também:  Em Itapuranga, mais de 100 mil peças automotivas falsificadas são apreendidas

Os policiais encontraram apenas uma parte do túmulo escavado, mas o caixão não estava violado. A situação foi descoberta por um coveiro que trabalha no Cemitério de Cocalzinho de Goiás. O está sendo investigado pela PC.

Quem foi Lázaro Barbosa

Lázaro Barbosa de 32 anos, foi preso em 28 de junho de 2021, após 20 dias de busca. Ele morreu em confronto com a polícia e era investigado pelo homicídio de quatro membros de uma mesma família em Ceilândia, no Distrito Federal (DF), e um caseiro em Goiás. Durante a madrugada, equipes policiais intensificaram o cerco em uma região de Águas Lindas de Goiás, no Entorno do DF, após uma denúncia afirmar que teria visto o investigado em uma casa na região, na noite do dia 27 de junho de 2021.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

PLANTÃO POLICIAL

Assaltante de bancos é morto durante confronto com a PM

Conforme a polícia, Eduardo Esmael Brito, o Dudu veio da Bahia e era suspeito de liderar um grupo especialista em assalto a bancos.

Publicados

em

Eduardo Esmael Brito, vulgo Dudu liderava um grupo especialista em assalto a bancos. Foto: PC

Um assaltante de bancos vindo da Bahia e investigado como líder de um assalto no município de Irecê (BA), conforme informações da Polícia Civil do Estado da Bahia (PC-BA), foi morto nesta sexta-feira (1º) em um confronto com a Polícia Militar (PM) em Águas Lindas de Goiás.

Conforme a PM, o homem identificado como Eduardo Esmael Brito, vulgo Dudu, passava de motocicleta na rodovia BR-070 quando os militares tentaram abordá-lo e ele tentou fugir. Assim, ele foi seguido por uma equipe da PM, ele parou a moto e entrou em uma região de mata.

O homem foi identificado como Eduardo Esmael Brito, vulgo Dudu. Foto: Ipiaú Online

Ainda segundo o relato da PM, os militares entraram a mata atrás do suspeito, momento em que foram recebidos a tiros e na sequência, os policiais revidaram os disparos e o suspeito acabou sendo atingido.

De acordo com a PM, o Corpo de Bombeiros foi acionado e realizou o resgate do homem, que chegou a ser encaminhado para o Hospital Bom Jesus, mas acabou morrendo.

Leia Também:  PC realiza prisão de mulher que tentou entrar no presídio com drogas escondidas no pão de forma, em Inhumas

Busca e apreensão

A polícia realizou o cumprimento de um mandado de busca e apreensão na casa de Eduardo, e, no local, foram encontrados 1kg de explosivos e também ferramentas usadas para arrombamento de caixas eletrônicos. A polícia, para remover o material explosivo, contou com o apoio do Esquadrão Antibomba do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE). Os explosivos foram removidos e levados a um local seguro onde houve a detonação dos mesmos.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA