Vale do São Patrício

CRV Industrial desenvolve ações de monitoramento ambiental

Usina goiana preza pelo cuidado com a comunidade em que está inserida.

Publicados

As ações em prol da prevenção do meio ambiente é uma constante da usina sucroenergética CRV Industrial, localizada em Carmo do Rio Verde (GO). Nas últimas semanas a unidade realizou monitoramentos ambientais.

A usina fez a limpeza das caixas separadoras (SAO). A ação, que segue um cronograma trimestral, melhora a eficiência da mesma. Todo o resíduo retirado foi encaminhado para a destinação correta.

E para que a caixa funcione corretamente, é necessário que a ação seja desenvolvida de maneira adequada, por isso, a usina conta com uma empresa especializada para execução do serviço. “O óleo é uma substância tóxica para o meio ambiente e para a saúde humana, por isso fazemos a separação e tratamento desse resíduo”, explica a técnica em meio ambiente da usina, Renata Batistela.

A usina fez, no início do mês de junho, a análise da eficiência de um sistema CSAO da indústria, avaliando os parâmetros de óleos e graxas mineral, pH, sólidos sedimentáveis, fenóis e surfactantes. As análises apresentam conformidade ambiental perante a legislação ambiental vigente, Resolução Conama nº 430/2011.

Leia Também:  Goiás terá o fim de semana com nebulosidade e pancadas de chuva

 

Cuidado com a água

Seguindo com os cuidados, a cada seis meses é realizada a análise da água em nove pontos próximos à usina, por meio do Programa Água Viva. Os locais selecionados são de mananciais envolvidos no sistema de produção da usina.

O objetivo é avaliar possíveis alterações significativas dos recursos hídricos, mantendo seus parâmetros físicos, químicos e biológicos, além de preservar os recursos ambientais. E para garantir a eficiência e o resultado correto, a coleta é realizada por uma empresa cadastrada pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).

Todas as ações foram acompanhadas pelo Departamento de Meio Ambiente da usina.

 

Mais operações

Além disso, a unidade ainda desenvolve programas de conscientização com os colaboradores e com a comunidade. Um bom exemplo disso são os concursos que estão em andamento. Os programas Viva Fauna e Viva Flora estão em andamento com a terceira edição do concurso de fotografia. Outra ação, dedicada a colaboradores e seus filhos é outro concurso, só que agora de redação, focado na conservação do solo.

Leia Também:  Após descumprimento da legislação municipal, Poder Judiciário determina que presidente da Câmara de Ceres coloque projeto do executivo em votação

Diversas ações de manutenção e preservação são realizadas por meio dos programas inclusos no Plano de Gestão Ambiental (PGA). Com ele, a CRV Industrial demostra a gestão utilizadas para minimizar os impactos ambientais de suas atividades. ⠀

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MEIO AMBIENTE

CRV Industrial desenvolve campanha Consumo Consciente

A ação visa reduzir a emissão de poluentes.

Publicados

em

Com o objetivo de reduzir a emissão de gases poluentes na atmosfera provenientes de queima do diesel dos caminhões canavieiros e colhedoras e, consequentemente, diminuir o consumo de combustíveis fósseis, a CRV Industrial, usina em Carmo do Rio Verde no Vale do São Patrício, desenvolve junto aos motoristas destes veículos a campanha Consumo Consciente.

A ação iniciou com o treinamento dos colaboradores e, agora, segue para a parte prática. Segundo o auditor da unidade, Claudinei Henrique de Souza, o controle será quinzenal e, dependendo do consumo do veículo, o motorista recebe um selo, que será afixado no para-brisa. O vermelho indica consumo acima da meta, já o amarelo alerta e o verde é dentro dos padrões estabelecidos.

A meta para o caminhão canavieiro é de um quilômetro por litro e para a colhedora é de 35 a 40 litros de diesel por hora de trabalho.

Assim, todos os profissionais devem estar atentos na direção e na manutenção, já que os vilões da economia de combustível, como o excesso de rotação, pneus descalibrados, motor ocioso, vazamento de ar no sistema de freio e frenagem e aceleração desnecessárias, podem ser evitados.

Leia Também:  Goiás terá o fim de semana com nebulosidade e pancadas de chuva

Além disso, Claudinei orienta em como fazer uma direção econômica. É importante trabalhar o máximo de tempo na faixa verde, além de utilizar sempre o freio motor antes e depois do serviço. Outras dicas são utilizar mais inércia, além de priorizar o tubo verde e utilizar sempre a marcha correta.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA