Plantão Policial

Goiânia: Homens são presos nus após serem flagrados fazendo sexo em parque

A dupla disse que estava “dando uns pegas”. As prisões ocorrerem durante um patrulhamento no Bosque dos Buritis.

Publicados

Homens são presos nus após serem flagrados fazendo sexo em parque. Foto: CGM

Um homem de 25 anos e outro de 34 anos, que não tiveram os nomes divulgados, foram presos na noite de segunda-feira (27), pela Guarda Civil Metropolitana (GCM), no Bosque dos Buritis em Goiânia. Na ocasião, eles estavam nus e fazendo sexo.

Conforme a GCM, a prisão ocorreu durante o patrulhamento no Bosque dos Buritis, quando os guardas adentraram a pé no interior do bosque e se depararam com dois indivíduos nus e praticando “atos obscenos”.

Os policiais deram voz de prisão e realizaram a identificação de ambos e ao questionar os autores sobre o que faziam ali e naquelas condições, eles mencionaram que estavam ali “dando uns pegas”.

Desta forma, os policiais realizaram a prisão dos os autores e os conduziram para a Central Geral de Flagrantes da Polícia Civil para os procedimentos de praxe.

Os dois devem responder pelo crime de ato obsceno consumado tipificado no artigo 233 do Código Penal Brasileiro. De acordo com a GCM, os dois assinaram um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e foram liberados em seguida.

Leia Também:  TSE mantém posse de deputada estadual mais jovem do país

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

PLANTÃO POLICIAL

Tesoureiro de banco é suspeito de desviar R$ 3,5 milhões para jogos virtuais

O BRB realizou denúncia após perceber irregularidades contábeis em uma das agências do DF.

Publicados

em

Um tesoureiro de uma agência do Banco de Brasília S.A. (BRB) é alvo de uma operação da Polícia Civil do Distrito Federal (PC-DF) por suspeita de desviar R$ 3,5 milhões para jogos de apostas virtuais.

Conforme informações, o BRB realizou a denúncia após perceber irregularidades contábeis em uma das agências do Distrito Federal. A PC-DF deflagrou a operação com mandados de busca e apreensão, além do bloqueio de valores das contas do investigado.

O suspeito retirava o dinheiro e depositava em sua conta pessoal e por ter acesso ao cofre e saber das operações de caixa, ele falsificava documentos para esconder os desvios da tesouraria.

O homem usava o dinheiro para jogos de apostas virtuais, indicou a investigação. A PC-DF ainda apura se outros servidores estiveram envolvidos no esquema.

Houve o bloqueio de R$ 3,5 milhões e a investigação ainda conseguiu o bloqueio judicial de valores na conta corrente, ativos financeiros, investimentos e seguros de vida no nome do servidor até o montante supostamente desviado.

Leia Também:  STF tem cinco votos para descriminalizar porte de maconha para consumo

O homem que não teve o nome divulgado é investigado por peculato e lavagem de dinheiro e as penas podem chegar a 22 anos de prisão.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA