Nota de Falecimento

Goiano de 34 anos é encontrado morto dentro de apartamento em que morava nos EUA

O tio de Vitor disse que o mesmo era uma pessoa alegre e disse ainda não saber o que pode ter causado a morte do sobrinho. “Ele tinha os problemas dele, mas não mostrava. Era sempre um cara alegre, sempre otimista”.

Publicados

Vitor de Matos morava nos EUA há mais de cinco anos.

O goiano Vitor de Matos, de 34 anos, foi encontrado morto dentro do apartamento em que morava na Filadélfia, Estados Unidos, no início desta semana. Conforme a sua família, o rapaz era natural de Professor Jamil e vivia nos EUA há pouco mais de cinco anos. O corpo foi encontrado por um amigo que teria ido ao apartamento após estranhar o sumiço de Vitor.

Wilson Geraldo, tio de Vitor, disse que o sobrinho se mudou para os Estados Unidos em busca de uma vida melhor, pois “tinha o sonho de trabalhar lá”. O rapaz atuava na área da construção civil.

De acordo com Wilson, um amigo informou para a família ter visto Vitor no final da semana anterior, mas decidiu ir até o apartamento do goiano após ele deixar de responder mensagens e atender ligações.

Segundo ele, eles almoçaram juntos na sexta-feira, em um restaurante. Daí, como o Vitor estava sem veículo, esse amigo deixou ele na casa dele. No domingo (21), [o amigo] foi atrás dele porque não estava conseguindo contato, e encontrou a situação”, relatou o tio do falecido.

Leia Também:  Em Jaraguá, homem morto em confronto com o GPT é suspeito de homicídios

Também de acordo com Wilson, o amigo de Vitor contou tê-lo encontrado morto e sem sinais aparentes de violência após forçar a porta do apartamento para entrar.

O tio de Vitor disse que o mesmo era uma pessoa alegre e disse ainda não saber o que pode ter causado a morte do sobrinho. “Ele tinha os problemas dele, mas não mostrava. Era sempre um cara alegre, sempre otimista”.

Traslado do corpo

A família de Vitor, agora está tentando arrecadar o dinheiro necessário para mandar o corpo de volta ao Brasil. Até a última quarta-feira (24), eles já haviam conseguido o valor de R$ 20 mil. A intenção é que o pagamento do translado seja feito na próxima segunda-feira (29), para que o corpo seja enviado na terça-feira para ser sepultado em Professor Jamil.

Vitor de Matos deixa uma filha de 9 e um filho de 11 anos.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

GERAL

Imagens mostram homem negro morto durante ação policial; Assista

Frank Tyson pediu para que o policial saísse de cima dele e disse várias vezes que não estava conseguindo respirar antes de morrer.

Publicados

em

Imagens mostram homem negro morto durante ação policial. Foto: Reprodução

As imagens de uma câmera de segurança instalada no uniforme de um policial, registraram o momento que Frank Tayson de 53 anos, morreu durante uma abordagem policial, no último dia (18). No vídeo que foi divulgado apenas na última quinta-feira (25), Tyson é abordado pelos policiais dentro de um estabelecimento comercial.

Através das imagens é possível notar o momento que os policiais entram no local em que o homem está, e que os agentes pedem para que eles possam ir para fora do estabelecimento, mas Tyson retruca e afirmar que não irá, pois, seria morto pelos policiais.

O homem e os policiais envolvidos na ocorrência entram em luta corporal, e Tyson é colocado no chão, enquanto os policiais tentam algemá-lo. As imagens mostram que um dos policiais que trabalha na abordagem fica por cima do homem, com joelho na parte das costas e nunca do indivíduo.

Tyson pede não uma, mas diversas vezes para que o policial saia de cima dele, e repete que não está conseguindo respirar, mas, sem sucesso. Após perceber que Tyson não se mexi, os policiais perguntam ao colega se Tyson havia se acalmado, ao que o policial responde em sinal de positivo, e a diz que o homem poderia ter desmaiado durante a ação.

Leia Também:  Tiroteio em shopping de Munique deixa vários mortos e feridos

Os policiais ao perceberem que Tyson não respondia a nenhum estímulo, deram início ao processo de ressuscitação do homem, com massagens cardíacas, entretanto, Frank Tyson morreu no local da abordagem.

O caso que ocorreu em Canton, Ohio, nos Estados Unidos, é mais um que os policiais terminaram com um homem morto, em 2014, Erik Ganer morreu durante uma ação da polícia e dizer que não estava conseguindo respirar. Depois do caso de Erik, foi o caso de George Floyd morto durante uma abordagem policial e reclamar com os policiais que também não conseguia respirar durante a abordagem.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA