Plantão Policial

Jânio Darrot é alvo de operação da PC que investiga fraude em contratação em Trindade

Darrot demorou a se pronunciar sobre o caso. Pela manhã, ele divulgou foto em que aparece em hospital em Ceres no Vale do São Patrício e afirma que sua filha estava na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) após se submeter a cirurgia no quadril.

Publicados

Ex-prefeito de Trindade, Jânio Darrot.

A Polícia Civil (PC) através da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra a Administração Pública (Dercap), deflagrou operação nesta quinta-feira (8) para cumprir seis mandados de busca em investigação de suspeita de fraude em contratação para aluguel de máquinas na gestão do ex-prefeito Jânio Darrot (MDB) na prefeitura de Trindade em 2013. Os policiais estiveram no apartamento de Darrot em Goiânia e na sede da prefeitura do município. As informações são do Jornal O Popular.

O emedebista é pré-candidato a prefeito da Capital, estimulado pela cúpula do governo de Ronaldo Caiado (UB), e busca apoio da base para viabilizar seu nome na disputa. A assessoria de Darrot divulgou nota às 21h40 desta quinta, informando que o ex-prefeito ficou “surpreso diante de uma investigação deflagrada onze anos após o suposto fato, e, principalmente, diante do atual contexto político”.

O grupo de Darrot acusa, nos bastidores, influência da turma do presidente da Assembleia Legislativa (Alego), Bruno Peixoto (UB), sobre a operação. Bruno buscava ser candidato a prefeito com apoio da base, mas, diante da resistência do governador, anunciou desistência. Ele segue, no entanto, com esperanças de disputar e seus aliados articulam em seu favor.

O contrato investigado foi feito com a Inovar Indústria e Comércio, em valor de R$ 3,24 milhões, incluindo aditivos ao longo de seis anos (2013-2019). A Dercap divulgou poucas informações, alegando sigilo do inquérito.

Leia Também:  Em Mozarlândia, homem é preso suspeito de abusar da enteada de 10 anos

A nota divulgada pela PC informa que a apuração é de irregularidades em procedimento licitatório e “sugere possível prejuízo aos cofres públicos”. De acordo com informações de bastidores, a empresa contratada pertence a um ex-funcionário da família de Darrot, que foi prefeito de 2013 a 2020.

A Secretaria de Comunicação de Trindade informou que a prefeitura entregou aos policiais documentos sobre contrato de locação de máquinas (tratores e patrolas), já encerrado. A gestão municipal disse que não tem conhecimento sobre a investigação e que nunca havia sido acionada para ceder informações e documentos sobre o processo.

Através de nota oficial divulgada no final da tarde desta quinta, a prefeitura de Trindade informou que “colaborou ativamente com a ação, fornecendo todos os documentos relacionados à licitação e contrato do exercício de 2013, os quais se encontravam no arquivo geral da Prefeitura”.

“Nesse contexto, reafirmamos o compromisso desta administração com a transparência, responsabilidade e compromisso social, colocando-nos à disposição para continuar colaborando com as solicitações da justiça”, completa a nota da prefeitura.

Demora

Darrot demorou a se pronunciar sobre o caso. Pela manhã, ele divulgou foto em que aparece em hospital em Ceres no Vale do São Patrício e afirma que sua filha estava na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) após se submeter a cirurgia no quadril.

Leia Também:  Brasil acumula 611,8 mil óbitos e 21,97 milhões de casos de Covid-19

Conforme informações de aliados do ex-prefeito, os policiais que estiveram na residência dele estavam descaracterizados e acabaram não levando nenhum documento. A assessoria dele confirmou que não houve apreensão e que os investigadores afirmaram à funcionária que não havia nada que poderia ser constituído como prova.

Ainda de acordo com a assessoria, ele demorou a ter ciência dos mandados porque estava no hospital. Através de nota afirma que Darrot está “se inteirando da investigação para poder se manifestar”. “O pré-candidato está à disposição para contribuir com qualquer tipo de investigação, uma vez que seus atos enquanto gestor foram norteados pelo zelo com a administração pública, garantindo a ele uma alta aprovação enquanto esteve à frente do executivo municipal”, diz a nota do ex-prefeito, para completar: “Certo da competência da polícia goiana, ele espera que os fatos tão logo sejam esclarecidos para continuidade de uma discussão honesta em prol dos goianienses”.

Os outros endereços em que foram cumpridos os mandados não foram divulgados. A assessoria de Darrot disse que ele não tem conhecimento.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

PLANTÃO POLICIAL

Dois suspeitos de tráfico são presos em flagrante pela PM, em Jaraguá

As substâncias apreendidas são similares ao crack e eram distribuídas através de uma motocicleta.

Publicados

em

Dois suspeitos de tráfico são presos em flagrante pela PM, em Jaraguá. Foto: PM

A Polícia Militar (PM) realizou uma operação na Vila Colombo em Jaraguá no Vale do São Patrício, local onde existem dezenas de usuários de entorpecentes e frequentes denúncias de tráfico.

Os militares após diligências, realizaram a prisão em flagrante delito dois homens suspeitos de tráfico de drogas.

As substâncias apreendidas são similares ao crack e eram distribuídas através de uma motocicleta.

A dupla passou por exames de corpo delito no Hospital Estadual (HEJA) e sem seguida foram encaminhados para à Delegacia da Polícia Civil local para os procedimentos de praxe. Os nomes dos envolvidos não foram divulgados.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  GPT apreende mais de 5kg de drogas das ruas ao prender jovem com maconha, cocaína e crack, em Goianésia
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA