Luto

Morre a deputada federal Amália Barros aos 39 anos

Ela estava internada desde o dia 1º de maio por conta de um nódulo no pâncreas. A política, que tinha apenas um olho por conta de uma toxoplasmose, foi confirmada por comunicado em sua conta oficial no X.

Publicados

Deputada federal Amália Barros (PL) morreu aos 39 anos. Foto: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados

A deputada federal Amália Barros (PL) morreu aos 39 anos, informou um comunicado oficial publicado na madrugada deste domingo (12) em sua conta no X (antigo Twitter). A política estava internada desde o dia 1º de maio por conta de um nódulo no pâncreas.

Eleita deputada federal em 2022 por Mato Grosso, Amália era vice-presidente do PL Mulher nacional e integrou as comissões de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência, dos Direitos da Mulher e da Educação na Câmara dos Deputados.

Paulista de Mogi Mirim e formada em Jornalismo, Amália perdeu a visão do olho esquerdo aos 20 anos por conta de uma toxoplasmose. Após passar por 15 cirurgias, ela teve que remover o olho e passar a usar uma prótese ocular em 2016.

Desde então, a congressista adotou o gesto da mão cobrindo seu olho esquerdo como sua marca registrada e passou a lutar por pautas relativas à toxoplasmose e à visibilidade de pessoas monoculares.

Leia Também:  Romário é internado com infecção intestinal

Amália inspirou a Lei 14.126/2021, apelidada com o nome, que classifica a visão com apenas um olho como uma deficiência sensorial.

Ainda em 2021, a política fundou o Instituto Amália Barros, rebatizado posteriormente como Instituto Nacional da Pessoa com Visão Monocular, que realiza campanhas de doação de prótese ocular e presta assistência a monoculares. Por meio dele, a deputada federal realizava campanhas de arrecadação de recursos e doações de próteses oculares e lentes esclerais.

Amália era filiada ao Partido Liberal (PL), mesmo partido pelo qual o ex-presidente Jair Bolsonaro se elegeu em 2018, e era aliada da ex-primeira-dama, Michelle Bolsonaro, e tem fotos com ambos em suas redes sociais.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

BRASIL

Aposentada perde R$ 238 mil em golpe pensando ajudar Arnold Schwarzenegger

Os valores, porém, foram passados para as contas de 12 pessoas diferentes, que agora são alvo do processo.

Publicados

em

Astro de Hollywood Arnold Schwarzenegger. Foto: Gage Skidmore/ Wikimedia Commons

Recentemente uma aposentada de 74 anos, que vive no litoral paulista, entrou na Justiça para tentar receber de volta os valores que repassou a um estelionatário entre 2020 e 2022.

No caso, o criminoso (ou grupo criminoso) fingiu ser o astro de Hollywood Arnold Schwarzenegger — conhecido principalmente por pela franquia “O Exterminador do Futuro” e pelo primeiro “Predador”.

O estelionatário, passando-se pelo ator, disse à aposentada que passava por necessidades, e pediu sua ajuda. Comovida, ela vendeu uma casa e um carro, e passou, em um total de treze transferências, um valor de R$ 238,5 mil ao golpista, entre novembro de 2020 e junho de 2022. Os valores, porém, foram passados para as contas de 12 pessoas diferentes, que agora são alvo do processo.

No golpe, o falso ator também dizia que tinha uma alta quantia para receber em breve de uma empresa de transportes, e por isso a aposentada seria recompensada pela ajuda, recebendo o valor de volta em dólares.

Leia Também:  Governo entrega 376 documentos de assentamentos em Goiás

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA