Opinião

Menos cobranças, mais saúde emocional

O adoecimento mental pode ser prevenido ou mesmo atenuado se lançarmos mão de estratégias para cuidar da saúde, com adoção de hábitos saudáveis, a exemplo de realizar atividade física simples (como caminhada ao ar livre), se desligar de redes sociais, assistir a um bom filme, diminuir as situações que envolvem fatores estressores, buscar uma boa qualidade de sono, alimentação balanceada, além de conservar o hábito do lazer com a família e amigos.

Publicados

Nídia Ferreira é psicóloga.

O movimento Janeiro Branco teve início em 2014, numa tentativa de chamar atenção da sociedade para os cuidados com a saúde mental. Desde o seu surgimento, a campanha tomou grandes proporções – tanto em nível nacional como internacional.

Este ano, o tema é “Saúde Mental enquanto há tempo! O que fazer, agora?”.

Para muitas pessoas, janeiro é o mês de novos ciclos e realinhamento de projetos que não foram colocados em prática, contexto que pode vir acompanhado de muitas preocupações e cobranças internas, impactando a saúde física e mental.

Sabemos que qualquer pessoa pode vir a apresentar os sintomas de adoecimento emocional, por isso abrimos o ano enfatizando a importância de um cuidado integral e contínuo para a saúde física e psíquica das pessoas, medidas estas que devem ser persistentes e constantes em todas as idades e épocas da vida. Sem o equilíbrio entre físico e a mente, resta-nos a sobrecarga do trabalho diário, o estresse e o adoecimento emocional que pode nos paralisar, pessoal e profissionalmente.

Leia Também:  Quais as oportunidades e desafios da economia com o coronavírus?

E na correria do dia a dia, como identificar os sintomas de adoecimento mental? E quando procurar ajuda? Os sinais podem surgir por meio de um cansaço excessivo, irritabilidade, inquietação, falta de concentração, falta de paciência, alterações de sono, depressão, ansiedade, síndrome de burnout, abusos de álcool e outras drogas, entre outros. A ajuda para o sofrimento emocional, associado ou não a um transtorno mental, deve ser buscada, tão logo os sintomas apareçam, junto a profissionais que tenham formação voltada a esta área.

O adoecimento mental pode ser prevenido ou mesmo atenuado se lançarmos mão de estratégias para cuidar da saúde, com adoção de hábitos saudáveis, a exemplo de realizar atividade física simples (como caminhada ao ar livre), se desligar de redes sociais, assistir a um bom filme, diminuir as situações que envolvem fatores estressores, buscar uma boa qualidade de sono, alimentação balanceada, além de conservar o hábito do lazer com a família e amigos.

Uma pessoa saudável é capaz de compreender que a vida é fascinante e tem altos e baixos, alegrias e tristezas e que podemos dar a ela um sentido sem tanto sofrimento.

Leia Também:  Em Jaraguá, criminosos entram em propriedade rural e furtam diversos objetos

Nídia Ferreira é psicóloga

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ARTIGO

Marcas do tempo

Agir é o melhor caminho do que esperar soluções mágicas ou milagres, pois apenas avançando com os próprios esforços que as nuvens carregadas se dissipam. Mais do que a busca pela felicidade externa à satisfação consigo mesmo.

Publicados

em

Paulo Hayashi Jr. é Doutor em Administração. Professor e pesquisador da Unicamp.

A existência escorre como areias na ampulheta do tempo. Para quem fica parado, as horas podem parecer iguais, mas não são. Todo momento é sagrado e a conquista da vitória com merecimentos se faz pelo trabalho e dedicação que se realiza. Agir é o melhor caminho do que esperar soluções mágicas ou milagres, pois apenas avançando com os próprios esforços que as nuvens carregadas se dissipam. Mais do que a busca pela felicidade externa à satisfação consigo mesmo. É a paz de consciência que observa atentamente as marcas de Cristo em cada um de nós. Nas sagradas palavras de Paulo de Tarso: “Sem mais, que ninguém me perturbe, pois trago em meu corpo as marcas de Jesus” (Gálatas 6:17). É o sacrifício para o bem estar geral.

A existência carnal é um breve capítulo no livro espiritual de cada um de nós. Por meio dela, colhemos experiências, desenvolvemos as habilidades e a inteligência necessárias para distinguir o certo do errado. Pela disciplina ao trabalho também aprendemos a ser produtivos e úteis. O que seria do universo se os astros resolvessem não mais trabalhar? O que seria da vida na Terra se o Sol deixasse de brilhar? A chuva é para todos, mas apenas aqueles que conseguem ver a beleza por trás da matéria têm condições de apreciar em toda sua extensão as qualidades da vida. A bondade de Deus é estender para nós a capacidade de cocriadores e de realizadores de nosso próprio destino. Devemos estudar e trabalhar para que o tempo venha com as marcas da recompensa e do dever cumprido.

Leia Também:  Tributação injusta

Paulo Hayashi Jr. é Doutor em Administração. Professor e pesquisador da Unicamp.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA