Opinião

O espelho

A atividade do pensar é pré-condição ao agir e assim, cada um se encontra onde mesmo se colocou. Não como sorte ou azar do destino, mas decisões e resultados.

Publicados

O mundo é um grande espelho onde são refletidos nossos próprios pensamentos e sentimentos. Reagimos às repercussões e interdependências da vida, todavia o reflexo vai depender de nossa interpretação e reação. Como autêntico lago que reflete os impulsos da pedra na água, nossos pensamentos criam as imagens mentais e as identificações favoráveis ou não à adaptação. Para alguns, as ideias desabrocham em legítima flor de esperança e de brilho; para outros, todo impulso é negativo. Por meio da mente adaptamos nossa vida e criação as consequências que nos enovelamos devido as nossas escolhas. A atividade do pensar é pré-condição ao agir e assim, cada um se encontra onde mesmo se colocou. Não como sorte ou azar do destino, mas decisões e resultados. Como diria o Nobel de literatura, Pablo Neruda: “Você é livre para fazer suas escolhas, mas é prisioneiro das consequências”. Para que o destino seja feliz, é vital que os pensamentos sejam afirmativos. É preciso que as ideias tenham as luzes da esperança e confiança. Quem almeja bons resultados deve alimentar suas concepções de leituras edificantes com propósitos para uma vida melhor para todos. É a bondade no olhar e no pensar que faz com que o pensamento se torne verdadeiro sol que dissipa as trevas da ignorância. Uma abordagem positiva apenas reforça tais tipos de concepções. Caso contrário, corre-se o risco das direções enganosas e erradas. Ou nas palavras do Salmo (36:9): “Porque em ti está o manancial da vida; na tua luz veremos a luz”.

Paulo Hayashi Jr é doutor em administração pela UFRGS. Professor e pesquisador da Unicamp

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  O sucesso que o Amazônia-1 representa
Propaganda

ARTIGO

Amor ao trabalho

Em todas as profissões demora-se anos para obter a maestria e a expertise como níveis de conhecimento intrínseco da consciência do ser. Como regra genérica, foi popularizada por Malcolm Gladwell as 10 mil horas necessárias para que se tenha esta condição.

Publicados

em

Trabalho é desenvolvimento, obra e construção. Com o ofício há o aperfeiçoamento do ser tanto no nível profissional quanto pessoal. O indivíduo que aprende desde cedo o valor da labuta consegue ser útil a ele e a sociedade de forma prestativa. Amar o trabalho é se amar e ter a certeza de ter feito a escolha correta na vida.

Todavia, para isso não ser mera sorte é essencial reflexão e autoconhecimento. Apenas por meio de se conhecer e saber de seus talentos e vocação que se alinha de modo planejado o trabalho. O ofício não deve vir por acaso, mas fruto desta conversa íntima consigo mesmo. Sem olhar cargo, status, facilidades ou renda, mas gostos, preferências, aptidões.

Não há exercício fácil ou com facilidades que perdurem para sempre. É vital este saber, pois muitos atalhos iniciais podem significar atrasos posteriores. Busque ser o melhor, de se esforçar e de aprender em qualquer situação. De exercitar sem esperar retornos imediatos, pois apenas com persistência e força de vontade que se alcança patamares superiores. Invista em você.

Leia Também:  O Brasil na cúpula das Américas!

Em todas as profissões demora-se anos para obter a maestria e a expertise como níveis de conhecimento intrínseco da consciência do ser. Como regra genérica, foi popularizada por Malcolm Gladwell as 10 mil horas necessárias para que se tenha esta condição. Assim, mais que ansiedade e afobação, autoconhecimento e disciplina para realizar bem feito desde o início. Através do trabalho progride o indivíduo, a sociedade e o mundo.

Paulo Hayashi Jr. é Doutor em Administração pela UFRGS. Professor e pesquisador da Unicamp. 

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA