Vale do São Patrício

Ônibus transportando trabalhadores pega fogo em Goianésia; Assista

O Corpo de Bombeiros não foi acionado para atender essa ocorrência e conforme informações também não houve vítimas.

Publicados

Um ônibus que transportava colaboradores da empresa Codóra, do Grupo Otávio Lage, apresentou falhas na tarde de sexta-feira (20) e pegou fogo. O fato ocorreu na rodovia que liga o distrito de Juscelândia em Goianésia no Vale do São Patrício para a usina Codóra.

Não houve registro de feridos, uma vez que os trabalhadores conseguiram sair a tempo, porém, o veículo ficou completamente destruído pelas chamas.

O Corpo de Bombeiros não foi acionado para atender essa ocorrência e conforme informações também não houve vítimas.

A Assessoria de Comunicação da Jalles Machado informou que “O ônibus é da Vicunha, empresa de transporte coletivo. O ônibus não é de responsabilidade da Jalles, é um transporte coletivo municipal”. A empresa encerrou as informações confirmando que “ninguém se machucou”.

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Rodolffo, cantor sertanejo é confirmado no BBB21
Propaganda

CIDADES

Advogada de Goianésia morre após ter complicações depois de fazer cirurgia bariátrica

A família disse que a mulher teve infecções, causadas pelo rompimento de uma das suturas do estômago. Ela era coordenadora pedagógica do curso de direito da Faculdade Evangélica.

Publicados

em

Advogada e coordenadora pedagógica Simone Maria da Silva teve complicações após uma cirurgia bariátrica e morreu, em Goianésia. Foto: Redes Sociais

Simone Maria da Silva, advogada e coordenadora pedagógica, teve complicações após uma cirurgia bariátrica e morreu, em Goianésia no Vale do São Patrício. Conforme a família, a mulher teve infecções, causadas pelo rompimento de uma das suturas do estômago.

A Polícia Civil (PC) informou que o caso será investigado e que a família da vítima será intimada para prestar depoimento. A Polícia Científica não informou qual foi a causa da morte.

A sobrinha Lara Caroliny diz que a tia sonhava em fazer a cirurgia, porque sempre sofreu com muitas críticas e brincadeiras de mau gosto sobre sua aparência. Simone passou pela bariátrica no dia 19 de janeiro no Hospital Santa Luzia na cidade de Goianésia. A advogada entrou no centro cirúrgico às 17h e saiu às 01h30, mais de oito horas de cirurgia.

“Era uma conquista para ela. Depois de tantas críticas, tantos apelidos, ela resolveu fazer a bariátrica”, contou a sobrinhada vítima.

No pós-operatório Simone reclamava de dores. Dois dias depois, segundo Lara, o médico identificou infecções e pediu que a advogada fosse internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São Carlos, em Goiânia, para ter um atendimento mais cuidadoso e completo. Ela teve uma melhora e foi liberada para o quarto uma semana depois.

Leia Também:  Em Pirenópolis, projeto do Plano Diretor prevê ações para conter alagamentos na cidade

“Ela ficou uma semana no quarto, quando foi na quinta-feira resolveram refazer a bariátrica dela para tirar a infecção, pois estava muito infeccionado. Fez e ela voltou para a UTI e não saiu mais”, lamentou Lara.

De acordo com a família, Simone teve uma fístula no estômago – quando a sutura feita na cirurgia bariátrica se rompe e acaba causando infecções dentro da barriga. Com o agravamento do estado de saúde, a advogada precisou ser entubada e fazer hemodiálise, mas não resistiu e morreu na quarta-feira (28).

Homenagens

Nas redes sociais, o curso de direito da Faculdade Evangélica de Goianésia, onde Simone trabalhava como coordenadora pedagógica, lamentou a morte dela.

“Sabemos que nenhuma palavra nesse momento é capaz de trazer qualquer conforto, por isso oramos e esperamos em Deus que conforte toda família, e que a Paz que excede todo entendimento, tome conta dos corações aflitos”, menciona o comunicado.

Lara também usou as redes para prestar homenagens para a tia. “Você deixou um legado lindo aqui. Obrigada por tudo, espero te encontrar em breve. Meus dias agora serão cinzas. Te amo infinitamente”, enfatizou.

Leia Também:  Homem é agredido com taco durante jogo de sinuca, em Goianésia

JORNAL DO VALE – Muito mais que um jornal, desde 1975 – www.jornaldovale.com

Siga nosso Instagram – @jornaldovale_ceres

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a redação do JORNAL DO VALE, através do WhatsApp (62) 98504-9192

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VALE SÃO PATRÍCIO

PLANTÃO POLICIAL

ACIDENTE

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA